Açores: como é feito e onde comer o famoso cozido das Furnas?

0

Falar de comida boa em um roteiro para Portugal soa redundante. Seja no continente, seja nas ilhas, uma coisa é sempre verdade: você vai comer bem.

Em nossa recente viagem a Ilha de São Miguel, no arquipélago dos Açores, tivemos a oportunidade de provar pratos, bebidas e doces regionais que valeram pela viagem, sem dúvidas. Já contamos uma boa experiência gastronômica e criativa em Ponta Delgada,  citamos o incrível Bife à Regional (que vai ganhar um post exclusivo por aqui, em breve), e hoje vamos falar de um cláááássico: o cozido das Furnas.

O que é o Vale das Furnas?

Primeiro, para te situar, o Vale das Furnas é uma região da Ilha de São Miguel, geralmente lembrada pelas fumarolas – que são aquelas fendas naturais abertas no chão de onde vemos sair uma fumaça do solo. Esse fenômeno é tipicamente vulcânico e aquele vapor é de água com um cheiro forte de enxofre.

vale-das-furnas-ilha-de-sao-miguel-acores-cultuga-2

Terrenos quentes do Vale das Furnas

Chegar as Furnas é muito simples. Nós fomos de carro e optamos por passar um dia todo na região – que é bem fácil para estacionar. Apesar de algumas estradas mais próximas serem menores, não tivemos qualquer problema. Apenas no retorno a Ponta Delgada, onde fizemos nossa base, que pegamos uma forte neblina na estrada – o que nos fez reduzir bastante a velocidade.

Lagoa das Furnas

Mesmo assim, aconselho que você use o dia mais nublado e chuvoso para conhecer essa região. Isto porque as Furnas são conhecidas, principalmente, pelos banhos quentes termais, que são mais agradáveis em dias sem sol ou mais frescos, além de poder percorrer parques, bem como toda a natureza envolvente.

Ah, e claro… Para comer, né? 😀

Afinal, o que faz desse cozido ser famoso?

O vulcão das Furnas é considerado ativo e ele é o responsável pelo toque especial do cozido das Furnas – “como assim?” Calma, não há perigo dele entrar em erupção. Mas são nos terrenos quentes do Vale das Furnas que, todos os dias, dezenas de pessoas – particulares e responsáveis pelos restaurantes – vão até lá preparar esta que é a iguaria mais famosa da região.

Veja como é o clima e o que levar na mala para os Açores 

Faça uma pausa antes do almoço

Cada restaurante tem um ou dois buracos para enterrar suas panelas no solo vulcânico em uma área de fácil acesso chamada de “Caldeiras das Furnas”, inclusive com estacionamento.

Depois de passar pela Lagoa das Furnas, encontramos as placas que nos direcionaram ao espaço. São 0,50€ por pessoa para conhecer aquela área e, principalmente, e ver as panelas sendo retiradas do solo. Tenha atenção e chegue antes das 12h30 para que possa participar do procedimento completo.

Ali, a temperatura do solo é de, aproximadamente, 100ºC e a cozedura é feita em seis horas. Mas, claro, não é somente o solo e essa forma de preparo que brilham no cozido das Furnas. O que vai ao prato também é especial. A lista de ingredientes é bem extensa: carnes de galinha, vaca e porco, batata, batata doce, cenoura, inhame, couve, morcela, repolho e chouriço. Ufa… Quanta coisa!

O Cozido do Restaurante Terra Nostra Garden

Depois de acompanharmos a retirada das panelas na Caldeira das Furnas, fomos para o que interessava rs.: provar as afamadas carnes e os legumes cozidos com o calor do solo vulcânico.

O restaurante de eleição foi o Terra Nostra Garden, o primeiro da lista do TripAdvisor. Ele faz parte de um complexo que ainda conta com um hotel e um parque lindíssimo.

Restaurante Terra Nostra Garden

Uma das nossas entradas foi o atum com feijão frade

O carpaccio de novilho com vinagreta de laranja, castanhas e espuma de queijos das ilhas açorianas também foi outra escolha que fizemos para a entrada

O que notamos de imediato foi que o cozido, aqui, chega à mesa de uma forma mais gourmet – tudo separadinho, como você vê na foto acima. O garçom (“empregado de mesa”, em Portugal) serve cada carne e legume no seu prato dizendo o nome dos ingredientes, depois acrescenta o arroz e, por fim, rega o prato com o caldo.

Cozido das Furnas do Terra Nostra Garden

“Mas Priscila, eu sou vegetariano(a), e agora?” Não se preocupe, há também uma versão vegetariana, quando somente os legumes são servidos. Sim, é verdade. Foi esse que eu pedi e também é o que você pode provar quando visitar as Furnas 😉

Cozido das Furnas versão vegetariana

Em alguns restaurantes, o cozido é servido em uma enorme travessa, com tudo misturado. Por isso, nós achamos essa forma bem interessante de apresentar o prato. Assim, você acaba não “esquecendo” de provar todos os produtos, valorizando e sentindo melhor o sabor de cada um, que por sinal, é autêntico.

Se você já comeu o tradicional cozido à portuguesa do continente, vai reparar que a “magia do solo vulcânico” faz diferença, sim. Mas, olha, não se preocupe, pois não tem gosto de enxofre rs. 😀

Gelado de praliné com molho de chocolate quente foi uma das nossas sobremesas

Nós também pedimos um fondant de chocolate com gelado de nata e chá verde para fechar essa experiência nas Furnas

Restaurante Terra Nostra Garden
Endereço: Rua Padre José Jacinto Botelho, 5 – Furnas – São Miguel – Açores
Contato: (+351) 296 549 090 – terra.nostra@bensaude.pt
Horário: todos os dias, das 12h30 às 15h e das 19h às 21h30
Preço: média de 30€ por pessoa

A série de reportagens #AçoresParaBrasileiros foi idealizada pelos blogs Cultuga e Almost Locals. A nossa visita à Ilha de São Miguel, nos Açores, contou com o apoio do VisitAzores, que organizou nosso roteiro; do Hotel VIP Executive Azores (Ponta Delgada), onde ficamos hospedados; da Autatlantis, que nos cedeu o carro durante nossa estadia na ilha, e da SATA – AzoresAirlines, que nos ofereceu os voos de Lisboa a Ponta Delgada e de Ponta Delgada a Lisboa.

Organize aqui a sua viagem para os Açores

icon-saude

Faça o Seguro Viagem com a Real Seguro Viagem em 6x sem juros

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro na Rental Cars

icon-hotel

Reserve o seu hotel nos Açores pelo Booking, com opção de cancelamento gratuito

icon-tour

Excursões nos Açores com tours em português na GetYourGuide

Serviços do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia durante a sua visita a Lisboa? Faça um tour conosco

icon-consultoria

Apaixone-se por Portugal com a nossa consultoria de viagem

icon-foto

Leve um suvenir diferente da sua viagem: faça um ensaio fotográfico

Veja também o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro com muitas dicas, sugestões de rota e outras informações sobre Portugal e ilhas portuguesas ?

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário