Eurovisão: veja Salvador Sobral cantando “Amar Pelos Dois”

0

Portugal ganhou, pela primeira vez, o Festival da Eurovisão. O responsável pelo feito foi Salvador Sobral, intérprete da bonita e profunda “Amar Pelos Dois“, escrita por sua irmã Luísa Sobral.

Salvador é intenso no palco e, diante da maioria dos concorrentes com propostas de música pop, ele se destacou. Levou uma balada portuguesa à Ucrânia, que sediou o evento em 2017, e conquistou a maior parte dos 42 países concorrentes desse ano, tanto na pontuação do público, como do júri.

O Festival da Eurovisão acontece desde 1956 e Portugal já levou representantes por 49 edições. Foi somente desta que conquistou o pódio.

Salvador havia vencido o Festival da Canção 2017 – o tradicional concurso português que classifica um músico do país para essa premiação internacional. Parabéns a esses jovens músicos portugueses, que fazem parte de uma geração criativa e apaixonada, e estão levando o nome do país para o mundo 😀

O vídeo mostra o anúncio do prêmio e, aos 4 minutos, Salvador leva sua irmã Luísa ao palco para fazer a performance de encerramento da edição, quando dividem o microfone com “Amar Pelos Dois”.

Amar Pelos Dois

Se um dia alguém
Perguntar por mim
Diz que vivi
Para te amar

Antes de ti
Só existi
Cansado e sem nada p’ra dar
Meu bem
Ouve as minhas preces
Peço que regresses
Que me voltes a querer

Eu sei
Que não se ama sozinho
Talvez devagarinho
Possas voltar a aprender

Se o teu coração
Não quiser ceder
Não sentir paixão
Não quiser sofrer

Sem fazer planos
Do que virá depois
O meu coração
Pode amar pelos dois

Autoria: Luísa Sobral | Interpretação: Salvador Sobral

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário