Palácio dos Melos: hotel histórico no coração de Viseu

0

Viseu é uma cidade perfeita para quem deseja fazer um roteiro que inclui a Serra da Estrela e o Alto Douro Vinhateiro. Isso porque ela está estrategicamente posicionada entre as principais estradas que ligam essas duas importantes regiões portuguesas.

Ou seja, pernoitar por aqui deixará a sua viagem mais confortável e você ainda poderá aproveitar para ter experiências de compras (no Palácio do Gelo, que é um dos shoppings mais bonitos de Portugal), de enoturismo (os vinhos do Dão são muito saborosos) e, claro, de cultura, pois Viseu é uma cidade cheia de vida, com uma programação de segunda a segunda.

A magia de Viseu no outono…

Em busca de uma opção de hospedagem que pudesse nos trazer esse envolvimento mais local, encontramos o Palácio dos Melos. Ele fica em um edifício repleto de histórias importantes para a região e para o país, localizado no coração de Viseu e que foi transformado em um hotel charmoso e bastante tradicional.

Igreja da Misericórdia de Viseu: pertinho do Palácio dos Melos

Hotel em Viseu: como é o Palácio dos Melos

As primeiras impressões

Como o Palácio dos Melos fica no centro de Viseu, já imaginávamos que estacionar o carro poderia exigir um pouco de paciência, visto que é algo bastante comum quando se trata de um hotel histórico. Por isso, assim que fomos chegando mais perto, decidimos parar em um estacionamento público e prosseguir a pé, assim evitávamos ter que fazer um retorno por ruas mais estreitas ou de não encontrar vaga.

Para a nossa surpresa, o hotel dispõe de um pequeno estacionamento gratuito em frente ao Palácio. Quem viaja em baixa temporada, é impecável, pois pode ter a chance de encontrar uma vaga por ali. Mas não desanime nas outras épocas do ano: nos arredores há diversos estacionamentos públicos, alguns gratuitos e outros pagos. Não é um bicho de sete cabeças e a experiência compensa bastante 🙂

Além do estacionamento do hotel, há muitas vagas disponíveis na rua por toda a volta

Eu e o Rafa adoramos pernoitar em hotéis históricos, que tiveram alguma importância para a cidade que visitamos. Por isso, já guardávamos alguma expectativa antes mesmo de chegar lá.

[Pausa para a história 😀 ]

Esse espaço nos leva em uma viagem no tempo, para a Viseu do século XV. Logo ao lado do palácio, vemos aquilo que seria o pedaço de uma muralha que cercava a cidade. Ela tinha sete portas, sendo a Porta do Soar ou Arco dos Melos – hoje monumento nacional – uma das únicas sobreviventes dessa história. Somente a título de curiosidade, nas laterais deste arco vemos dois nichos com as figuras de São Francisco de Bórgia e de Santo António.

Arco dos Melos anexado ao Palácio

Porta do Palácio que dá acesso a parte superior do Arco

De acordo com o a biografia do Palácio, nos tempos do El-Rei D. João I, essa muralha foi construída a pedido da população, após a cidade sofrer vários assaltos. Ela também é chamada de muralha afonsina, pois só foi concluída no reinado de D. Afonso V, em 1472.

O que também se sabe é que o Infante Dom Henrique – uma das principais figuras do início dos Descobrimentos – foi Duque de Viseu. Ele tinha propriedades aqui e o local ocupado hoje pelo hotel era seu ponto de trabalho e direção.

O Palácio é muito bonito e particularmente chama a atenção porque está em uma grande esquina, conectado a essa antiga porta da muralha afonsina do século XV, a Porta do Soar de Cima. Ou seja, estávamos ligados a um monumento nacional e, o melhor, o acesso a parte superior dele era feito por uma portinha (quase secreta) que ficava no fim do nosso corredor. Um luxo!

Do lado direito da fachada está a Porta do Soar de Cima

Tivemos uma recepção muito gentil pelos funcionários e ficamos em um dos quartos do edifício principal do Palácio, com decoração tradicional. Apesar de ser histórico, ele possui elevador para o piso superior.

Como chegar

Viseu está cercada por estradas rápidas, as chamadas autoestradas (sinalizadas pela letra A), que ligam importantes regiões do país. Sugiro que você coloque uma parada estratégica aqui se deseja incluir no seu roteiro a Serra da Estrela e/ ou o Alto Douro Vinhateiro, como comentei no início desse texto.

Nessa viagem, nós optamos por incluir Viseu entre Aveiro e o Alto Douro Vinhateiro. Foi também uma excelente escolha, seguindo sempre pela estrada A25, bem sinalizada. Chegamos com facilidade, em uma reta só, e em menos de 1 hora.

Para quem segue de transporte público, o ônibus é a única opção. A partir de Lisboa, a viagem tem a duração de 3h30, enquanto do Porto são entre 1h45 e 2h.

Acomodações

Ficamos em um quarto com bom espaço, ar condicionado/ aquecedor, TV, vista para a cidade, sossegado e aquela deliciosa atmosfera histórica, vintage. Ele era acolhedor, confortável e com uma limpeza impecável.

Além dos quartos do nosso andar, o Palácio ainda tem um anexo novo com os quartos standard – somando 27 no total.

O banheiro tinha uma boa ducha, com luz baixa e banheira de hidromassagem.

O único ponto fraco é realmente o wifi, que somente funciona nas áreas comuns. Entretanto, é compreensível, pois o palácio é muito antigo, tem paredes grossas de pedra e, parte delas, forma a muralha do século XV – o que dificulta bastante na propagação do sinal.

A noite de Viseu tem uma iluminação especial

Café da manhã

Tivemos um excelente café da manhã, bem completo. A sala é grande, com uma louça diferente – que chamou bastante a minha atenção – e tudo o que se tem direito: frutas, pães, bolos, cereais, iogurtes, ovos mexidos, frios, café, chá e sucos. Gostamos também de ter a oportunidade de provar doces típicos de Viseu, como o viriato, por exemplo.

Serviços e facilidades

Há diversas salas do palácio para a convivência que podem ser usadas com liberdade pelos hóspedes, seja para ler um livro, descansar ou bater um papo. Uma delas também faz conexão com a área exterior, em um gostoso terraço com mesas e cadeiras.

Palácio dos Melos
Endereço: Rua Chão Mestre, 4 – Viseu
Contato: reservasmontebelo@montebelohotels.com
Sitewww.hotelpalaciodosmelos.pt

Organize aqui a sua viagem para Portugal

icon-saude

Faça o Seguro Viagem com a Real Seguro Viagem em 6x sem juros

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro na Rental Cars

icon-hotel

Reserve o seu hotel pelo Booking, com opção de cancelamento gratuito

Serviços do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia durante a sua visita a Lisboa? Faça um tour conosco

icon-consultoria

Apaixone-se por Portugal com a nossa consultoria de viagem

icon-foto

Leve um suvenir diferente da sua viagem: faça um ensaio fotográfico

Veja também o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro com muitas dicas, sugestões de rota e outras informações sobre Portugal 🙂

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário