Ginjinha de Óbidos: conheça boas histórias e saiba onde comprar este famoso licor artesanal

PORTUGAL NA PANDEMIA: acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

Você sabe o que é ginjinha de Óbidos? A ginja é uma espécie de cereja selvagem – amarga, pequena e bem vermelha. Deste fruto é produzido um licor famoso em Portugal também chamado de ginja ou ginjinha. Hoje vamos te contar como é feita essa bebida docinha e também recomendar bons lugares de onde comprar a ginjinha de Óbidos.

No final deste artigo tem um vídeo delicioso sobre a ginja de Óbidos para você assistir!

Ginjinha de… Óbidos?

Óbidos Portugal

Óbidos é uma vila medieval encantadora no centro oeste de Portugal

Óbidos portugal

Ah… os recantos charmosos de Óbidos!

Uma das ginjinhas mais famosas do país é, sem dúvidas, a ginja de Óbidos. Em muitos lugares dessa vila medieval ela é servida em um copinho de chocolate – o que deixa a experiência ainda mais sensorial.

Mas Óbidos não é o único lugar que produz esse licor artesanal em Portugal. Há também ginjinhas bem famosas em Lisboa e em Alcobaçae já te digo que também valem a pena provar, pois são sempre diferentes. 

O que é e como é feita a ginjinha?

A receita da ginja é bem antiga e muito simples.

Ginja Fruto e Árvore

Ginja: o fruto, a flor e a árvore (fotos retiradas do Caderno de Especificações da Ginja de Óbidos e de Alcobaça, disponível no site Produtos Tradicionais Portugueses do Governo de Portugal)

Após a colheita das ginjas – que geralmente acontece no mês de junho – os frutos são colocados inteiros para curtir em um preparo com água, álcool e açúcar durante alguns meses. E mais nada.

Não são colocados corantes. Há, sim, algumas receitas que podem aromatizar a ginjinha com canela ou baunilha. Mas a base é a mesma.

As ginjinhas de Óbidos e de Alcobaça têm a mesma origem – em uma receita monástica. A história conta que eram os monges daquela região os autores deste preparo, pelo menos desde o século XVII.

Há diversos documentos que comprovam a existência do cultivo, da produção do licor e de seu consumo ligados a vida religiosa por aqui.

Na primavera os ginjais ficam lindos, repletos das típicas flores brancas – muito similar ao que vemos nas cerejeiras. E as ginjeiras fazem parte do primeiro grupo de árvores a dar fruto após o inverno em Portugal.

Quando consumir a ginja

Este licor artesanal de cor rubi é também reconhecido por ser um excelente digestivo genuinamente português.

O sabor é forte e bem docinho.

Mas tenha atenção, pois a ginjinha costuma ter cerca de 20% de teor alcoólico. Por isso ela é servida em uma pequena dose.

Para quem está em viagem é sempre hora de provar! E, se gostar, poderá ainda levar uma garrafa para casa para matar as saudades. :)

Roteiro: o que fazer em Óbidos

Como beber a ginja de Óbidos

Ginjinha de Óbidos

Ginjinha servida no copo de chocolate

Em Óbidos, você vai encontrar lugares que vendem a ginja com copinho de chocolate ou em uma taça própria para licor. Você poderá escolher como quer a sua experiência ou provar ambas – que eu recomendo vivamente.

Se optar pelo copinho de chocolate, depois de beber o licor, é comer o copo – feito de um chocolate mais amargo para quebrar o docinho da ginja.

Ginjinha de Óbidos no copo de chocolate

Depois de beber a ginja, é hora de comer o copo de chocolate!

Você também vai perceber que algumas garrafas possuem o próprio fruto dentro. Você sabia que pode comer a ginja depois de beber a ginjinha? É bem amarga – boa para quebrar o doce.

Tenha apenas atenção que o fruto ginja tem caroço, ok?

Por que o copinho de chocolate?

Anualmente, desde 2002, acontece o Festival de Chocolate de Óbidos. Assim, a vila recebe diversas barraquinhas e muitas atividades que usam o chocolate como base.

Festival do Chocolate de Óbidos

Castelo de Óbidos decorado para o Festival de Chocolate

E foi nesse contexto que nasceu a tradição de servir a ginjinha no copo de chocolate. Foi uma ideia de deu tão certo e ultrapassou o período do festival.

Onde dormir em Óbidos: lugares deliciosos!

Onde comprar a ginjinha de Óbidos

Na vila medieval de Óbidos, você vai encontrar ginjinhas para vender em praticamente todas as portas de comércio. Ela é servida em barraquinhas, dentro das lojas e também em bares e restaurantes.

Em grandes supermercados ao longo do país e também em garrafeiras é fácil encontrar ginjinhas para comprar.

Pode ter a certeza de que não vão faltar oportunidades!

Entretanto, deixamos como recomendação os três locais que eu e o Rafa visitamos em Óbidos para produzir o vídeo do Cultuga que está no final deste artigo – cada um traz uma história interessante.

O bar Ibn Errik Rex (Rua Direita, 100), por exemplo, conta que foi o primeiro lugar a vender ginjinha em Óbidos para degustação, ainda na década de 1950.

Ginjinha de Óbidos

Rafa conversando com o Sr. Tavares no interessantíssimo Bar Ibn Errik Rex, em Óbidos

Por aqui, é a maneira antiga: a produção deles é própria e totalmente artesanal, servida em uma taça. Destaque também para a atmosfera e a decoração do bar que são fantásticas, pois ali funcionava um antiquário. Assista ao vídeo (no fim deste post) para conhecer a história do Sr. Tavares!

Ginjinha de Óbidos

No Bar Ibn Errik Rex, em Óbidos, a ginjinha é (bem) servida em uma taça de licor

Fomos também a Loja do Artesanato (Rua Direita, 27), quando a Margarida nos mostrou duas marcas muito expressivas na região de Óbidos: a Oppidum e a Vila das Rainhas. Duas boas ginjinhas expressivas no mercado nacional e que podem ser compradas em diversos tamanhos.

Ginjinha de Óbidos

Na Loja do Artesanato fomos recebidos pela Margarida

Ginja de Óbidos oppidum e vila das rainhas

Por fim, conhecemos também a Bárbara, de uma loja que fica exatamente na entrada da porta principal da vila de Óbidos (Rua Josefa d’ Óbidos, 8). Uma casa bem bonita, uma loja com artesanatos de encher os olhos ali da região. É também lá que é vendida a Ginjinha da Porta 7, de produção familiar.

Ginjinha de Óbidos Porta 7

A Bárbara nos contou a história da Ginjinha da Porta 7

Ginjinha de Óbidos

Óbidos: como ir e onde estacionar

Vídeo sobre a ginjinha de Óbidos

Você sabia que o Cultuga tem um canal no YouTube? Por lá, também mostramos muito de Portugal!

Assista ao vídeo que fizemos sobre a ginjinha conversando com esses obidenses que nos receberam tão bem:

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Portugal perto de você ❤

Há 11 anos produzimos conteúdo autêntico sobre cultura portuguesa e turismo cultural de Portugal!

 YOUTUBE
Inscreva-se
em nosso canal no YouTube – há sempre novidades!

NEWSLETTER
Cadastre-se na nossa newsletter
 e receba atualizações por e-mail

Viaje a Portugal com tranquilidade ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE
Faça o seguro para Portugal na Real Seguro Viagem. Você ganha 10% de desconto!

icon-carro

ALUGAR CARRO
Viaje de carro com um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking e proteja-se de imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

SESSÃO FOTOGRÁFICA
Eternize a sua viagem a Portugal com um ensaio fotográfico!

TOURS E TRANSFERS
Conheça o trabalho do Vinícius! Ele e sua equipe vão receber você com carinho e conforto!

Sobre o autor

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário