Uma série de entrevistas sobre a nova música portuguesa

PORTUGAL NA PANDEMIA: acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Há muito tempo acompanho o trabalho desenvolvido pela equipe luso-brasileira do Scream & Yell. O site é originalmente brasileiro, mas entre seus jornalistas há também uma forte paixão e carinho pela música portuguesa. Isso se reflete nas entrevistas e resenhas aprofundadas, além do apoio e produção do Projeto Visto, que reune artistas das duas nacionalidades para trocar canções e experiências.

Por isso, abro espaço aqui hoje para partilhar as entrevistas de uma série que tenho gostado bastante, intitulada de “A nova cena portuguesa”, iniciada no ano passado, mas que permanece com novidades até os dias de hoje. Todos os bate-papos foram conduzidos pelos jornalistas Pedro Salgado e Bruno Capelas. Tire um tempinho para ler esses textos e conhecer algumas das novas caras da música portuguesa. Tem para todos os gostos!

– A nova cena portuguesa: Capitão Fausto

A nova cena portuguesa: O Martim

– A nova cena portuguesa: Samuel Úria

– A nova cena portuguesa: Filho da Mãe

– A nova cena portuguesa: D’Alva

– A nova cena portuguesa: Capicua

– A nova cena portuguesa: A Armada

– A nova cena portuguesa: Anarchicks

– A nova cena portuguesa: Salto

Viaje a Portugal com segurança

TRANSFERS E TOURS: guias preparados para te levar de norte a sul

TOURS A PÉ: conheça a história de Lisboa ao ar livre

TOUR DE TUK TUK:  quer ter uma experiência divertida em Lisboa?

VIAGEM DE BIKE: conheça Portugal de bicicleta elétrica e vento no rosto

SESSÃO FOTOGRÁFICA LISBOA: tenha fotos lindas no colorido de Lisboa

SESSÃO FOTOGRÁFICA PORTO: faça um ensaio romântico no Porto

SEGURO VIAGEM: contrate um bom seguro com 10% de desconto

ALUGAR CARRO: receba orçamentos das empresas mais conhecidas

HOSPEDAGEM: reserve com a opção de cancelamento gratuito

Sobre o autor

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário