Dona Umbelina, a portuguesa poeta do Rio de Janeiro

✈ VIAJAR SEM SAIR DE CASA ✈
Tours Virtuais ao vivo!

Veja aqui as próximas datas e compre o seu ingresso

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Um dos grandes incentivos que tenho para continuar o Cultuga é o feedback que recebo dos leitores – com quem aprendo ainda mais sobre Portugal. Nessa semana, o Juan Alberto nos enviou um link muito especial que contava a história da Dona Umbelina, portuguesa de nascimento e com uma vida inteira cultivada no Rio de Janeiro. Para fazer poesia, não é preciso escrever, sabia?

A senhora de 89 anos anda o dia inteiro pela cidade, levando na sacola uma pilha de folhas de cadernos com poesias de sua autoria. Apesar de analfabeta, Dona Umbelina guarda em casa pelo menos 10 kg de papel com textos criados por ela. ‘Ando pelas ruas sempre com papel e caneta e peço às pessoas que cruzam meu caminho que escrevam os poemas que dito, para eu tirar os poemas da cabeça’, explica a poeta, conhecida em Mendes como ‘a portuguesa da carroça’. Ela chegou à cidade, vinda de Trás-os-Montes, Bragança (Portugal), em 1952.

Recém casada, traumatizada pela guerra, sobreviveu vendendo legumes, verduras e frutas de porta em porta. O marido Manuel trabalhava em Marseille, na França, e foi preso pelos nazistas em uma fundição, onde todos tinham que fabricar armas na guerra contra os franceses. Ele conseguiu fugir e foi para Portugal, onde os dois se conheceram e combinaram de vir para o Brasil, trazendo 800 gramas, com que compraram a primeira casa. Desta união, Umbelina teve cinco filhos homens, que prosperaram – um deles é dono da fábrica de móveis Renus, na cidade, onde ela mora hoje, já viúva.  Mesmo sem ler nem escrever, conseguiu voltar à Europa, sempre a passeio: já esteve na França, Espanha, Itália, Alemanha, Suíça e Portugal. E, com o sotaque carregado que os anos no Rio de Janeiro não levaram, ela garante: ‘o fado não é português; o fado nasceu no Brasil e batizou-se em Portugal’.

A poesia, que brota de seus lábios espontaneamente, ela diz que começou a aparecer a partir de ofensas que ouviu. ‘Uma pessoa me ofendeu muito e pensei em poesia como resposta’, lembra. Depois de tanta produtividade improvisada, acabou organizando um livro, incentivada pela professora Nerilda Salazar Gomes. Ela disse que se sentia diante de uma nova Cora Coralina e providenciou a edição de 60 exemplares – um deles está disponível na biblioteca do Colégio Estadual Professor Aragão Gomes. Apaixonada por Mendes, que a acolheu, Dona Umbelina é romântica e gosta de falar com as árvores – ‘sou uma escritora analfabeta, as árvores dizem não fica triste não, olha pras nossas folhas e escreve nelas a lição’.

Texto retirado do site Mapa de Cultura RJ


Envie este artigo para alguém que você gosta!

Este conteúdo foi útil para você? ❤

Estamos há 11 anos produzindo conteúdo autêntico sobre a cultura portuguesa e o turismo cultural de Portugal de forma independente.

Com a pandemia e a baixa do turismo, tivemos uma quebra brusca dos nossos rendimentos.

Se você gosta do nosso trabalho, veja como nos apoiar:

♥ Venha participar dos nossos tours virtuais sobre Portugal

♥ Compre as nossas fotos digitais profissionais e exclusivas para decorar a sua casa ou presentear alguém que você ama!

 Acompanhe o nosso canal no YouTube – esse apoio é gratuito e nos ajuda muito!

♥ Envie esse artigo para alguém que você gosta! Esse também é um apoio gratuito que faz toda diferença no nosso trabalho!

Viaje a Portugal com segurança ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal na Real Seguro Viagem com este link do Cultuga e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Viajar de carro é uma ótima opção para se aproximar da natureza e fazer um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking focados na higienização de seus espaços e evite surpresas frente a imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

TRANSFERS EM PORTUGAL
Conheça o Vinícius e sua equipe! Eles terão enorme carinho em receber você em segurança e tranquilidade no aeroporto.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário