O que fazer em Alcobaça (além do Mosteiro)?

Conhece alguém que vai viajar para Portugal? Envie este artigo!

Quem passa por Alcobaça, uma coisa é certa: sempre vai ao seu Mosteiro. Patrimônio da humanidade e famoso por guardar os restos mortais de D. Pedro e Inês de Castro, o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça é, certamente, um dos mais bonitos de Portugal. Mas a magia dessa cidade não acaba por aqui. Foi atrás de seus sabores e tradições que eu e o Rafa fizemos essa primeira parada no centro de Portugal (com uma pernoite em um lugar especial) e, agora, divido com você as nossas melhores descobertas sobre o que fazer em Alcobaça.

“Quem passa por Alcobaça
Não passa sem lá voltar
Por mais que tente e que faça
É lembrança que não passa
Porque não pode passar.”

Alcobaça, música tradicional portuguesa que ficou famosa na voz de Maria de Lurdes Resende na década de 50 (com letra de Silva Tavares e música de Belo Marques)

O que fazer em Alcobaça?

Uma imersão na autêntica Chita de Alcobaça

oquefazeremalcobaca_chita_de_alcobaca_madeinalcobaca_cultuga_2

Loja Made in Alcobaça, em frente ao Mosteiro

Caminhando pela Praça 25 de Abril, em frente ao Mosteiro, não foi difícil se encantar com a fachada da loja Made in Alcobaça. Pela beleza e variedade da Chita de Alcobaça, logo decidimos entrar.

Fomos recebidos com grande entusiasmo por sua idealizadora, a Florbela Costa – que nasceu na região de Trás-os-Montes, mas vive em Alcobaça há 21 anos. Todas as peças da loja usam da chita ou de seus padrões para estampa. São itens de vestuário, decoração e outros utilitários absolutamente inspiradores. A Florbela os desenha e, então, com o suporte de artesãos locais, os produz.

Além das peças prontas, uma outra mais valia para os apaixonados por artesanato – como eu :) – é que ela também vende os tecidos a metro.

A chita é um tecido de algodão estampado que foi levado da Índia para a Europa pelos portugueses no século XV. Especificamente a Chita de Alcobaça tem como características as riscas largas com figuras variadas, como pássaros, aves exóticas, animais, flores, frutos, figuras humanas, cornucópias, ânforas, ninhos e frutos tropicais.

oquefazeremalcobaca_chita_de_alcobaca_madeinalcobaca_cultuga

Peças com Chita de Alcobaça

“A Chita de Alcobaça tem as suas primeiras referências no século XVI. Já nos textos de Gil Vicente, nomeadamente na “Farsa dos Almocreves”, se encontram excertos descrevendo o Pano de Alcobaça. Por volta de 1530, existiam vários teares em Alcobaça, Évora e Turquel que sustentavam os habitantes dos Coutos de Alcobaça. 

A partir do século XVII e até meados do século XIX, Alcobaça foi um importante centro de manufatura de fiação e tecelagem. Acolheu centros fabris designados aquando das reformas do Marquês de Pombal, e dada a sua proximidade com o mar, conseguia receber grandes quantidades de algodão vindos da África, Brasil e Inglaterra, e agora era um dos centros que abastecia todo o país com tecidos. Nesta altura dá-se também a especialização nos estampados e padrões utilizados na Chita de Alcobaça”

– texto retirado de um quadro destacado em uma das paredes da Made in Alcobaça

Made in Alcobaça
Endereço: Praça 25 de Abril, 64 – Alcobaça
Horário: segunda a domingo, das 09h30 às 19h30
Contato: (+351) 262 585 402/ info@madeinalcobaca.com

Quer um suvenir especial em Portugal? Veja a nossa dica!

Desfrutar da música barroca em um cenário mágico

oquefazeremalcobaca_joaopauloferreira_luispecas_cultuga

enCanto: João Paulo Ferreira e Luís Peças

Almoçamos no restaurante Portas de Fora, junto ao centro histórico. E, ao dizer a Sra. Nélia Garcia (que atendeu a nossa mesa) que buscávamos outras atrações em Alcobaça além do Mosteiro, ela prontamente nos mostrou a fotografia do João Paulo Ferreira e do Luís Peças na capa de um jornal da cidade e disse, com o peito cheio: “Eles cantam muito bem. Não deixem mesmo de vê-los”. 

Então, não foi surpresa quando, ao visitar a Made in Alcobaça, a Florbela disse que em poucos minutos sairia rapidamente da loja para prestigiar também a tal dupla. Com indicações tão espontâneas, só nos restava ir até o local conhecê-los.

As apresentações são gratuitas e acontecem todos os dias em dois horários, das 10h às 12h30 e das 14h às 17h, no Arco de Claraval, do lado de fora do Mosteiro de Alcobaça.

Ao chegarmos por lá, ficamos impressionados com a afinação e o carisma de ambos. Ao fim do espetáculo, fortemente aplaudido, fomos conversar com eles. Assim, descobrimos que a dupla é luso-brasileira, pois o João Paulo Ferreira é brasileiro e o Luís Peças é português (nascido em Alcobaça).

O João Paulo e o Luís são cantores líricos e, juntos, formam o projeto “enCanto” – levado a diversas partes do mundo. Até o ano passado, eles atuavam diariamente dentro do Mosteiro de Alcobaça. O Luís, inclusive, já fazia esse trabalho há mais de 10 anos, sempre de abril a setembro. Entretanto, a nova direção do Mosteiro não renovou o contrato deles, fazendo com que a dupla tivesse que buscar um novo espaço para mostrar sua música.

Sabendo dessa história é que entendemos o imenso carinho das pessoas que haviam os indicado. Não somente a Sra. Nélia, como também a Florbela, além de levarem Alcobaça no coração, lutam para que artes e tradições locais não morram.

Assim, reforço o coro delas e sugiro que você dê uma passadinha no Arco de Claraval (com ligações a Praça D. Afonso Henriques e a Praça da República), quando estiver em Alcobaça, para aplaudir também esse trabalho impecável, feito com imensa paixão, e – principalmente – para todos.

enCanto – João Paulo Ferreira e Luís Peças
Endereço: Arco de Claraval (fora do Mosteiro), com ligações a Praça D. Afonso Henriques e a Praça da República
Horário: todos os dias, das 10h às 12h30 e das 14h às 17h
Contato: encantojl@gmail.com
Preço: gratuito

Provar os sabores de Alcobaça (e levá-los para casa)

oquefazeremalcobaca_granja_de_cister_loja_produtos_regionais_compras_cultuga_2

Produtos regionais na Granja de Cister

Alguns dias antes da nossa viagem, encontramos na Internet referências a Granja de Cister. Nos chamou a atenção, pois não se tratava de uma loja comum ou um pequeno supermercado, mas de um projeto da Cooperativa Agrícola de Alcobaça que tem como objetivo promover e divulgar o que de melhor é produzido na região.

Sendo assim, separamos algum tempo da nossa passagem por Alcobaça para conhecê-los. A loja é muito organizada e conta com uma boa variedade de produtos locais, que podem ser consumidos durante a sua viagem ou mesmo para levar como lembrança ao Brasil, como vinhos (recentemente premiados), azeites, licores, a ginja de Alcobaça, bolachinhas, geleias, queijos, flor de sal, além da famosa maçã de Alcobaça, com grande qualidade.

oquefazeremalcobaca_granja_de_cister_loja_produtos_regionais_compras_cultuga

A Granja de Cister fica a cerca de 1km do Mosteiro de Alcobaça

Depois de visitar a loja, fomos conversar com um de seus responsáveis, o Bruno Pereira, para entender mais sobre a filosofia da Cooperativa. Ele nos explicou que, além de manter o espaço para a venda, a Cooperativa ainda propõe degustações de produtos locais aos interessados, promove showcookings, almoços e também faz passeios guiados aos produtores (com marcação prévia) para que os viajantes possam conhecer de perto uma vinícola local, um lagar de azeite e também os pomares da maçã de Alcobaça.

Granja de Cister
Endereço: Rua de Leiria – Alcobaça
Horário: todos os dias, das 9h Às 20h
Contato: (+351) 262 597 565/ geral@granjadecister.pt
Circuitos turísticos: www.somosdaterra.com

Como chegar de Lisboa a Alcobaça

De carro, a partir de Lisboa, são cerca de 120km, sempre pelas autoestradas. Se você subir pela A8, poderá fazer uma parada estratégica na Vila de Óbidos ou conjugar a sua visita com Nazaré, por exemplo. Se deseja ter Alcobaça como base no centro do país, sugiro que passe a noite no Solar da Cerca do Mosteiro, com excelente localização (vizinho ao Mosteiro de Alcobaça, no coração da cidade) e estacionamento privado gratuito.

Se a sua opção é o transporte público, a partir de Lisboa siga de ônibus pela Rede Expressos. São cerca de 2 horas de viagem com saída da Rodoviária Sete Rios (junto a estação de metro Jardim Zoológico, linha azul). O acesso ao centro histórico a partir da rodoviária de Alcobaça poderá ser feito a pé ou rapidamente de táxi (caso você esteja com malas).

Onde se hospedar em Alcobaça

É possível ver a cidade e o Mosteiro de Alcobaça a partir de alguns quartos do Solar da Cerca do Mosteiro

A cidade de Alcobaça é uma boa base para você explorar a região centro oeste de Portugal. Tivemos uma ótima experiência no Solar da Cerca do Mosteiro, um hotel cheio de história, localizado ao lado do Mosteiro e com um lindo jardim. Vale a pena reservar essa hospedagem para aproveitar a viagem!

Datas importantes em Alcobaça

Para quem está com viagem marcada para Portugal no mês de novembro, vale a pena verificar as datas da Mostra de Doces & Licores Conventuais. Essa é um dos principais eventos da cidade. Uma outra data que reúne bastante gente na cidade, dessa vez, com clima de folia, é o Carnaval de Alcobaça – com programação para todas as idades, desde desfiles infantis, aos bailes da terceira idade, até as noites com DJ.

Para os fãs da música erudita, entre os meses de junho e julho há o CisterMúsica. Fica o aviso também que dia 20 de agosto é feriado em Alcobaça (e coincide com a época da Feira de São Bernardo).

Boas escolhas para sua viagem a Portugal

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal com a Real Seguro Viagem e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Utilizamos o Booking para reservas há mas de 15 anos. Apartamentos turísticos, casas típicas rurais e excelentes hotéis com cancelamento gratuito!

Conheça os serviços do Cultuga!

icon-carroTRANSFER E TOURS
Tenha uma viagem a Portugal tranquila com os transfers e tours do Vinícius e sua equipe!

TOURS A PÉ
Conheça Lisboa a pé com os nossos tours históricos e culturais!

icon-tourTOUR DE TUK TUK
Quer ter uma experiência divertida? A Kamila vai te levar em um tour de tuk tuk!

icon-foto

SESSÃO FOTOGRÁFICA
As nossas fotógrafas conhecem os lugares mais bonitos para fazer o seu ensaio fotográfico!

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

18 Comentários

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Claudia
      Como vai?
      Agradeço a sua sugestão. Conhecemos a proposta do Parque, mas não foi dessa vez que conseguimos visitá-lo, pois estivemos em Alcobaça antes do início da temporada desse ano. Esperamos ter uma nova oportunidade :)
      Um forte abraço

  1. Avatar

    Olá. Deixo-lhe outra sugestão: o Museu de Cerâmica de Alcobaça – Galeria Conventual que tem, de forma gratuita mais de duas mil peças de faiança portuguesa desde o século dezoito à actualidade. É a Colecção Pereira de Sampaio que, no Ano de Portugal no Brasil, teve um livro publicado com cem peças escolhidas da colecção e a Família recebeu, nessa altura, a visita da então Ministra da Cultura do Brasil, Marta Suplicy, dada a qualidade do acervo. Tem esta nova proposta para uma nova visita à cidade. Obrigado, JPS

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Jorge
      Agradeço a sugestão. Espero que possamos conhecer o Museu em uma outra oportunidade, a nossa próxima ida ao centro!
      Um forte abraço

  2. Avatar
    Daniel Martins em

    Olá Priscila Roque,

    Saudações.

    Meu nome é Daniel, eu e meu tio, pretendemos sair de Lisboa para Óbidos e, no fim da manhã, de Óbidos para Alcobaça. Vamos usar autocarro (ônibus). Qual a linha de Óbidos para Alcobaça?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Daniel
      Como vai?
      A disponibilidade vai depender do dia da semana e do horário que precisam pegar. Você poderá pesquisar diretamente aqui, com a empresa que faz a gestão dos transportes do centro: http://www.rodotejo.pt/
      Um forte abraço e uma excelente viagem

    • Rafael Boro

      Olá, Sandro
      Tudo bem?
      Bom saber que gostou do post. Batalha é uma vila muito rica em história!
      Um grande abraço!

  3. Avatar

    Ola, boa noite….vou estar em Lisboa e pretendo fazer um bate volta em Obidos/Alcobaça.
    Minha duvida: Começar por Obidos distante de Lisboa 90km ou Alcobaça (120km).
    Minha logica diz para ir direto a Alcobaça/Obidos/Lisboa.
    Visitando o site linha Verde nao teria um horario adequando para voltar a Lisboa.
    Alguma sugestão para melhorar esse roteiro????
    Obrigada.

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Lucia
      Tudo bom?
      De carro, é possível fazer Óbidos e Alcobaça no mesmo dia. Eu começaria por Óbidos. ;)
      Porém, se quiser usar o transporte público, nesse caso o ônibus, você vai precisar escolher uma delas. Infelizmente, não há ligação entre Óbidos e Alcobaça, pois elas são bem pequenas, principalmente a vila de Óbidos. Os horários de volta para Lisboa também são escassos.
      Espero que você consiga aproveitar as duas ou uma delas. Tenho certeza que você vai gostar de qualquer um dos passeios. :)
      Um abraço e boa viagem!

  4. Avatar

    Olá!
    Para quem vai visitar Alcoçaba de caro, com malas (bem escondidas no porta malas!), qual a melhor opção de estacionamento? Isso vale, se souber responder (rs), para Tomar, Óbidos e Batalha, pois, dessas, farei algumas em bate e volta e outras durante o percurso Coimbra-Lisboa (essas últimas escolherei justamente utilizando o critério de segurança das malas).
    Obrigado!

    • Rafael Boro

      Olá, Daniel
      Tudo bom?
      Há um pequeno estacionamento em frente ao Mosteiro de Alcobaça. Outra opção é procurar vaga nas ruas próximas.
      Em Tomar há estacionamento no Convento de Cristo e nos arredores do centro histórico, com fácil deslocamento. Outra opção é deixar o carro perto do Museu dos Fósforos.
      Na vila de Óbidos tem um grande estacionamento a poucos metros do portal de entrada. Já na Batalha, há muitas vagas em volta de todo o Mosteiro.
      Um abraço e boa viagem!

  5. Avatar

    Ola Rafael e Priscila!

    Preciso escolher uma cidade próximo de Fatima para passar uma noite e visitar o Santuário antes de chegar em Lisboa. Voces acham que Alcobaça é uma boa alternativa? Sugerem outra opção?

    Obrigado e Parabens pelo excelente blog!!!

  6. Avatar

    Olá,

    Farei uma viagem por Portugal de carro e estou com uma dúvida. Tenho dois dias para conhecer Óbidos, Alcobaça, Nazaré, Batalha,Fátima, Tomar mas não sei qual a melhor cidade para passar a noite e seguir caminho. Pode ajudar, por favor?

Deixe um comentário