O seguro viagem internacional em Portugal é obrigatório?

91

O seguro viagem internacional é obrigatório para a entrada de brasileiros em todos os países que assinaram o Tratado de Schengen – entre eles Portugal (além de Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Finlândia, França, Grécia, Islândia, Itália, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Áustria, Espanha e Suécia), independente do seu tempo de permanência.

Ou seja, a exigência vale para viajantes, estudantes e também para outros tipos de pedidos de vistos/ autorização de residência (durante todo período anterior a sair os seus documentos oficiais).

Para comprovar que você tem esse suporte, poderá contratar o seguro particular por meio de uma operadora especializada (com cobertura mínima de 30 mil euros que garanta assistência médica por doença ou acidente), checar se o seu cartão de crédito dispõe dessa opção ou ainda fazer a solicitação do Atestado de Direito a Assistência Médica (PB-4) – nesse último caso, você terá o suporte o serviço público de saúde (veja como fazer e outras informações no site do Consulado Geral do Brasil no Porto).

Como funciona o seguro viagem?

Em 2009, fiz um mochilão pela Europa. Na época, eu ainda morava no Brasil. Depois da primeira semana em Portugal, embarquei rumo a Holanda. Já no avião comecei a me sentir mal e, assim que cheguei a Rotterdam, constatei: estava com diarreia.

Os dias foram passando, eu me esforçava para sair e tentava “aproveitar” a viagem, mas também andava cada vez mais fraca, comendo apenas banana e maçã, tomando soro caseiro (com uma garrafa de 1,5l na mão) e conhecendo todos os banheiros europeus rs. Chegou ao ponto da minha família pedir que eu abandonasse a viagem e, os amigos que me acompanhavam, se ofereceram para voltar comigo para o Brasil – mas ainda tínhamos quase 20 dias pela frente. Não era justo.

Foi quando, na madrugada do quarto dia, já em Berlim, finalmente optei por chamar o seguro saúde. Mandei uma mensagem para a minha mãe pedindo que fizesse isso por mim. Recebi logo uma ligação do seguro viagem internacional que havia contratado para confirmar a ida do médico ao hostel em que eu estava.

Não precisei me preocupar com nada, nem com o deslocamento. A recepção do local foi avisada pelo próprio seguro sobre o meu estado de saúde e eu já aguardava a chegada do médico no quarto.

O médico, muito gentil, falou tudo com bastante calma para colher o meu diagnóstico, me receitou alguns remédios bem similares aos que conhecia no Brasil e eu só tive que assinar um papel. Mais dois dias de cuidados com os medicamentos que ele indicou e, claro, eu já estava bem melhor.

Tudo isso para dizer que uma bobagem, como uma indisposição alimentar, poderia ter acabado com a minha viagem. Procurar atendimento em um hospital, sobretudo em um lugar que você não conhece o sistema de saúde e os deslocamentos, não é uma tarefa simples (e, por vezes, nada barata). Por isso, o seguro se tornou tão importante.

Como contratar um seguro viagem?

Para ter o acesso a esse suporte, a solicitação mínima obrigatória a uma operadora de seguros para uma viagem a Portugal deve ter a cobertura de 30 mil euros que garanta assistência médica por doença ou acidente. O valor a ser pago varia de acordo com a duração da sua viagem e da sua idade.

Nesse ano, firmamos uma parceria para facilitar a vida dos viajantes que vão a Portugal (e a outros países da Europa). A partir da ferramenta de busca abaixo, você poderá fazer uma comparação de preços entre várias operadoras no site da Real Seguro Viagem e ainda pagar em até 6x sem juros no cartão.

Real Seguro Viagem é uma agência especializada, ativa há quase 10 anos, que não somente faz essa comparação entre os seguros, como também vai te auxiliar na escolha daquele que é o mais indicado para o seu perfil.

Eu já contratei diversos seguros ao longo das viagens internacionais que fiz – ora escolhendo por preço, ora por perfil de atendimento e cobertura. Entretanto, somente precisei acionar uma única vez, que foi durante essa viagem de 2009. Quem me atendeu na época foi a Assist Card – um dos seguros que a Real Seguro Viagem comercializa. Vale a pena dar uma olhada no preço deles quando você for cotar. Eu gostei bastante.

Independente da escolha do tipo de seguro e da operadora, a compra é feita diretamente com a Real. Assim que você finalizar o pagamento, a apólice já segue para o seu e-mail.

O diferencial de contratar uma agência especializada é que, caso você precise de atendimento médico durante a sua viagem, terá o suporte da operadora que você escolheu e também da Real Seguro Viagem, que vai te oferecer todo o direcionamento necessário.

Ah, e caso você não possa viajar ou precise adiar a data, o reembolso é garantido, sem custo, em até 24 horas antes do seu embarque 🙂

Seguro viagem geral 728x90

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

91 comentários

  1. Ola. Gostaria de tirar uma duvida….Vamos viajar para os Estador Unidos as 22:00 do dia 25 de Maio. Será que poderiamos contratar o seguro para o dia 26 de Maio em diante já que no dia 25 estaremos dentro do avião por poucas horas até o final da noite. Grata

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Priscila! Como vai?
      Essa questão vai depender da operadora de seguros que você vai escolher. Geralmente, eles pedem que você faça do dia do embarque ao dia do retorno, visto que muitos planos também cobrem questões da parte aérea, seja jurídico ou de saúde. Em virtude disso, a economia de 1 dia a menos de cotação, por exemplo, pode ser de menos de R$ 5, dependendo do destino. Entretanto, no seu caso, e sobretudo por ser Estados Unidos, aconselho que procure a operadora de seguros para esclarecer qual é real cobertura dessas poucas horas do início da sua viagem e se você tem a opção de contratar sem essa etapa sem ser prejudicada.
      Um forte abraço!

  2. Oi Priscila
    Apesar de ter cidadania Portuguesa e da nao necessidade de apresentacao do seguro viagem para entrada na Europa, eu sempre faco o seguro, por cautela e, talvez, por desconhecimento. Minha dúvida é: em caso de acidente ou de alguma necessidade médica, é possível ter assistencia gratuita em qualquer país da Europa, sendo cidada de um dos países membros?
    Grata

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Beatriz! Como vai?
      Para ter atendimento em outros países como cidadã portuguesa, você precisa do Cartão Europeu de Seguro Doença: http://www4.seg-social.pt/pedido-cartao-europeu-seguro-doenca Entretanto, não sei te informar se ele só pode ser feito por quem contribui com a Segurança Social (equivalente ao INSS no Brasil) ou se é válido para todos. Seria ideal entrar em contato com a segurança social ou consulado para verificar.

  3. Olá Priscila. Este ano irei viajar para Portugal por 6 meses e estou aprontando os documentos para dar entrada no meu visto. Para solicitar o Visto Schengen de curta duração, eles solicitam SEGURO MEDICO INTERNACIONAL DE VIAGEM com a cobertura mínima de 30.000 EUROS. Você sabe dizer se eles ainda estão aceitando o PB-4? Ou agora tem que ser o particular mesmo?? Obrigada.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Caroline
      Como vai?
      Se o visto for somente para Portugal e você for contribuinte do INSS, poderá fazer o PB-4, sim. Entretanto, se for para o trânsito entre países da UE, você precisará fazer o seguro de viagem particular.

  4. Vou para Portugal em janeiro e volto só em junho e fazendo algumas cotações de seguro viagem me surgiram algumas dúvidas. Quando cotei na Porto Seguros surgiram dois pacotes: o ouro e o prata, então dei uma olhada na cobertura do Prata, o mais barato e na primeira linha diz: DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E/OU ODONTOLÓGICAS – DMHO: USD 50,000.00. Isso se refere a cobertura total do plano? Pois em nenhum lugar está escrito assistência médica por doença ou acidente. Esse seguro pode ser utilizado para essa viagem? Obrigada!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Gisele
      Como vai?
      Aconselho que entre em contato diretamente com eles para tirar a sua dúvida. Nunca contratei a Porto Seguro para uma viagem, por isso não conheço os detalhes desse plano.
      Um forte abraço

  5. Priscila, tudo bem? Gostaria de saber se chegando lá em Portugal e obtendo autorização de residência, mesmo assim a gente precisa de seguro saúde para viajar pelo espaço Schengen. Obrigada desde já, flor ^^

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Janne
      Tudo certo por aqui, e por aí?
      Depois da autorização de residência em Portugal, você precisará contribuir com a Segurança Social para ter acesso a saúde pública em Portugal. Então, se desejar, poderá solicitar o Cartão Europeu de Seguro de Doença para que possa ser atendida nos demais países da União Europeia.
      Um forte abraço

  6. Olá Priscila, tudo bem?

    Vi que você escreveu em um dos comentarios que precisa ser contribuinte do INSS para obter o PB4, só para constar que não precisa. Fui em SP tirar o meu e nao me pediram nda de comprovação para tirar o PB4.
    Somente RG, cpf, comprovante de residencia e passaporte!

    Você pode me ajudar com algumas duvidas?
    -Meu noivo tem cidadania portuguesa, ele precisa de seguro viagem? Vamos para Paris também, além de Lisboa, em Paris ele precisa de seguro viagem?
    – tenho o PB4, ele serve como seguro viagem? para Paris também?

    Obrigada!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Nicolly
      Como vai? Aqui está tudo bem!
      Dentro das solicitações do Ministério da Saúde, consta que você precisa ser vinculado ao PIS ou ao PASEP. Ainda que não tenham solicitado essa comprovação a você, é preciso ter atenção ao dizer que não é necessário, pois pode não ter assim com todo mundo: http://sna.saude.gov.br/cdam/
      1. Para ter atendimento na União Europeia, o seu noivo poderá tirar o Cartão Europeu de Seguro de Doença: http://www.seg-social.pt/pedido-cartao-europeu-seguro-doenca
      2. O PB4 é um acordo original entre Portugal e Brasil. Aqui você pode ler mais sobre: http://www.consulado-brasil.pt/pb-4.htm – entretanto, o Brasil tem acordo com outros países nesse mesmo formato (se não me engano, Itália e Cabo Verde). Aconselho que procure a Secretaria de Saúde que cobre a sua região para confirmar. Ele não é um seguro viagem (pois não oferece atendimento particular, cobertura de medicamentos, assistência odontológica, assistência jurídica, repatriação e seguro de extravio da bagagem, por exemplo) mas em virtude do acordo entre Portugal e Brasil é suficiente para que você passe pela imigração e tenha atendimento na rede pública de saúde, caso precise.
      Uma excelente viagem!

  7. Olá, Priscila!
    Estou indo a Portugal no começo de dezembro. Não fiz o seguro viagem, mas tenho o PB-4. Será que terei problema na imigração?
    Obrigada!

  8. Priscila , boa tarde!!!
    Parabéns pelo site, tem sido muito útil para mim…..
    Por favor , qual a melhor forma de se conseguir a cidadania portuguea? Sou filha de mãe portuguesa e avó portuguesa também.
    Obrigada!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Solange
      Como vai?
      Agradeço o seu carinho e peço desculpas pela demora da resposta. Espero que ainda esteja em tempo 🙂
      Você poderá solicitar a sua cidadania junto ao Consulado de Portugal que atende a sua região de residência no Brasil. O Consulado de Portugal em São Paulo pode servir de base para as suas pesquisas, pois é bastante completo: http://consuladoportugalsp.org.br/nacionalidade/
      Um forte abraço

  9. Olá Priscila, bom dia! Irei para Portugal em janeiro de férias e passarei apenas 15 dias. Apenas comprei a passagem, rs, não fiz seguro saúde e nem o viagem. Comprei a passagem pelo site da tap, então tenho 2 dúvidas. Pode me ajudar? Quanto ao seguro saúde a imigração em Portugal me cobrará? Ele é obrigatório, pois vivi 2 anos na China sem seguro saúde algum e na época nem tinha ciência do mesmo, então não sei se no caso da Europa é obrigatório. E quanto ao seguro viagem é opcional? Tenho que fazer? Estou um pouco confusa quanto a essas 2 informações!! Desde já agradeço!! Bom dia!!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Cintia
      Como vai?
      Que delícia de viagem. Mesmo com o inverno, certamente você terá bons dias em Portugal 🙂
      O seguro saúde é obrigatório para brasileiros que viajam a Portugal, sim. Isso não significa que será cobrado de você na imigração. Entretanto, caso seja cobrado e você não o tenha, poderá ser deportada.
      Aqui nesse post explicamos em detalhes – sobretudo a importância de tê-lo, não somente para passar pela imigração. Você poderá verificar se o seu cartão de crédito (usado na compra da passagem) oferece, se deseja comprar de uma empresa particular (como a Mondial, nossa parceira, por exemplo) ou se deseja fazer uso da saúde pública a partir do acordo entre Portugal e Brasil para contribuintes do INSS. Nesse post aqui você encontra todas essas informações e poderá fazer uso de qualquer uma dessas variáveis. O seguro saúde está incluído em qualquer uma dessas opções. Nas duas primeiras, há também o seguro viagem, com outras coberturas incluídas além da saúde particular.
      Aproveito também para indicar uma seleção de posts nossos que podem ser úteis para a sua viagem a Portugal: http://www.cultuga.com.br/2015/08/indice-de-artigos-para-planejar-sua-viagem-a-portugal/
      Um forte abraço e uma excelente viagem!

  10. Olá Priscila Roque

    Tudo Bem ?
    Eu estou com viagem marcada para Portugal e já tenho o PB4. Você respondeu em uma das perguntas, dizendo que, com o PB4 em mãos, não precisa contratar seguro viagem. No entanto, viajo com minha primeira parada em Madri. O PB4 vale em alguns países, inclusive na Espanha, mas não em todo o espaço shengen. Se for solicitado esse seguro na imigração, eles podem questionar, dizendo que o pb4 não serve, por que o seguro apresentado teira que ser mais abrangente, ou seja, um seguro para todo o espaço ?
    Obrigado pela atenção.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Edmilson
      Como vai? Por aqui está tudo bem!
      O PB4 é válido para os países que têm esse acordo com o Brasil, como é o caso de Portugal. Se você for visitar somente os países que tem acordo com o Brasil, não haverá problema algum na imigração. Entretanto, aconselho que confirme essa informação com relação a Espanha, pois posso apenas assegurar a validade a Portugal – que é o acordo que conheço com mais profundidade. É importante ressaltar que esse acordo nada tem a ver com o Espaço Schengen, ok? Cito aqui no artigo os países do Espaço Schengen, que são aqueles que cobram dos brasileiros a obrigatoriedade de um seguro saúde para a entrada – que pode ser o oferecido por uma operadora particular ou, então, no caso de países que tem algum acordo com o Brasil e no desejo do atendimento pela saúde pública, o PB4. É importante confirmar qual é o acordo de saúde que o Brasil têm com o país que você vai visitar e se, realmente, ele ainda está em vigor.
      Um forte abraço e uma excelente viagem

  11. Olá Priscila, tudo bem?
    Irei a Portugal e passarei os 90 dias de turista. Ficarei hospedada na casa de minha irmã. Do que precisarei de fato para assegurar uma viagem tranquila e passagem na imigração? Um abraço.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Rebeka
      Como vai? Aqui está tudo bem 🙂
      Para entrar em Portugal a turismo, o que poderá ser solicitado a você na imigração: passaporte brasileiro com validade mínima de 3 meses, seguro saúde com apólice mínima de 30 mil euros ou PB-4, passagem de volta, carta convite da sua irmã, comprovação de 75€ para a entrada + 40€/ dia de viagem e comprovativos de vínculos empregatícios no Brasil. Aqui você encontra mais detalhes: http://www.embaixadadeportugal.org.br/assuconsul/faq-visto.php
      Um forte abraço!

  12. Ágata Sun Hye Kim em

    Boa tarde, Priscilla!
    Estou um pouco confusa sobre o Seguro Viagem…
    Irei à Islândia e ficarei durante 2 semanas…O visto não é necessário, mas o seguro viagem preciso, certo??

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Ágata
      Como a Islândia faz parte do Tratado de Schengen, o turista brasileiro precisa, sim, do seguro viagem. Entretanto, o visto não é necessário.
      Um forte abraço

  13. Olá Priscila, sempre acompanho seu site e o que eu tenho a dizer é PARABÉNS pelo seu trabalho. Está ajudando muita gente, inclusive a mim.

    Minhas duvidas é o seguinte:

    Estarei indo as terras lusitanas agora no inicio do ano, planejei ficar 27 dias na casa de parentes, e os mesmo estará me enviando a carta convite. Gostaria de saber se mesmo com a carta convite é necessário a comprovação de 40 euros diários, já que não vou ter gastos com hospedagem? Na hora de passar na imigração, o PB4 é realmente valido como seguro viagem? É Necessário ter cartões internacionais com valores reserva mesmo levando dinheiro em mãos?

    Como é minha primeira viagem internacional, ainda estou com estas preocupações e pretendo fazer o necessário para não ter problemas na hora da imigração.

    Já estou com moeda suficiente pelo calculo dos 40 euros diários, passagem ida e volta, PB4, cartão internacional (Pre pago) e a carta convite. Falta Algo para passar tranquilamente?

    Sucesso!!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Marcelo
      Como vai?
      Com relação a comprovação dos valores, não sei informar se realmente você ficará isento. De acordo com o Consulado do Brasil em Lisboa, sim (veja aqui: http://www.consulado-brasil.pt/faq.htm). Entretanto, como você disse que tem esse dinheiro reservado, então está ok! Agora, sobre o PB4, eu – particularmente – nunca usei. Sempre viajei com seguro viagem. Entretanto, há um acordo entre Portugal e Brasil que assegura essa possibilidade (veja aqui: http://www.consulado-brasil.pt/pb-4.htm). Então, fique tranquilo quanto a isso.
      Outros documentos que poderão pedir a você na imigração é a sua passagem de volta e a comprovação de um vínculo empregatício no Brasil.
      Um forte abraço e uma excelente viagem!

  14. Altair Júnior em

    Bom dia Priscila.
    O CDAM substitui SEGURAMENTE o Seguro Viagem, no que diz respeito à obrigatoriedade do documento na imigração? Quero dizer – se eu chegar apenas com o CDAM na imigração em Portugal, este documento vale como Seguro Viagem? Eles sabem disso? (pergunta meio boba, mas necessária). Obrigado!

  15. Priscila, boa tarde! Excelentes dicas, como sempre! Porém, não encontrei informações, nem no site do Consulado, sobre qual o procedimento APÓS o recebimento do PB4. Ou seja: Você recebe o documento, viaja para Portugal e ai? Precisa protocolar o documento no Consulado em Lisboa? Mesmo que sua estadia seja por alguns dias? Permanecer com o documento e, se necessitar de de assistência médica, apresentar no local de atendimento? Esse tipo de informação, diferentemente do exigido nas Faculdades para quem vai cursar Graduação/Mestrado, para um turista comum, não é divulgado. Onde obter essas informações? Grata.

  16. Olá, eu sou uma cidadã portuguesa que vai passar dois meses em Belém do Pará. Nesse sentido gostaria de saber a sua opinião sobre se devo optar por um seguro de viagem ou se será suficiente o PT-13 (sou beneficiaria da Segurança Social)?
    Sabe dizer-me quais os documentos necessários para entrar no Brasil como turista?
    Abraço

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Vanessa
      Como vai?
      Eu, particularmente, aconselharia a contratação de um seguro viagem particular. Infelizmente a saúde pública do Brasil é terrível 🙁
      Para entrar no Brasil, você precisa de:
      – Passaporte válido (com validade mínima de seis meses)
      – Passagem de entrada e saída do território brasileiro
      – Comprovação de alojamento durante estadia no Brasil
      – Comprovação de meios de subsistência para a estada no Brasil de, no mínimo, R$ 170,00 por dia (comprovados com dinheiro em espécie, cartão de crédito, etc.)
      Boa viagem!

  17. Erika Azevêdo em

    Olá Priscila tudo bem?

    Estou planejando ficar seis meses em Londres a partir de Jun/2016 (que não tem a exigência do seguro saúde) mas meu voo é para Amsterdã ficarei um final de semana lá antes de ir para Londres. Mesmo assim sou obrigada a contratar o seguro? Tenho plano de saúde com cobertura internacional para emergências. Ainda assim preciso do seguro saúde?
    Parabéns pelo site!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Erika
      Como vai? Por aqui está tudo bem!
      Obrigada pelo carinho 🙂
      Você pode verificar se o seu plano tem cobertura equivalente aos 30 mil euros que garanta assistência médica por doença ou acidente. Caso contrário, dentro da lei, você precisaria ter esse seguro viagem para o fim de semana que estará em Amsterdã, sim, pois esse documento pode ser solicitado na imigração.
      Uma excelente viagem!

  18. ola , Priscila
    Parabens pelas dicas.
    Estou sempre a ler suas postagens e hoje vim aqui com uma pequena duvida .
    tenho titutlo de residencia ja 3 anos , sou csada com um portugues .
    Pretendo que meu filho de 25 anos venha ca ( a passeio) caso goste pretende ficar .
    Como faco para adquiri a residencia dele ?
    obg .. bj

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Isabel
      Como vai? Agradeço o seu carinho
      Você poderá buscar orientação junto ao SEF (www.sef.pt).
      Um forte abraço

  19. Ola! Estou indo morar em Portugal, estou tirando minha dupla cidadania.
    Mandei um email para o consulado do Brasil em Portugal, dizendo que meu filho é autista e como era o tratamento lá, eles me falaram para tirar o PB-4, minha pergunta é mesmo morando lá com a dupla cidadania minha e da minha família, preciso tirar o PB-4?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Daniela
      Como vai?
      Se o seu filho também tiver a cidadania portuguesa, não é necessário tirar o PB-4, pois ele será atendido como cidadão português. Esse documento é necessário para o atendimento do cidadão brasileiro no sistema público de saúde em Portugal.
      Um forte abraço

  20. Boa tarde Priscila Roque!

    Eu e minha esposa fomos convidados a mora e trablhar em portugal na cidade de oliveira de azemais, sendo que na documentaçõa foi nos solicitado o seguro saude, mais como vamos morar e ai em portugal, e ncessario esse seguro saude?

    O que voce pode nos ajudar nas informaçoes que se refere ao seguro saude?

    Aguardo

    Wagner

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Wagner
      Como vai?
      Você somente terá acesso a saúde pública em Portugal no momento em que estiver com a autorização de residência pronta e contribuindo com a Segurança Social. Portanto, creio que na documentação seja solicitado o seguro saúde para cumprir com esse primeiro período. Nesse caso, você poderá fazer uso do serviço de uma operadora, como indicamos aqui no artigo, ou do PB-4 – que é o acordo de saúde entre Portugal e Brasil.
      Um forte abraço

  21. Oi Priscila, tudo bem com você?
    Tenho acompanhado seu ótimo site há algum tempo, pois eu e meu marido (ele é filho de portugueses emigrados no Brasil, como você, portanto tem a dupla cidadania) estamos nos mudando para Portugal no final desse ano.
    Tenho pesquisado muito, mas ainda restam algumas dúvidas em relação a documentação, e se você puder me ajudar eu agradeço muito!
    Qual é o momento certo de eu tirar o meu NIF, já que estarei com visto de turista? E qual é o momento de dar a entrada junto ao SEF do meu cartão de residência por reagrupamento familiar? Se o meu visto de turista vale apenas por 90 dias, eu posso ou preciso renovar por mais 90 dias caso o cartão de residência ainda não esteja pronto?
    Agradeço antecipadamente a sua atenção!
    Um grande abraço.
    Luciana

  22. Daysi farias em

    Bom dia Priscila

    Meu nome é Daysi Farias.

    Irei para Portugal com meu afilhado de 9 anos. Meu voo fará conexão na França. O PB4 servirá?

    Preciso fazer outro seguro? Como fazer o seguro para meu afilhado? Quais documentos preciso?
    Obrigada

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Daysi
      Tudo bem?
      Não sei se é válido para conexões em países que não fazem parte do acordo. A melhor coisa é você perguntar para a empresa aérea que você irá viajar.
      Sobre o seu afilhado, os documentos necessários para fazer o seguro viagem são os mesmos para qualquer idade.
      Um grande abraço e boa viagem!

  23. Edinaldo Oliveira Junior em

    Olá Priscila!

    Qual o seguro que você fez na época deste imprevisto? Que o médico foi atender até no local?

    Grato!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Edinaldo
      Como vai?
      Na época, usei o Assist Card. Uma boa parte dos seguros têm os mesmos procedimentos em um caso como o meu. Dependendo de onde você está, do horário e do seu estado de saúde, um médico é enviado ao local ou eles indicam o hospital/ clínica que você deve ir para ser atendido.
      Um abraço!

  24. Olá, Estou indo fazer Mestrado no Porto em Portugal e preciso fazer um seguro saúde para o visto e viagem em si, gostaria de saber se você saberia de alguma onde posso fazer esse seguro, pois é a primeira vez que viajo para fora do Brasil e não tenho ideia de onde posso fazer este seguro saúde.

    Agradeço a atenção.

    Aguardo Retorno.

    Att,
    Thaís S.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Thais
      Como vai?
      Você poderá contratar a partir da Real Seguro, como indicamos aqui no post (você receberá a apólice por e-mail logo após a contratação), ou solicitar o PB-4 ao Ministério da Saúde (no link do consulado que indicamos no post tem a explicação detalhada de como funciona).
      Um abraço e uma excelente viagem!

  25. Oi Priscila!

    Oi Priscila, como vai?
    Irei com a minha namorada a Portugal e faremos a imigraçao em Madrid, gostariamos de saber se alem de passaporte, bilhetes de entrada e saida, cartoes de credito, comprovantes de alojamento, dinheiro, poderao ser exigidos cartoes de vacinaçao contra febre amarela, documentos que comprovem vinculos trabalhistas. Ficaremos 15 dias em Portugal. Grato!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Antonio
      Como vai? Por aqui está tudo bem!
      Não é necessário tomar a vacina contra febre amarela, não se preocupe. Sobre os vínculos trabalhistas, não é uma exigência. Porém, se você tiver esse documento, vale a pena levar para uma eventualidade (como um aviso de férias ou a carteira de trabalho assinada).
      Um abraço e uma ótima viagem 🙂

  26. Olá Priscila, vou a Portugal agora em outubro e estou com uma duvida.. Minha mãe me mandou uma carta convite , vou passar 15 dias em Lisboa, irei passar pela imigração de Madrid , mesmo com a carta que ela me mandou eu preciso do seguro de saúde?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Monisa
      Como vai?
      A carta convite não tem relação com o seguro saúde, mas com a sua estadia na cidade. Ele é obrigatório para todos os brasileiros que visitam os países que fazem parte do Tratado de Schengen.
      Um abraço e uma excelente viagem

  27. Joana Martins em

    Piscila, como vai?
    Li algumas perguntas e suas respostas e já eliminei metade das minhas dúvidas e me senti aliviada com isso. Há uma dúvida, contudo, que persiste. Primeiramente, irei com meu esposo a Portugal em 14/10 próximo…Em Portugal iremos para Lisboa, Algarve e Porto. Temos reservas de hotel para todos os dias, exceto 3 dias que iremos ao interior ( distrito de Braganca) onde eu esposo quer visitar uma tia e lá nos hospedaremos. No período de 02 a 05 de novembro iremos a Paris onde também ficaremos na casa de parentes.
    Sobre o seguro viagem e saúde, são a mesma coisa? Nós contatamos a Visa Platinum a qual temos cartão e recebemos gratuitamente o seguro viagem com várias coberturas. Ocorre que , eles emitem um bilhete de seguro viagem em meu nome e outro no nome do meu esposo, mas no quadro de coberturas, são mencionadas as coberturas específicas para cada cartão visa, com os que tem coberturas e os valores. Ou seja, não há nada específico mencionado: o passageiro “x” tem cobertura de saúde no valor de… O que existe é um quadro especificando cada cartão (Platinum, etc) o que cobre . Então essa é a minha preocupação. Isso é normal? O pessoal da imigração vai olhar esse bilhete de seguro, conferir se meu cartão é vida Platinum e ver que eu tenho cobertura de U$D 50.000?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Joana
      como vai? Por aqui está tudo bem!
      Sim! Com a diferença que o seguro viagem pode oferecer também benefícios além da saúde, como apoio jurídico, proteção a sua bagagem, etc.
      No caso do Visa, eu nunca contratei, então não sei certinho como funciona. Entretanto, você precisa procurar no documento emitido por eles/ apólice o “Certificado de Schengen” – que garante essa cobertura necessária: http://www.visa-platinum.com/br/beneficios/certificado-schengen_1044
      Um forte abraço e uma excelente viagem

  28. Priscila, tenho nacionalidade espanhola e vou fazer mestrado em Portugal.
    Vc sabe se é necessário algum tipo de seguro ou o PB4?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, André
      Como vai?
      Não sei te dizer como funciona nesse caso. O ideal é verificar junto ao consulado espanhol no Brasil como você poderá fazer uso da saúde pública dentro da União Europeia. Aqui em Portugal, tirei o Cartão Europeu de Seguro de Doença: http://www.seg-social.pt/pedido-cartao-europeu-seguro-doenca – veja como poderá tirar pela Espanha, que terá o mesmo valor.
      Um abraço

  29. Olá, Priscila.
    Sabe me dizer se o pb4 substitui o seguro viagem? Posso tirar somente ele? Ja que é gratuito e o seguro viagem um pouco caro.
    Obrigada.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Lu
      Tudo bem?
      Aqui no post falamos sobre isso: “(…) poderá contratar o seguro particular por meio de uma operadora especializada (com cobertura mínima de 30 mil euros que garanta assistência médica por doença ou acidente), checar se o seu cartão de crédito dispõe dessa opção ou ainda fazer a solicitação do Atestado de Direito a Assistência Médica (PB-4) – nesse último caso, você terá o suporte o serviço público de saúde”
      Um abraço

  30. Rita Amabili em

    Olá Priscila bom dia!
    eu tenho uma dúvida talvez um pouco boba rs mais o seguro de viagem internacional eu tenho que fazer no meu país de origem ou em Portugal? Estou em Portugal no momento mais vou voltar para o Brasil pra pegar o visto de residência. Desde já obrigada!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Rita
      Como vai?
      Não se preocupe, nenhuma dúvida é boba 🙂
      A contratação do seguro viagem é feita a partir do Brasil. Aqui nesse post, indicamos os nossos parceiros da Real Seguro Viagem – que é uma empresa especializada na venda de seguros. A partir das características da sua viagem e idade, eles indicam as empresas que mais se adequam para a contratação.
      Entretanto, se você vai morar em Portugal, depende da solicitação do seu visto. Você poderá, por exemplo, contratar um seguro viagem a partir do Brasil por 90 dias e, depois que começar a valer a sua residência no país, contratar um plano de saúde particular português – caso faça parte da exigência do seu visto.
      Um forte abraço

  31. Oi Pri, tudo bem?
    Aproveito pra agradecer a você por tantas dicas legais que você tem dado.Obrigada.
    Vamos pra Portugal em Abril do ano que vem. Consegui pelo cartão de crédito obter esse seguro viagem (VISA).
    É aceito também, né? Tenho que levar impresso?
    Outra coisa, tenho uma dúvida que não é sobre seguro, mas sim de passaporte.
    Meu passaporte ainda tem validade de 4 meses, após o retorno. É valido??
    Terei que ir a P.Federal obter essa informação? Pois no site não há essa informação.
    Desde já agradeço.

    Abraço.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Adriana
      Tudo bem?
      Eu que agradeço o seu carinho 🙂
      É aceito, sim! Dá uma lida na apólice, mas geralmente os cartões de crédito, quando oferecem esse seguro, já é direcionado para as exigências da União Europeia. É importante levar o comprovante da contratação dele impresso, sim!
      Sobre o passaporte, o obrigatório são 90 dias após o período da sua viagem. Ou seja, se você tem o equivalente a 4 meses após a data de retorno está ok: http://www.embaixadadeportugal.org.br/assuconsul/faq-visto.php
      Um forte abraço e uma excelente viagem!

  32. Priscila Barrelin em

    Olá, Priscila!
    Gostei muito mesmo de seu blog, e muitas informações me ajudaram com muitas dúvidas que tinha. Já moro em Portugal, no Porto mas ainda estou tratando de minha documentação. Porém meu irmão está vindo na segunda 21 e vem com estadia em hotel, porém não fizemos o seguro a tempo, e só hoje comecei a correr atrás disso. Mas tenho um problema agora, que entrei no no site o qual indicou o Real Seguro mas as opções de compra são crédito e boleto bancário, e eu só posso comprar no débito. Gostava de saber se pode me indicar algum outro site no Brasil que tenha essa opção, meu cartão é de la.
    Obrigada, beijinhos.

    • Rafael Boro

      Olá, Priscila
      Tudo bem?
      Que bom saber que os posts do Cultuga já ajudaram você. Ficamos felizes! 😉
      A única forma de fazer o seguro pela internet é com cartão de crédito e boleto. O que o seu irmão pode fazer é ir pessoalmente em uma agência de viagem do Brasil. Assim é possível comprar com cartão de débito.
      Um grande abraço!

  33. Fernando Manoel em

    Oi Priscila!! Tudo bom? Estou hoje conhecendo seu blog e já gostando de cara! Vou pra Portugal e Espanha em abril/17, ficando uns 15 dias. Eu tenho a cidadania portuguesa e penso em entrar e sair da Europa utilizando meu passaporte português… é preciso, no meu caso, já que tenho a dupla cidadania e fiz o cartão cidadão, em contratar aqui no Brasil um seguro viagem internacional? Ou, como cidadão europeu que também me tornei, fico dispensado? Se você puder me ajudar, fico já muito agradecido!
    Beijos..

    • Rafael Boro

      Olá, Fernando
      Tudo ótimo e com você?
      Legal que você está gostando do conteúdo do Cultuga! Espero que os nosso posts inspire ainda mais a sua viagem. 🙂
      Sendo cidadão português, você não precisa do seguro viagem, pois você tem o direito de usar os hospitais do país. Porém, o seu cartão cidadão tem que ter o número do Serviço Nacional de Saúde. Vale lembrar que qualquer atendimento em Portugal é pago. A taxa é pequena, mas há.
      Já para a Espanha, o seu cartão português não dá direito a utilizar os hospitais ou urgências. Aconselho que você faça o seguro viagem internacional, independente de ter a dupla nacionalidade. O valor não é alto, tem atendimento domiciliar e você ficará mais tranquilo durante todo o período que estiver na Europa.
      Um grande abraço e boa viagem!

  34. Bom dia Priscila,
    Parabéns pelo site! Fundamental todas suas dicas.
    Estou me programando pra mudar para Braga no final do ano e queria sua opinião sobre o sistema de saúde público. Encontrei informações bem diferentes em vários blogs, alguns dizendo que são muito bons e outros, especialmente em Braga, que o serviço é precário.
    Queria sua opinião sobre isso e receber indicação de alguns planos de saúde particular.
    Estou indo com meu filho e me sentirei muito mais tranquila com esta questão esclarecida.
    Muito Obrigada

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Juliana
      Tudo bem?
      Agradeço o seu carinho 🙂
      Infelizmente também não posso ajudá-la. Usamos muito pouco o sistema de saúde público e o particular. Eu e o Rafa temos um plano de saúde particular desde que chegamos a Portugal. Porém, nunca utilizamos em Braga nenhum dos dois. Usamos duas vezes o particular em Lisboa e uma vez o público em Aveiro. Entretanto, para situações muito fáceis de resolver. Posso dizer que tivemos bom atendimento em ambos, com a diferença de que o hospital público que estivemos em Aveiro era bastante simples – porém, não tenho queixas. Fomos bem atendidos e tivemos os cuidados que precisamos. Entendo a sua insegurança, pois também partilho dela. Creio que o ideal seja você fazer um plano de saúde ao chegar em Portugal, ao menos para os primeiros anos – como estamos fazendo. E, de acordo com a necessidade, ir em um e no outro para sentir quais são os pontos positivos e negativos. Somente assim poderá chegar a conclusão de como prefere. Sobre a indicação de plano, há muitas seguradoras grandes no país. Não gostaria de indicar a minha, pois não acho que ela seja vantajosa em custo/ benefício. Aconselho que, ao chegar na cidade, busque as seguradoras e visite-as pessoalmente para conhecer as apólices e ver aquela que melhor se adequa ao que precisa.
      Um grande abraço

  35. Olá Priscila, tudo bem ? Estou me programando para uma viagem de 15 dias para Portugal em abril.
    O seguro viagem é obrigatório para entrar no país ? Posso contratar online como sugeriu no site da Real Seguro e levar a apólice impressa como comprovante ? o visto não é necessário, correto ?

    Obrigada 😉

  36. Olha Thais,
    Contratei pela real um seguro de 60.000 euros, mas eles me enviaram tudo em dolar americanos!!!!!!
    Vou ficar 8 dias em.Portugal, minha viagem é semana que vem.
    É isso mesmo? Em dolares americanos???
    Ibrigada e desde ja agradecida.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Bruna
      Tudo bem?
      A Real Seguro é uma agência que agrega diversas seguradoras do mundo inteiro. Qual foi a seguradora que você escolheu? Possivelmente, ela tem sede nos Estados Unidos e, por isso, converteu o valor da sua apólice. Entretanto, para qualquer dúvida ou insegurança que tenha, poderá sempre contactar a seguradora contratada e também a Real Seguro, que vão esclarecer as suas dúvidas 🙂
      Um grande abraço

  37. fabiana marainho em

    Ola Pricila,estou morando em Porto Portugal a 7 meses,meu esposo esta aqui a 2 anos,quando vim pra ca com minha filha de 6 anos,nao conseguimo tirar o PB4,por que a secretaria da saude estava de greve!
    Entao agora estou gravida de 2meses e consigo fazer meu pre natal pois nao tenho o tal PB4,meu marido tem mais nao da pra mim consultar mesmo ele sendo responsavel por mim aqui,gostaria de saber se posso fazer o pedido no consulado Brasileiro daqui de Porto,obrigada desde ja pela resposta!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Fabiana
      Tudo bem?
      Não sei informá-la se é possível fazer esse documento a distância. O ideal mesmo é verificar diretamente com a Embaixada do Brasil em Portugal.
      Um grande abraço

  38. Jessica Morais em

    Olá.
    Pretendo viajar a Portugal com esposo e filho menor, em fevereiro de 2018.
    É necessario fazer o seguro viagem e o PB-4? Ou só o PB-4?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Jessica
      Tudo bem?
      No início desse post explico exatamente isso: “Para comprovar que você tem esse suporte, poderá contratar o seguro particular por meio de uma operadora especializada (com cobertura mínima de 30 mil euros que garanta assistência médica por doença ou acidente), checar se o seu cartão de crédito dispõe dessa opção OU ainda fazer a solicitação do Atestado de Direito a Assistência Médica (PB-4) – nesse último caso, você terá o suporte o serviço público de saúde (veja como fazer e outras informações no site do Consulado Geral do Brasil no Porto).”
      Um abraço e boa viagem

  39. olá, gostaria de saber se mesmo tendo o seguro PB-4 preciso de um seguro viagem privado? Na imigração exige qual?

    obrigada

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Rose
      Tudo bem?
      Na imigração eles exigem uma assitência médica, independente de ser o PB-4 ou o seguro viagem privado.
      O PB-4 não é um seguro viagem (pois não oferece atendimento particular, cobertura de medicamentos, assistência odontológica, assistência jurídica, repatriação e seguro de extravio da bagagem, por exemplo). Ele é suficiente para que você passe pela imigração e tenha atendimento na rede pública de saúde em Portugal, Itália e Cabo Verbe.
      Um abraço e boa viagem!

  40. Olá Priscila !
    Estou de mudança para Lisboa e seu site, me tem ajudado bastante !
    Antes da mudança, estou indo na segunda agora, dia 06/03 e tive uma dúvida…
    Obtive minha cidadania e vou pegar meu Cartão Cidadão nesta viagem, se me perguntarem na imigração,
    somente posso mostrar as cartas comprovando a cidadania e e o consequente, direito ao sistema de saúde Português…saberia me dizer ?
    Obrigado !!

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Daniele
      Tudo bem?
      Ficamos felizes que esteja gostando do conteúdo do Cultuga! 🙂
      Se você já tem o passaporte português, não é preciso comprovar nada. Entrando com o passaporte do Brasil, é preciso de todos os documentos exigidos aos brasileiros que chegam a Portugal/ União Europeia, independente dos documentos comprovativos que você têm.
      Um grande abraço e boa viagem!

  41. Bom dia , sou fisioterapeuta no Brasil e estou queremdo morar em portugual, tenho dupla cidadania italiana .
    Gostaria de saber como faço para fazer a equivaencia de diplomas e trabalhar legalmente ai. Qual universidade procurar e os tramites para me registrar também.
    Agradeço, kenia

  42. Bom dia, estou viajando para Portugal em Maio, irei passar 25 dias, entretanto, meu voo faz conexão em Madrid, gostaria de saber se apenas com o PB-4 passo pela imigração? Eu li em um site que a documentação exigida na imigração de Madrid será referente a documentação exigida para entrar em Portugal.

    Obrigada

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Cristina
      Tudo bem?
      Não sei informar a você como funciona a imigração em um outro país, fora de Portugal, pois depende da legislação aplicada por lá. Creio que se for uma conexão de poucas horas, somente para a troca de voo, não tenha problema. Entretanto, não tenho uma informação oficial sobre isso.
      Um abraço

  43. Ola Priscila,

    Sou portugues e vim passar 8 meses ao Brasil. Conheci uma brasileira e pretendemos casar em Portugal mal cheguemos. Queremos ir em Maio e ate ja temos bilhetes de aviao. Qual a solucao que me sugere para que ela passe na fronteira, no SEF do Aeroporto? Simular que vai de viagem de turismo (comprando voo de regresso, seguro de viagem, etc) e depois de chegarmos a Portugal casarmos? Ou sugere algum tipo de visto, assumindo a situacao com verdade e honestidade?

    Obrigado.

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Filipe
      Tudo bem?
      Aconselho que a brasileira que você conheceu regularize todos os documentos e faça os vistos corretos para ela viver legalmente em Portugal.
      Um abraço!

  44. Olá, antes de tudo parabéns pelo site.

    Bem, minha dúvida.
    Tenho dupla nacionalidade BR-PT, e estou de mudança para Portugal com esposa e filhos menores brasileiros.
    Eles necessitam de seguro viagem? Ou caso minha esposa use o PB4, as crianças também têm estão cobertas?
    Abraços,

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Carlos
      Tudo bem?
      Agradecemos o seu recado! 🙂

      Sim, a sua esposa e os seus filho necessitam do seguro viagem ou PB4 (eles têm direito). Além de obrigatório, é uma segurança que vocês terão, principalmente por estarem de mudança.
      Um abraço e boa viagem!

  45. Olá, estive hoje fazendo a solicitação em Goiânia do meu PB4 para Portugal, e foi super tranquilo. Os atendentes são extremamente educados e proativos. Pra Portugal não me pediram nenhum comprovante de vinculo empregatício, (apenas COPIA DE CPF, RG, PASSAPORTE E COMPROVANTE DE ENDEREÇO, ou seja não deve ter que ter necessariamente algum vinculo com INSS. Mas para o PB4 da Itália foi necessário já que entregasse além dos documentos citados acima, também as cópias dos 3 últimos contracheques e de minha CTPS com contrato de trabalho sem ter sido dado baixa.

Deixe um comentário