Músicas brasileiras inspiradas na Revolução dos Cravos

PORTUGAL NA PANDEMIA: eventos podem ser adiados ou cancelados; atrações e estabelecimentos podem funcionar sob horário e regime especiais. Acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

Envie este artigo para alguém que você gosta!

A agência de notícias Lusa fez um hotsite especial sobre os 40 anos da Revolução dos Cravos com documentos e opiniões importantíssimas sobre o ato que deu a liberdade ao povo português no dia 25 de abril de 1974. Reproduzo aqui trechos de uma matéria bem interessante relacionando músicos brasileiros que foram influenciados por esse momento português. Acompanhe!

“Em abril de 1974, enquanto a revolução ocorria em Portugal, o Brasil vivia o décimo ano da sua ditadura militar, que duraria até 1985.

Em “Tanto Mar” (1975), Chico Buarque retrata a vontade de viver a mesma “festa” que os portugueses. “Sei que estás em festa pá/ fico contente/ E enquanto estou ausente/ guarda um cravo para mim”, diz a primeira estrofe da canção. “Lá faz primavera pá/ cá estou doente/ manda urgentemente/ algum cheirinho de alecrim”, completam os últimos versos da música.

A canção foi censurada no Brasil e lançada em 1978, com versos diferentes: “Foi bonita a festa, pá/ fiquei contente/ E inda guardo, renitente/ um velho cravo para mim”. A última estrofe também foi alterada: “Canta a primavera, pá/ cá estou carente/ Manda novamente/ algum cheirinho de alecrim”.

Já a dupla Kleiton e Kledir lançou a música “Vira Virou”, considerada um fado brasileiro, em 1980. “Vou voltar na primavera/ Era tudo o que eu queria/ Levo terra nova daqui/ Quero ver o passaredo/ Pelos portos de Lisboa/ Voa, voa que chego já” é um trecho da canção, que também foi gravada pelo grupo MPB4 e pela argentina Mercedes Sosa, em espanhol.

“Quando falo a frase ‘Levo terra nova daqui’, significa em parte que estamos juntos nessa luta de renovação. Aprendemos com Portugal e desejamos que nossas experiências positivas, as lutas no Brasil, também tenham reflexos”, afirmou à Lusa Kleiton Ramil, compositor da música.”

Leia a matéria na íntegra


Envie este artigo para alguém que você gosta!

Este conteúdo foi útil para você? ❤

Estamos há 10 anos produzindo conteúdo autêntico sobre a cultura portuguesa e o turismo cultural e criativo de Portugal de forma independente. Você se identifica com essa proposta?

 Acompanhe o nosso canal no YouTube

Colabore via PayPal para continuarmos ativos

Conheça nossas experiências para quem viaja a Portugal

Viaje a Portugal com segurança ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal na Real Seguro Viagem com este link do Cultuga e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Viajar de carro é uma ótima opção para se aproximar da natureza e fazer um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking focados na higienização de seus espaços e evite surpresas frente a imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

TRANSFERS EM PORTUGAL
Conheça o Vinícius e sua equipe! Eles terão enorme carinho em receber você em segurança e tranquilidade no aeroporto.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário