As sombrinhas coloridas de Águeda

Nos últimos dias, diversas fotos de sombrinhas coloridas que decoravam o topo de uma rua portuguesa foram espalhadas pelo Facebook. Levada pela curiosidade e beleza das imagens, fui buscar do que se tratava.

Artigo escrito originalmente em 31 de julho de 2012

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

As sombrinhas coloridas de Águeda

Os guarda-chuvas fazem parte da decoração do Carnaval fora de época (ou fora d’horas) de Águeda – uma cidadezinha no distrito de Aveiro (região Beira Litoral), ao norte do país.

Veja um roteiro atualizado com dicas para encontrar as sombrinhas de Águeda!

Nessa época do ano, o governo local promove a Agitágueda, um evento que celebra o verão com diversas atrações musicais, produtos artesanais e gastronomia junto ao seu famoso rio.

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

A decoração foi feita na  Rua Luís de Camões, no centro da cidade, e ficou durante toda a festividade. O evento terminou nesse último domingo, dia 29.

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

Foto: Reprodução/ Flickr/ Patrícia Almeida

Todas as fotos desse post são de autoria de Patrícia Almeida, uma fotógrafa lusa que documentou esse evento de maneira brilhante.

Veja outras fotos em no Flickr: http://www.flickr.com/people/vento-na-praia/

Temos um vídeo no canal do Cultuga no YouTube mostrando mais dos lindos guarda-chuvas coloridos de Águeda

Envie para alguém que também vai gostar!

Portugal mais perto de você

Conheça a equipe que trabalha conosco e as experiências que vamos proporcionar a você e sua família nesta viagem:

Passeios e Experiências em Portugal

Viaje com tranquilidade

Receba orçamentos das empresas mais conhecidas para serviços de turismo em Portugal com opção de cancelamento gratuito:

Sobre o autor

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário