Montebelo Vista Alegre Ílhavo: conforto em harmonia com a história

0

Uma das minhas primeiras descobertas com o Cultuga, há quase 7 anos, foi o respeito e o valor que os portugueses dão aos produtos feitos no país. Tal carinho, envolvimento e, mais do que isso, conhecimento sobre esses produtos, sempre me surpreenderam de forma positiva. Mas por que estou dizendo isso?

É que, pouco a pouco, foi inevitável: eu também já andava encantada por muito do que era produzido em Portugal e uma dessas marcas que sempre acompanhou a minha vida foi a Vista Alegre (sem merchan. É amor mesmo).

Mesmo que você nunca tenha ido a Portugal, é provável que já tenha se servido em um prato ou uma xícara da Vista Alegre na casa da sua mãe, avó ou mesmo em um restaurante. Afinal, essa foi a primeira fábrica de porcelanas de escala industrial em Portugal, com quase 200 anos de história, e o Brasil é um de seus principais mercados.

Tanto tempo passou e o mais bacana é que o prestígio inicial ainda permanece – notei isso antes mesmo de me mudar para esse lado de cá do Oceano com o Rafa. A Vista Alegre é uma marca que se reinventa e, por isso, também tem um papel fundamental no desenvolvimento tecnológico, artístico e social português.

A fábrica está inserida na mesma região em que o meu pai nasceu (e onde ainda tenho muitos tios-avós e primos espalhados). Agora, imagina um hotel temático da Vista Alegre localizado nesse antigo bairro operário da própria fábrica e cheio de referências dos séculos XVII ao XIX? Eu quase enlouqueci rs.

fabrica-vista-alegre-ilhavo-porcelana

Fachada da fábrica Vista Alegre, fundada em 1824

Como é o hotel Montebelo Vista Alegre Ílhavo

As primeiras impressões

O Montebelo Vista Alegre está localizado em Ílhavo, a menos de 10km do centro histórico de Aveiro (a querida “Veneza Portuguesa”), no coração do bairro operário da fábrica, que foi plenamente recuperado.

Por isso, partimos de Lisboa e fizemos aqui a nossa primeira base para um roteiro circular que envolveu Aveiro, Viseu, a região do Douro e também o Minho.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-1

Frente do hotel Montebelo Vista Alegre Ílhavo

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-2

O Palácio é conectado internamente ao edifício moderno do hotel

Da estrada, logo vimos as indicações para a Vista Alegre. Seguimos e, sem perceber, já estávamos mergulhados naquela vila tão particular e autêntica (como é bom descobrir e redescobrir Portugal…). 

Para chegar ao hotel, passamos por pequenas ruas arborizadas, ladeadas de casas brancas, emolduradas com um amarelo vivo, além de janelas e portas de madeira em verde escuro que por dentro guardam antigas residências, escritórios, um ateliê, um teatro, três lojas, uma capela do século XVII… Um verdadeiro complexo temático que vale a pena ser conhecido com calma por quem se hospeda aqui (tire ao menos um dia para desfrutar das experiências de todo o lugar da Vista Alegre, sem ter que pegar no carro para nada).

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-3

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-28 onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-29 onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-30

Ok, confesso que essa não foi a minha primeira vez na Vista Alegre (já disse que sou fã? rs.), pois já tinha visitado a fábrica há mais de dois anos, acompanhada da minha irmã. Entretanto, eu e o Rafa escolhemos voltar lá, desta vez para ficar no hotel, pois desde sua inauguração (nov./ 2015) ele trouxe uma nova vida para essa vila e também me despertou uma imensa curiosidade – claro ♥

Posso morar dentro da loja do Bordallo Pinheiro, no complexo da Vista Alegre?

Posso morar dentro da loja do Bordallo Pinheiro? 😀

Loja da Vista Alegre dentro do complexo da fábrica: um sonho

Loja da Vista Alegre na saída do Museu: um sonho

Carro no estacionamento, malas nas mãos e, ao chegar na recepção, não poderia ser diferente: o lobby era todo decorado com instalações de porcelana em suas diversas formas no salão e nas paredes.

Mas peças de bom gosto, sem exageros. Elas acompanham todas as dependências do hotel, das áreas comuns, passando pelo restaurante, SPA, espaços infantis e também os quartos. Há ainda pinturas nas paredes, feitas a mão pelos próprios artistas da fábrica.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-4

Uma das intervenções que mais gostei

Entretanto, mais do que jogos expostos nas paredes ou para o uso dos hóspedes, para mim, hospedar-se aqui é ter a oportunidade de fazer uma imersão riquíssima no universo da porcelana e na história desse pedaço de Portugal.

Começando pelo hall do elevador, quando podemos ver, em cada um dos três andares, referências das etapas da fabricação da porcelana, dos moldes e as primeiras peças até o acabamento final da pintura.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-9

Como chegar

O Montebelo Vista Alegre fica em Ílhavo, a 15 minutinhos de carro de Aveiro. Como já disse, essa é uma região que conheço bem, pois tenho minha família por entre as Gafanhas. Sou suspeita para falar, mas o distrito de Aveiro como um todo é muito bonito e realmente vale a pena dar uma paradinha por aqui no meio da sua viagem.

Para quem segue do Porto, é um instante – menos de 1 hora, seguindo a sul pela A1, a caminho de Aveiro. De Lisboa, são 2h30, quando você poderá subir pelas estradas A8 e A17, tendo a opção de conjugar esse roteiro também com uma pausa na vila medieval de Óbidos – que tal?

Qualquer que seja a sua opção, você encontrará facilmente a Vista Alegre, pois é um espaço extremamente conhecido por ali, além de bastante sinalizado.

Acomodações

Depois do check-in, fomos acompanhados gentilmente por um funcionário do hotel, que nos levou até o quarto para fazer as demonstrações sobre o uso dos dispositivos eletrônicos, do chuveiro e da abertura de janelas.

O nosso quarto tinha um excelente tamanho e conforto, visto que além de descansar, também estávamos ali a trabalho e precisávamos de escrivaninha, cadeira confortável, luminosidade e um bom wifi para essas atividades. Foi impecável.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-5

Quando abrimos as cortinas e as janelas, tivemos uma deliciosa surpresa: o calmo rio Boco (que desagua na Ria de Aveiro) parecia abraçar a varanda do nosso quarto. Que vista!

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-7 onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-8

Outra coisa que gostei foi da decoração, leve e clara. Tanto o quarto, como o banheiro, levam tons de cinza e branco, deixando tudo relaxante e fresco. Gosto de bastante luz, e isso foi oferecido pelas enormes janelas do quarto.

O banheiro é todo dividido. Há três áreas: uma com as duas pias e a banheira, outra com o chuveiro (largo e bem forte) e uma terceira com o vaso sanitário e o bidê.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-16

A parede que fica em frente a cama é toda espelhada, onde a TV está embutida. O efeito é bem interessante, pois deixa o quarto ainda mais amplo e bem moderno. Atrás da cama, há luz individual, tomadas e também entradas USB.

TV embutida no painel de espelho

TV embutida no painel de espelho

Mas algo que seria rotineiro em um hotel desse gênero é ter um conjunto de chá/ café disponível no quarto, que eu somente prestaria a atenção na hora do uso.

Porém, estando na Vista Alegre, imagina a minha ansiedade para descobrir como ele era? Foi quase uma caça ao tesouro rs. Ao menos no nosso quarto, as peças eram da linha Transatlântico. Por acaso (ou talvez não…), o seu autor é brasileiro – o Brunno Jahara, que fez residência na fábrica da Vista Alegre em 2012.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-10

Xícara de chá do nosso quarto

Ao todo, são 82 quartos – 72 deles no mesmo edifício em que estava o nosso e outros 10 no Palácio, a casa original do fundador da Vista Alegre, ligados por uma bonita escadaria interior.

Durante a nossa visita, tivemos a oportunidade de conhecer o diretor de relações públicas do hotel, o Sr. António Machado Matos, que nos encantou com seu empenho, paixão e conhecimento pela história da Vista Alegre. 

Ele nos contou mais detalhes da construção desse patrimônio e também nos mostrou alguns segredos do Palácio (como uma das suites que dá acesso direto e privilegiado a Capela de Nossa Senhora da Penha de França e os murais interiores que retratam e documentam as transformações na paisagem da fábrica).

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-11

O salão principal do Palácio fica sempre montado (e eu logo estiquei os olhos para ver qual era o serviço escolhido rs.)

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-12

Os painéis interiores do Palácio revelam detalhes e documentam a história da fábrica

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-13

Um dos charmosos banheiros do Palácio

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-14

Uma capela do século XVII que guarda vários segredos e já foi inspiração para diversas peças da marca

Entretanto, tal carinho também se estende aos funcionários que pudemos conhecer, do hotel a fábrica, passando pelo ateliê, museu e também nas lojas durante os dias que passamos por lá. É como se fizéssemos parte de uma enorme família. E quem não gosta de se sentir em casa?

Dentro do hotel, em uma área de tranquilidade e relaxamento, está a Fonte do Carapicheu, do século XVII. Acreditava-se que a água dela tinha poderes medicinais. Assim, diz sua inscrição: “Bebe pois, bebe à vontade. Acharás que é (muitas vezes) Tão útil para a saúde Quão para a Vista Alegre”

Dentro do hotel também encontramos uma explicação detalhada sobre o sistema hidráulico da fonte

Dentro do hotel também encontramos uma explicação detalhada sobre o sistema hidráulico da fonte

Café da manhã

Pela manhã, fomos ao restaurante tomar o café. Eu não comentaria esse detalhe aqui em situações normais, mas por ser um hotel que leva o nome de uma das maiores marcas de porcelana do mundo, claro que eu andava super empolgada para saber qual seria o serviço escolhido para o pequeno almoço

Novamente, a louça interessante não estava somente nas paredes, mas também na mesa, para uso. Na Vista Alegre, vejo as peças como uma forma de comunicação mesmo, com tamanho cuidado e delicadeza nas escolhas.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-19

E… Tchanam! A louça do café faz parte da coleção Ornament, desenhada pelo  francês Sam Baron, que não somente criou o serviço, como também foi responsável pelo design do hotel. As rosetas foram inspiradas no teto do próprio Palácio da Vista Alegre.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-18

Sentamos, então, naquela sala repleta de luz natural e pudemos nos servir de diversos bolos, frutas cortadas, geléias, docinhos, panquecas, uma grande variedade de cereais, frios, pães, ovos mexidos, além de sucos, chás, leite e café. Nham! 😉

Facilidades e serviços

O Montebelo Vista Alegre é um hotel cinco estrelas com excelente custo/ benefício que se adequa não somente a casais que buscam conforto e experiências diferentes em Portugal, como também a pais com filhos, pois há muitas atividades que podem ser feitas por aqui.

Há uma área de SPA à disposição dos hóspedes com massagem, sauna, jacuzzi, banho turco e piscinas coberta e descoberta para adultos e crianças.

Olha só essa saladeira transformada em cuba para o banheiro! Voltei para a casa cheia de inspiração!

Olha só essa saladeira transformada em cuba para o banheiro! Voltei para a casa cheia de inspirações!

Para as refeições, o restaurante do hotel é uma escolha acertadíssima. Comemos por lá no jantar. No menu, há opções de cozinha portuguesa e internacional. Eu escolhi uma carne bovina com batatas e feijão verde que estava divinal. Entretanto, fiquei sabendo que o bacalhau é um dos reis por aqui.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-20

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-21

Essa sobremesa de frutos vermelhos ainda está na minha memória…

Entretanto, para descansar, conviver e beber alguma coisa, há também outros espaços, interiores e exteriores, infantis e adultos com música, TV, sofás e poltronas, sempre envolvidos e inspirados pela arte da porcelana.

Durante a nossa estadia, ainda fizemos uma visita ao Museu da Vista Alegre (com entrada gratuita para hóspedes), que foi recentemente remodelado e está bastante completo. Para quem quer conhecer a história em detalhes da marca, é uma visita imperdível, com a possibilidade de ver os profissionais da fábrica pintando peças ao vivo. Nós adoramos!

Algumas das mãos de ouro da Vista Alegre no Museu

Algumas das mãos de ouro da Vista Alegre no Museu

Forno original na entrada do Museu

Forno original na entrada do Museu

Lembra quando eu disse que vale a pena tirar ao menos um dia para aproveitar todo esse complexo?

Durante a nossa experiência, ainda pudemos participar de uma oficina para aprender a pintar o nosso próprio prato de porcelana Vista Alegre. Baita responsabilidade, não é?

Esse é um programa que todo mundo pode fazer, basta agendar com antecedência. A atividade é acompanhada por profissionais qualificados e cheios de história para contar, naquela que foi a antiga creche do bairro operário da Vista Alegre.

onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-23 onde-dormir-em-aveiro-ilhavo-hotel-vista-alegre-24

Uma última informação importantíssima aos apaixonados por cultura portuguesa, como eu e o Rafa: nos primeiros dias de julho sempre acontece por aqui uma grande festa em honra da Nossa Senhora Penha de França (padroeira da Vista Alegre, que também dá nome a sua capela) com música, gastronomia, teatro e demonstrações de pintura e escultura para todos os visitantes. Por isso, essa também pode ser uma boa sugestão para quem deseja ter um fim de semana bem diferente no verão. Ah, e para o inverno, também tem festa de Ano Novo 😀

Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel
Endereço: Lugar da Vista Alegre
Coordenadas GPS: N 40,589250º W 8,683500º
Reservas: reservasmontebelo@montebelohotels.com
Site: www.hotelmontebelovistaalegre.pt

Organize aqui a sua viagem para Portugal

icon-saude

Faça o Seguro Viagem com a Real Seguro Viagem em 6x sem juros

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro na Rental Cars

icon-hotel

Reserve o seu hotel pelo Booking, com opção de cancelamento gratuito

Serviços do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia durante a sua visita a Lisboa? Faça um tour conosco

icon-consultoria

Apaixone-se por Portugal com a nossa consultoria de viagem

icon-foto

Leve um suvenir diferente da sua viagem: faça um ensaio fotográfico

Veja também o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro com muitas dicas, sugestões de rota e outras informações sobre Portugal 🙂

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário