Seu guia de viagem em Portugal | 14 anos no ar

    Um local que une a beleza do extenso areal da Ilha do Porto Santo com os sabores típicos do Arquipélago da Madeira. É assim o Restaurante Ponta da Calheta.

    Durante a nossa viagem para a Ilha do Porto Santo (fizemos e recomendamos um bate-volta de navio a partir da Ilha da Madeira), eu e a Pri aproveitamos o lindo dia de sol para almoçar em um dos mais emblemáticos restaurantes típicos de lá com vista para a praia e o Ilhéu da Cal, distante a menos de 500 metros, na região sul.

    Onde comer no Porto Santo Madeira
    Vista a partir do restaurante Ponta da Calheta

    Onde comer na Ilha do Porto Santo?

    Como foi o nosso almoço no Restaurante Ponta da Calheta

    O ambiente e o serviço

    Acho que nem precisa falar muito do ambiente, até porque a localização impecável diz tudo. Entretanto, se você não quiser aproveitar a área exterior, fique sabendo que há um salão interno bem clean e agradável também (ideal para dias de muito vento, por exemplo).

    Era março e a temperatura estava boa, com um ventinho leve e sol. Então, escolhemos sentar nas mesas de fora. Fomos bem atendidos do início ao fim do serviço por um dos responsáveis da esplanada, sempre prestativo e solicito.

    Onde comer no Porto Santo Madeira
    Sentamos do lado de fora para aproveitar o sol e a vista

    Para abrir o apetite? Bolo do caco e lapas, claro!

    O bolo do caco, famoso pão português da Madeira com um toque adocicado, nunca falta na mesa de um restaurante tradicional das Ilhas da Madeira e do Porto Santo. Entretanto, eu estava empolgado para provar as afamadas lapas grelhadas.

    Lapas grelhadas na Ilha do Porto Santo Madeira
    Lá vem elas: as lapas!

    Aqui em Portugal, esse molusco, que você está vendo aí na foto, é encontrado nas rochas do mar dos arquipélagos da Madeira e dos Açores. Uma das formas mais gostosas de saboreá-las é na grelha.

    As lapas grelhadas do restaurante Ponta da Calheta estavam do jeito que devem ser: suculentas, sabor a mar e com aquele temperinho, com a quantidade certa de manteiga. Para finalizar, um limão sempre vai bem!

    Uma curiosidade que eu achei interessante contar aqui, é que a primeira comida que a mãe da Pri – que é madeirense – comeu foi lapas. Pegar mariscos era uma das formas de sustento que a família dela tinha em seus primeiros anos de vida, antes de imigrar para o Brasil.

    O tradicional peixe espada frito com banana

    As opções de pratos principais eram muitas, como o bife de atum, o polvo e o arroz de peixe, porém, não poderia deixar de comer o clássico filete de peixe espada com banana e molho de maracujá.

    Essa combinação de dois sabores da Madeira, a banana e o maracujá, com o macio e suave peixe espada, o queridinho do arquipélago, é incrível. Se você não se incomoda em misturar salgado com doce, como eu, vai adorar! ;)

    Onde comer no Porto Santo Madeira
    O meu prato: peixe espada com banana da Madeira, molho de maracujá e legumes
    Onde comer no Porto Santo Madeira
    … E o prato da Pri, com um tradicional bife bovino, batata e legumes

    Você sabe quantas ilhas tem o arquipélago da Madeira?

    Também teve sobremesa!

    Nunca se nega um boa sobremesa. Uma pessoa que gosta muito de doce é assim rs.!

    Coral – a cerveja da Madeira, o típico bolo do caco que veio para a entrada e, para fechar, claro, a sobremesa

    A minha escolha foi algo refrescante e que remete ao clima praiano da ilha: um Parfait de amêndoa com calda de chocolate. Foi uma ótima opção para finalizar um grande almoço na Ilha do Porto Santo.

    Restaurante Ponta da Calheta
    Endereço: Sitío da Ponta da Calheta – Ilha do Porto Santo
    Contato: (+351) 291 985 322
    Horário: todos os dias, das 10h às 23h
    Preço: média de 30€ por pessoa
    Facebook: www.facebook.com/pontadacalheta

    Viaje a Portugal com tudo organizado
    ver disponibilidade

    Sou jornalista, luso-brasileiro, tenho 40 anos e gosto de apreciar a gastronomia portuguesa. Lisboa me trouxe um time de futebol do coração, o Sporting, mesmo tendo o tênis como o meu principal esporte. Troco fácil os transportes públicos por uma longa caminhada. Na minha playlist de música portuguesa não falta David Fonseca, Moonspell e Tiago Bettencourt.

    Deixe um comentário