Fernando Caruso: “Portugal é a Europa dublada”

✈ VIAJAR SEM SAIR DE CASA ✈
Tours Virtuais ao vivo!

Veja aqui as próximas datas e compre o seu ingresso

Envie este artigo para alguém que você gosta!

“Portugal é a Europa dublada”, disse Fernando Caruso no primeiro episódio do programa Muito Giro, que foi ao ar nesta terça-feira, no Multishow.

O humorista viajou para a terrinha com o objetivo mostrar quais são as diferenças entre os humores feitos no Brasil e em Portugal, além de descobrir de onde surgiu tanta inspiração brasileira para fazer piadas de português. Para isso, ele deu um verdadeiro “giro” pelo país e conheceu muita gente bacana em 13 episódios.

Mas como será que foi essa experiência? Convidei o Fernando Caruso para um bate-papo aqui no Cultuga. Veja como foi!

Entrevista com Fernando Caruso sobre Portugal

Você já esteve em Portugal outras vezes ou essa foi a primeira vez?

Fernando – Essa foi a quarta vez que estive no país. Em outras oportunidades fui passear… Mas também já havia me apresentado por lá.

O que você conhecia da terrinha antes de embarcar para as gravações?

Fernando – Só conhecia Lisboa e um pouquinho do Portimão – dessa única vez que me apresentei lá com o Nilton.

Qual foi a surpresa mais bacana que você teve nessa experiência do Muito Giro?

Fernando – A principal surpresa é que eles são muito mais receptivos para os brasileiros. Eu gastei muito tempo preocupado em adaptar meu vocabulário para lá, mas eles estão acostumados com a cultura brasileira há mais de 30 anos.

Quanto tempo durou as gravações?

Fernando – Foram 20 dias. Nesse período, conheci uma média de 15 cidades e, pelo menos, uns 20 comediantes. Só sobrava tempo pra dormir.

Além de “giro”, quais outras palavras – diferentes das que usamos do Brasil – você aprendeu com os tugas?

Fernando – “Fixe” é uma das minhas preferidas. “Arder” no sentido de “pegar fogo”, demorei um tempinho pra entender. Mas algumas palavras eu adoraria acrescentar ao meu vocabulário. “Malta”, por exemplo, seria excelente para descrever um jogo de futebol: “E a malta vai à loucura!”

Por fim, a pergunta mais clichê de todas: qual é a melhor piada de português que você conhece?

Fernando – A melhor piada é sempre a última que você aprendeu. A minha preferida, no momento, é: “Por que o alentejano, antes de dormir, deixa um copo com água e um copo sem água ao lado da cama? Porque ele pode ter sede ou não.”

Muito Giro vai ao ar todas as terças, às 21h30, no Multishow (horários alternativos: quarta-feira, às 14h30; domingo, às 12h30; segunda-feira, às 8h30 e terça-feira, às 15h30).


Envie este artigo para alguém que você gosta!

Este conteúdo foi útil para você? ❤

Estamos há 11 anos produzindo conteúdo autêntico sobre a cultura portuguesa e o turismo cultural de Portugal de forma independente.

Com a pandemia e a baixa do turismo, tivemos uma quebra brusca dos nossos rendimentos.

Se você gosta do nosso trabalho, veja como nos apoiar:

♥ Venha participar dos nossos tours virtuais sobre Portugal

♥ Compre as nossas fotos digitais profissionais e exclusivas para decorar a sua casa ou presentear alguém que você ama!

 Acompanhe o nosso canal no YouTube – esse apoio é gratuito e nos ajuda muito!

♥ Envie esse artigo para alguém que você gosta! Esse também é um apoio gratuito que faz toda diferença no nosso trabalho!

Viaje a Portugal com segurança ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal na Real Seguro Viagem com este link do Cultuga e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Viajar de carro é uma ótima opção para se aproximar da natureza e fazer um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking focados na higienização de seus espaços e evite surpresas frente a imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

TRANSFERS EM PORTUGAL
Conheça o Vinícius e sua equipe! Eles terão enorme carinho em receber você em segurança e tranquilidade no aeroporto.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário