Roteiro em Óbidos: encante-se nessa vila medieval

49

Ir a Óbidos é uma experiência que todo o viajante que faz um roteiro por Portugal deveria ter. É uma verdadeira vila medieval de contos de fadas, pequenina, conservada e com um acesso super fácil em um bate-volta de transporte público a partir de Lisboa (pois são menos de 90km de distância) ou para quem viaja de Lisboa ao Porto usando um carro alugado.

Meio período do dia é o mínimo suficiente para sentir um pouco dessa magia (quem conhece, não esquece jamais, garanto!). Mas aos que querem mergulhar em um mundo medieval, aconselho ainda passar uma noite por lá.

Artigo atualizado em 12 de setembro de 2017

Roteiro em Óbidos: o que fazer nessa vila medieval?

O que fazer em Óbidos

Vista a partir das muralhas de Óbidos

O encanto começa logo na chegada. Do Castelo sai uma muralha com 1,5 km que abraça pequenas ruazinhas e forma a vila medieval.

Ao passar pela Porta da Vila (com uma capela-oratório dedicada a Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Óbidos, e uma coleção muito bonita de azulejos do século XVIII que retratam a Paixão de Cristo), suba logo as escadas que estarão do seu lado esquerdo e percorra a muralha para ter uma visão de cima da vila, além da bonita paisagem natural e da agricultura que envolvem a região.

Lembre-se de visitar Óbidos com sapatos confortáveis e que te ofereçam segurança. Não há proteção na muralha. Portanto, esteja atento ao caminho e seja cuidadoso.

Para quem vai viajar para Portugal com crianças, incluir Óbidos no roteiro é uma excelente escolha. Entretanto, não leve crianças muito pequenas para o topo das muralhas. Prefira percorrer a vila por entre suas ruas – que já vai fazer grande sucesso com os pequenos, pois parece até cenográfica de tão colorida e graciosa, saída das páginas de um livro.

Doces portugueses que você PRECISA experimentar

O que fazer em Óbidos

Depois, passeie por dentro da vila amuralhada para ver os becos floridos, as pequenas casas pintadas com faixas azuis e amarelas e o artesanato. A Rua Direita é o caminho principal de Óbidos, mas perder-se pelas estreitas e charmosas travessas também trazem bonitas surpresas.

O que fazer em Óbidos

Os detalhes e o charme da vila de Óbidos

Há igrejas e capelinhas que também podem ser visitadas. Uma delas, a mais interessante, na minha opinião, é a Igreja de São Tiago. Ela já teve seus grandes momentos durante a monarquia portuguesa. Entretanto, após o terremoto de 1755 (que não abalou somente Lisboa), mesmo com sua reconstrução, acabou por ser largada ao abandono.

O que fazer em Óbidos: livraria santiago

Livraria Santiago: uma antiga igreja, logo ao lado do Castelo de Óbidos

Em 2013, o dono da livraria lisboeta Ler Devagar decidiu transformá-la em um espaço voltado à literatura e, assim, dar início a um novo projeto em Óbidos com o objetivo de torná-la uma “Vila Literária”. Nasceu, assim, a curiosa Livraria Santiago, a primeira dos 11 espaços recuperados.

Não deixe de visitar também a livraria do Mercado Biológico, que mistura livros a frutas, verduras e legumes de produção orgânica.

O que fazer em Óbidos: livraria do Mercado Biológico

No Mercado Biológico de Óbidos os livros dividem espaço com produtos orgânicos

Aliás, a história de Óbidos começa lá atrás, em 308 a.C, quando foi fundada pelos celtas. Por aqui, já passaram diversos povos da Idade Antiga e Idade Média, entre romanos, visigodos e mouros.

Mas o que vemos hoje tem relação direta com a história da formação de Portugal. Óbidos foi tomada dos mouros em 11 de janeiro de 1148 pelo primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques. Depois, já no século XIII, D. Dinis ofereceu o Castelo de Óbidos para a rainha Santa Isabel durante as núpcias. Até 1834, todas as rainhas passaram a ter a Vila como dote e é por isso que ela ainda permanece com um aspecto tão gracioso.

Ginjinha no copo de chocolate: imperdível!

O que fazer em Óbidos: tomar uma ginjinha

A nossa ginjinha no copo de chocolate, como não poderia faltar

Nas ruas de Óbidos, principalmente ao longo de toda a Rua Direita, você encontra muitos locais que vendem sua famosa ginjinha.

A ginja é um fruto parente da cereja. Depois de colhida (em árvores parecidas com a cerejeira, inclusive), a ginja é curtida em aguardente com açúcar e canela por alguns meses. Deste preparo, sai a ginjinha, um licor digestivo tipicamente português preparado e consumido em diversas partes do país.

Aqui em Óbidos, ela é servida em um copinho de chocolate – que você come no final nhamComo sugestão, deixo a indicação do Bar Ibn Errik Rex, na Rua Direita, que já fui algumas vezes. Além da bebida, eles também servem bons petiscos.

A ginjinha de Óbidos tem um sabor forte, bem docinha, e um aroma apurado. Acredita-se que sua origem seja do século XVII, feito a partir de receita conventual, da qual um frade tirou partido das grandes quantidades do fruto existentes na região, executando o refinamento dessa bebida.

Onde dormir em Óbidos?

onde dormir em óbidos: castelo de óbidos

Hospede-se no histórico e imponente Castelo de Óbidos

Para quem deseja ter uma experiência diferente durante um roteiro de viagem em Portugal, pernoitar em Óbidos pode ser bem interessante. Apesar da vila ser pequena e não ter muita coisa para fazer a noite, a graça de dormir em uma vila medieval é justamente sua calmaria e a beleza da iluminação.

São duas as sugestões que tenho para quem deseja dormir em Óbidos. A primeira é para quem procura por uma hospedagem medieval. No próprio Castelo de Óbidos funciona hoje um hotel que faz parte do conceituado grupo Pestana, dentro das chamadas “Pousadas de Portugal” (as “pousadas”, em Portugal, não se referem a hotéis familiares e mais simples, como no Brasil. São, na verdade, hotéis feitos a partir de edifícios históricos, como castelos, conventos, palácios, etc.).

Esse é um hotel histórico – classificado, inclusive, como Monumento Nacional. Ele tem pequenas limitações por manter partes originais das diversas fases do Castelo, mas isso também é o seu charme – visto que oferece conforto e a oportunidade de passar uma noite bem diferente. Em 2007, esse castelo foi eleito uma das 7 Maravilhas de Portugal.

onde dormir em óbidos

O hotel Casal da Eira Branca fica dentro da Vila

Uma outra opção ideal para quem está viajando de carro alugado em Portugal e deseja fazer uma parada estratégica no centro oeste do país, em Óbidos, é o hotel Casal da Eira Branca, no próprio centro da vila e em um edifício considerado patrimônio histórico.

Essa é uma hospedagem bastante familiar, com aspecto rústico, mas sem perder o conforto. Há quartos mais em conta e também apartamentos com mini cozinha.

Lembre-se apenas que, se você estiver de carro, em qualquer que seja a sua opção dentro das muralhas de Óbidos, você não vai conseguir parar em frente ao hotel para descarregar as malas. O carro fica do lado de fora da vila, perto do portal, e você precisará entrar a pé com as malas.

O que fazer em ÓbidosO que fazer em Óbidos

Onde comer em Óbidos?

Há diversos restaurantes dentro e fora das muralhas. Eu costumo ir ao restaurante Tasca Torta, que é pequeno, mas bastante acolhedor, com bom custo/ benefício e fica na rua principal da Vila de Óbidos (Rua Direita, 81).

Os pratos de carne e de peixe são muito bons. Se você puder reservar antes de ir, melhor. Assim, não corre o risco de ficar esperando muito (tel: +351 262 958 000 – almoço, das 12h30 às 14h30. Jantar, das 19h30 às 22h. Fecha terça-feira).

Onde comer em Óbidos: capinha d'Óbidos

Especialidades da época de Natal na Capinha d’Óbidos

Para tomar um café, recentemente conhecemos a Capinha d’Óbidos, que foi uma agradável surpresa: a começar pelo aroma de pães e doces que saem do forno a lenha, preparados ali mesmo, a frente dos clientes. Ela também fica na rua Direita.

Leve um suvenir inesquecível de sua viagem a Portugal

Como chegar a Óbidos?

Carro: a partir de Lisboa, pegue a auto-estrada A8 sentido Leiria. Óbidos fica antes, na saída 15, distante pouco menos de 90km da capital. Da própria estrada já dá para ver a vila. Há também um amplo estacionamento, bem fácil para parar e fazer a visita. Para quem quer aproveitar para conjugar o passeio com outros lugares da região, pode ir ao Mosteiro da Batalha e/ ou a Fátima, por exemplo.

Caso você não dirija, poderá também fazer em excursão ou tour privativo envolvendo cidades próximas.

O que fazer em Óbidos

Essas são as principais opções de estacionamento em Óbidos: junto ao aqueduto e ao lado do Posto de Turismo, perto da entrada principal da vila

Ônibus (autocarro): o serviço que faz a ligação de Lisboa a Óbidos se chama “Rápida Verde” e o bilhete custa cerca de 8€ (você compra com o próprio motorista). Há saídas entre 30 minutos e 1 hora da rodoviária, que fica junto a estação de metrô Campo Grande (na Rua Actor António Silva). Veja os horários de partida e retorno. O ônibus te deixa em frente a Porta da Vila.

O que fazer em Óbidos

Trem (comboio): há um trem da CP que te leva de Lisboa a Óbidos. Entretanto, a estação não fica próxima da Vila e é preciso fazer uma boa caminhada até lá. Não aconselho esse trajeto.

Aquele charme que faz você querer percorrer todas as ruas da vila medieval de Óbidos! ? #obidos #portugal #cultuga

A post shared by Cultuga – Dicas sobre Portugal (@cultugaoficial) on

Festas e eventos em Óbidos

Festival do Chocolate de Óbidos

Óbidos durante o Festival de Chocolate

Vila Natal de Óbidos

Óbidos a noite, durante a Vila Natal

Óbidos tem uma agenda de eventos bem interessante ao longo de todo o ano. Conheça as principais festas e veja se as datas batem com o dia da sua viagem:

+ Festival de Chocolate
+ Semana Santa
+ Mercado Medieval
+ Folio
+ Vila Natal

Posto de turismo de Óbidos

Se você precisar de mapa ou qualquer tipo de assessoria relacionada ao seu roteiro em Óbidos, pode procurar o posto oficial de turismo da cidade que fica do lado de fora da Vila.

Endereço: Rua da Porta da Vila s/n
Contato: (+351) 262 959 231
E-mail: posto.turismo@cm-obidos.pt
Horário: segunda a sexta, das 9h30 às 18h / Sábado, domingo e feriado, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30

Organize AQUI a sua viagem para Portugal!

icon-saude

Parcele o seguro saúde na Real Seguro Viagem em 6x SEM JUROS

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro

icon-hotel

Reserve o seu hotel no Booking, com cancelamento gratuito

Conheça os serviços exclusivos do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia em Lisboa? Faça um tour conosco

icon-consultoria

Reserve um transfer ou city tour com os nossos parceiros em Portugal

icon-foto

Faça um ensaio fotográfico em Lisboa ou no Porto

Veja o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro ❤

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

49 comentários

  1. Olá Camila,

    Muito legal suas dicas para Óbidos, e devo dizer que sou fã do Cultuga. Gostaria de saber como faço para chegar à Óbidos, partindo de Coimbra. Muito obrigada!

  2. Oi Priscila tudo bem? Gostaria de saber como faço para ir de Óbidos para Fatima de onibus.
    Obrigada

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Mariana
      Como vai? Aqui está tudo certo!
      Tenho quase certeza de que não há um ônibus que ligue as duas cidades, pois Óbidos é uma vila bem pequena e com uma ligação turística de transportes públicos bastante restrita. Aconselharia você ir de Óbidos para Caldas da Rainha (http://www.rodotejo.pt/media/rapidas/horario_verde.pdf) e, de lá, então, seguir para Fátima (http://www.rede-expressos.pt). Tenha somente atenção aos horários das linhas e, se possível, faça essa viagem durante a semana – que é quando há mais opções.
      Boa viagem!

  3. Cleber Martins em

    Olá. Sou brasileiro e vivo em Lisboa há um ano e ainda não havia vindo a Óbidos, onde estou nesse exato momento. Descobri seu site ao telemovel, procurando sobre o que ver nessa formosa vila. 🙂 Curiosamente também sou fotografo! Parabéns pelo seu site!

  4. José Antonio em

    Olá Priscila, como você sou brasileiro com pais portugueses que vieram para o Brasil. Sou apaixonado por Portugal e não me canso de visita-lo quando possível. Vou para lá no meio do ano junto com minha família e estou pegando umas dicas no seu site. Parabéns pelo trabalho e obrigado pela ajuda.

      • Vou a Portugal agora em fevereiro/2018, da para conhecer Obidos, Batalha e Alcobaça e Fatima no mesmo dia, e aonde vc acha melhor eu pernoitar para no dia seguinte seguir viagem ate o Porto

        • Rafael Boro

          Olá, Liane
          Como vai?

          Nessa época do ano os dias são mais curtos (escurece por volta das 18h), por conta disso, você não terá tempo suficiente de visitar os quatro lugares com calma e entrando nos Mosteiros da Batalha e Alcobaça. Tente sair cedo e seguir para Óbidos, Alcobaça, Batalha e, por último, Fátima.
          Fátima e a Batalha ficam mais acima no mapa e bem próximas, facilitando o acesso ao Porto. Há bons hotéis nos dois lugares. 😉
          Um abraço e boa viagem!

  5. Ola Priscila!
    Resolvemosi eu e uma amiga, conhecer Portugal, em abril ou maio 2017, para isso comecei a pesquisar e parei no seu site.
    Somos jovens senhoras, com bom astral e boa condiçao fisica,kkkk quase mochileiras!
    Monte um roteiro legal e barato pra gente ,alem de Porto,Lisboa gostaria de outras cidades ate Algarve que tal? Temos 20 dias disponíveis.
    Somos do Rio de Janeiro e as passagens serao compradas logo,pois em promoçao para Sevilha, de la partimos p Portugal.

  6. Olá Priscila adorei suas dicas .Nossa viagem está marcada para Novembro. Estamos em 2 casais. Em nosso roteiro já incluimos noites em Lisboa, Porto , Guimarães , Temos ainda duas noites e a dúvida entre tres cidades: Obidos, Aveiro e Coimbra. Vc pode nos dar uma sugestão de duas delas para pernoite? Obrigada e um grande abraço. Edna Mendonça . São Paulo.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Edna
      Como vai?
      Agradeço o seu carinho 🙂
      Óbidos é interessante para a pernoite pela experiência, que é uma gracinha. Agora, para a outra noite, gosto muito de ambas e depende do perfil de viagem que estão fazendo. Eu, particularmente, gosto mais de Aveiro. Há algumas opções de hospedagem no centro e a cidade é lindíssima (além de ter ali as minhas origens). Coimbra tem um valor mais histórico e valeria a pernoite somente para otimizar o tempo de visitas, não pela experiência.
      Um forte abraço e uma excelente viagem!

  7. Olá Priscila, bom dia.
    Gostaria de saber se o estacionamento da entrada de Obidos é um estabelecimento ou é aqueles que ficam na rua que se paga por isso?
    pois ficarei apenas um período em Obidos e estou preocupada com as bagagens que ficarão no carro.
    Obrigada pelas dicas!

    beijos

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Andreia
      Tudo bem? Agradeço o seu carinho!
      O estacionamento da entrada de Óbidos é aberto, tipo um bolsão, sabe? Não sei te dizer se há algum privado por lá, que seja fechado. Mas deixe a bagagem sempre no porta malas e leve com você aquilo que é de maior valor.
      Um grande abraço e uma excelente viagem. Um bom ano!

  8. Priscila, viajaremos em grupo para Óbidos. Qual local indica para sair à noite, para conversar, bem decorado, boa musica, boa comida.

  9. Olá, Priscila, muito boas as tuas dicas. Pretendo ficar um tempo em Portugal e gostaria de saber se na Livraria Santiago, em Óbidos, eles oferecem Oficinas Literárias.
    Obrigada
    Um abraço

  10. Olá, Priscila.
    Muito grato pelas dicas, ajudam muito.
    Eu e minha esposa estaremos em Portugal em abril e incluímos Óbidos em nosso roteiro.
    Como a cidade é pequena e pode ser vista em poucas horas (“meio período”), pergunto que outra cidade poderíamos conhecer em um bate-volta de Lisboa e por transporte público, a ideia é ir de ônibus!
    Pensei em Nazaré, mas não sei como seria o deslocamento de Óbidos até lá. Aceitamos qualquer sugestão.
    Desde já muito obrigado!
    João&Clarice.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, João e Clarice
      tudo bem?
      Óbidos é uma vila muito pequena, por isso, também não há muitas opções de transporte. O percurso mais fácil é até Caldas da Rainha. Se quiserem, poderão dar uma volta por lá. Não é uma cidade turística, mas fica a 15 – 20 minutos de Óbidos, é super fácil de chegar. Entretanto, a partir de Caldas da Rainha há muitos ônibus para diversas outras partes do país. Não é muito prático – até porque vocês vão ter que fazer tudo em função dos horários dos ônibus. Entretanto, se quiserem ir a uma cidade de praia por perto, por exemplo, optem por São Martinho do Porto – bem perto das Caldas (veja aqui: http://www.rodotejo.pt/). Depois, de São Martinho do Porto, vocês poderão pegar um ônibus direto para Lisboa (http://www.rede-expressos.pt/).
      Programem-se com antecedência, confirmem sempre os horários antes da viagem e, se possível, escolham viajar durante a semana – quando o fluxo de ônibus costuma ser maior.
      De qualquer forma, reforço: aproveitem Óbidos sem pressa. Se gostam de caminhadas, ainda poderão aproveitar a natureza e os arredores da vila 😀
      Um grande abraço e uma excelente viagem!

  11. Margarete Marandini em

    Olá Priscila, estamos organizando férias em portugal para o mes de Janeiro, é muito frio neste período? estamos em 3 pessoas,confesso que no começo fiquei apreensiva pois, não viajei tão longe, mas lendo comentarios sinto confiaça, só falta fazer o roteiro. O que poderias nos sugerir, entre lazer, cultura e arte. Ok! Até janeiro.

    • Rafael Boro

      Olá, Margarete
      Tudo bom?
      Janeiro, geralmente, é o mês mais frio e chuvoso. Porém, nem sempre é assim. O inverno desse ano foi mais seco e com poucos dias de muito frio. As temperaturas são bem diferentes entre regiões. Norte e Centro (as cidades mais altas) são as mais geladas. Muitos brasileiros viajam para Portugal nessa época porque é mais barato e coincide com as férias escolares.
      Aconselho que leia o nosso artigo especial sobre o mês de janeiro com várias dicas, inclusive de cultura e arte. 😉
      Um abraço e até janeiro!

  12. Oi, Priscila. Parabéns pelo cultuga. Aproveitei bastante as dicas. Aproveitando o nsejo, vc teria indicação de empresa de tursimo que faça o passeio até Obidos e Fátima. Pretendo passar um dia e retornar para lisboa. Obrigado

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Filipe
      Tudo bem?
      Agradeço o seu carinho 🙂
      Tenho, sim! Trabalhamos em parceria com uma excelente empresa portuguesa que faz esse percurso. Vou enviar um e-mail a eles com cópia para você. Assim, ficam em contato e você pode solicitar o que precisa, bem como um orçamento sem compromisso.
      Um grande abraço e uma excelente viagem

  13. Tânia Maria Granzotto em

    Olá Priscila, vou para Portugal com meu esposo de 01 a 22 de outubro, inclusive o Algarve (04 dias). Será que nessa época já estará frio? Estou em dúvida se levo roupa de banho, o que você acha? Em Óbidos ficaremos na hotel Josefa de Óbidos, é perto da vila? Obrigada e parabéns pelo blog

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Tânia
      Tudo bem?
      Agradecemos o carinho com o Cultuga! 🙂
      Outubro é um mês com temperaturas mais amenas. Já não é a época balnear (acaba dia 15 de setembro) e algumas praias podem estar sem alguns serviços. Porém, se os dias estiverem limpos, a paisagem é linda. A água em Portugal é mais fria do que no Brasil, mas vale a pena trazer roupa de banho, até porque não pesa na mala. 😉
      O Hotel Josefa foi uma boa escolha. Ele fica bem perto da porta central da vila.
      Caso ainda não tenha visto, indico a leitura do post Como é Portugal em outubro? https://www.cultuga.com.br/2016/09/portugal-em-outubro/
      Um abraço e faça uma boa viagem!

  14. Charles Gaspar em

    Olá Priscila e Rafael, gostaria de uma ajudinha em umas questões. Estamos eu e minha namorada indo para Portugal em breve. Pretendemos ficar umas duas noites em Óbidos e fazer uma corrida por Nazaré, Alcobaça, Batalha, Fátima e talvez Tomar, ainda estou lendo sobre, inclusive na série de vocês sobre o turismo do oeste. Será que esse percurso pode ser feito de trem? Já vi aqui no blog que a estação de trem em Óbidos é longe do centro histórico, mas não vi com precisão o quanto em km, saberiam dizer? Vi também a sugestão de um guia, Gonçalo, será que vale a pena e fica um valor razoável um passeio desses de um dia e meio ou dois? Será que tem outro lugar melhor para fazer uma base do que Óbidos? Também pensei no carro, mas não consegui emitir a minha permissão internacional ainda… São muitas dúvidas! rs Se puderem me ajudar, ficarei deveras agradecido! Parabéns pelo blog! Abraços!

  15. Elisabete R Alves em

    Estive em Óbidos de passagem de Lisboa p Porto. A Vila é bonitinha, mas ao chegarmos no carro, fomos surpreendidos. Haviam ESTOURADO O VIDRO do nosso carro e LAVADO TODA NOSSA BAGAGEM. Ficamos com a roupa do corpo e os pertences que havíamos levado. O PIOR todos os contatos q tivemos após o ocorrido: autoridades, locadora do carro, lojas p comprar roupa, o comentário foi sempre o mesmo: ISTO É RECORRENTE AQUI!
    Não recomendo parar em ÓBIDOS!!!

    Precisamos fazer o alerta para que providências sejam tomadas e os turistas não tenham sua viagem violentada desta forma!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Elisabete
      Que pena que vocês tiveram essa experiência tão ruim durante a viagem! Infelizmente, locais muito turísticos (e não somente em Portugal) são alvos de furtos. O ideal é se prevenir sempre que possível, não deixando bagagem a vista ou, então, fazendo esses percursos em bate-volta – quando a bagagem toda pode ficar no hotel.
      Um grande abraço

  16. Paulo Ribeiro em

    Gostaria de ter informações de Hotel fora das muralhas com estacionamento e que seja perto da porta de entrada da Vila de Óbidos. Agradeço antecipadamente.

    • Rafael Boro

      Olá, Paulo
      Tudo bem?

      Por ser uma vila muito pequena e com ruas estreitas, tanto dentro como fora das muralhas, não há espaço para os hotéis disponibilizarem vagas os hóspedes. 🙁 Entretanto, o Josefa D Obidos – Hotel https://www.booking.com/hotel/pt/albergaria-josefadobidos.pt-pt.html?aid=377086 fica muito perto da porta principal da vila e tem algumas vagas na frente (um pouco apertadas, mas tem). De qualquer forma, há um estacionamento público pago perto e outro do outro lado da rua, no aqueduto. Você vai gostar da localização e do hotel. 😉

      Um grande abraço e boa viagem!

  17. Olá, boa noite =)
    Obrigada pelo ótimo post, me apaixonei pela cidade e quero ir já! Estava pensando em fazer ela como uma parada entre Lisboa e Porto, mas na rodoviária tem onde deixar as malas (ou algum serviço de guarda-volumes) por lá? Porque caminhar com 12kg de mala pelas ruas de pedras, nem pensar né?! hehehe

    • Rafael Boro

      Olá, Roberta
      Tudo bem?
      Que bom que gostou do post! Óbidos é uma vila encantadora! 🙂
      Infelizmente, não há rodoviária em Óbidos. O ônibus que parte de Lisboa para em uma rua perto da entrada principal da vila, portanto, não há local para deixar a bagagem. Uma solução seria entrar em contato com algum hotel ou hostel na vila e perguntar se é possível você deixar a sua mala durante a sua visita e quanto custaria.
      Para ir ao Porto, você precisa pegar a mesma linha de ônibus e parar nas Caldas da Rainha. De lá seguir para Leiria e depois para o Porto.
      Um grande abraço!

  18. Priscila, lendo aqui seu post fiquei com uma dúvida: se não dá pra entrar de carro na vila, porque os hotéis oferecem “estacionamento gratuito”?
    A vila oferece um estacionamento seguro do lado de fora? Considerando isso, seria mais interessante ficar o mais próximo possível desse estacionamento né? pra não ter que sair carregando mala pela vila… por essa ótica o castelo seria uma boa opção (porém mais cara)…
    Obrigada pelas dicas!

    • Rafael Boro

      Olá, Laiana
      Tudo bem?
      O estacionamento do lado de fora da vila é seguro. Nós só alertamos que não deixem nada de valor à mostra no carro para evitar furtos de objetos, pois, infelizmente, pode haver. Essa é uma cautela que se deve ter em diversos paises da Europa. Mas fique tranquila que Portugal é muito seguro. 😉

      Há vagas com e sem parquímetro bem próximas da entrada principal da vila, por isso eles indicam “estacionamento gratuito”. Os hotéis que estão fora da muralha têm acesso de carro. Então você pode parar em frente para deixar a bagagem e depois estacionar. Só mesmo a Pousada do Castelo e as hospedagens que estão dentro das muralhas que têm esse acesso mais restrito. Somente carros autorizados podem entrar nas ruas da vila.

      Um grande abraço e aproveite muito o charme de Óbidos! 🙂

  19. Olá! Gostaria de elogiar o site, está me ajudando muito na programação da minha viagem a Portugal. O que vcs sugerem para que eu vá de Óbidos para Fátima de transporte público?

  20. Lilian Falconi em

    Olá! Como vão?
    Gostaria de uma orientação: estou indo para Portugal na próxima semana e uma parte do roteiro , vamos de Sintra para Óbidos. Pensei em ir de trem ( sei que seria necessário trocar duas vezes em Cacem e Melecas, ao que parece). Você sabe dizer se é fácil tomar um taxi ao descer na Estação , para chegar à Vila? Muito obrigada!

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Lilian
      Tudo bem e com você?
      Desculpe a demora em responder a sua mensagem. Eu e a Priscila estivémos a trabalho na região norte do país.
      A estação de Óbidos fica muito isolada e não deve ter táxis para o suporte que você precisa. A melhor coisa é voltar para Lisboa e ir de ônibus.
      Um abraço e boa viagem!

  21. Olá, parabéns pelo site!
    Tenho só uma dúvida. Pra voltar de Óbidos para Lisboa, é fácil achar o local do ônibus? É no mesmo lugar de parada do ônibus de ida?
    E é seguro deixar pra comprar na hora ou é melhor comprar ida e volta de uma só vez?

    obrigado

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Inácio
      Tudo bem?
      Agradecemos o carinho com o Cultuga! 🙂

      É muito fácil. As duas paradas são uma em frente a outra. Como não há lugar marcado e a venda é diretamente com o motorista, as pessoas formam fila para entrar no ônibus. Já fomos diversas vezes para Óbidos de transporte público e sempre foi tranquilo. 😉 Qualquer dúvida que tenha quando você chegar, vá até o Posto de Turismo que os funcionários poderão te ajudar.

      Um grande abraço e boa viagem!

  22. Amei seu post sobre Óbidos
    Tenho certeza de que depois dele nosso passeio será muito melhor!

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Coeli
      Tudo bem?
      Muito bom saber que você gostou do post! 🙂
      Aproveite bastante o passeio por essa linda vila.
      Um grande abraço!

Deixe um comentário