O que fazer em Lisboa: uma visita ao Castelo de São Jorge

26

Visitar o Castelo de São Jorge é um daqueles passeios clássicos que não pode faltar no roteiro de viagem a Lisboa. A partir dele, conseguimos entender o crescimento e o desenvolvimento de Lisboa ao longo dos séculos, sobretudo após sua conquista pelo primeiro rei de Portugal, Dom Afonso Henriques.

Por viver e trabalhar na cidade, costumo ir lá muitas vezes ao ano. É um percurso que não me canso de fazer, principalmente no horário de verão, quando é possível ter uma das vistas mais bonitas da capital no pôr-do-sol.

O que ver em Lisboa: pôr-do-sol no Castelo de São Jorge

O pôr-do-sol, a partir do Castelo de São Jorge, é imperdível

O Castelo está inserido em uma das colinas de Lisboa, a mais antiga delas. Isso significa que você conseguirá vê-lo de vários pontos da cidade e terá uma panorâmica ESPETACULAR a partir de suas muralhas. Ah, e, claro, vai precisar de pernas ligeiramente fortes para visitá-lo em sua totalidade rs.

icon-consultoriaQuer conhecer Lisboa de uma forma diferente? Faça um tour do Cultuga

Castelo de São Jorge Lisboa

Vista noturna a partir das muralhas do Castelo de São Jorge

História do Castelo de São Jorge

Este é um dos monumentos mais emblemáticos de Lisboa. O Castelo de São Jorge foi construído pelos mouros no século XI. Entre os séculos XII e XVI, foi transformado em residência da família real portuguesa, onde personagens ilustres da história de Portugal e de outros países participaram de festas e celebrações.

Posteriormente, a família real mudou-se para onde hoje é a Praça do Comércio, na Baixa de Lisboa, e, nos séculos seguintes, transformou-se em uma estrutura militar. Anos mais tarde, entre 1938 e 1940, o espaço passou por uma grande obra de restauração, quando foram encontrados vestígios importantes que puderam contar mais de sua trajetória – hoje expostos no núcleo arqueológico do castelo – se transformando nesse tão importante monumento nacional, tal como o conhecemos hoje.

 

Como é a visita ao Castelo?

Separe pouco mais de uma hora para visitar o Castelo e sentir essa história de muitos séculos aos seus pés.

Castelo de São Jorge

A entrada é paga e o ingresso pode ser comprado logo após o portal, na bilheteria que estará a poucos metros à frente. Depois de passar pelas catracas, você logo vai perceber uma de suas jóias mais valiosas: a vista. O mirante do Castelo de São Jorge oferece uma panorâmica muito bonita de Lisboa.

O que ver em Lisboa: Castelo de São Jorge

Lisboa vista do Castelo de São Jorge

Então, faça assim: dê a volta pelos pátios e percorra as muralhas castelejo, tire muitas fotos quando chegar, aprecie os seus jardins, deixe as crianças brincarem com os pavões, veja os vestígios arqueológicos do século VII a.C e também a exposição permanente para compreender o seu papel para Lisboa e Portugal. Depois, relaxe tomando um café ou uma taça de vinho com aquela imagem da capital vista do alto.

O que ver em Lisboa: Castelo de São Jorge

No topo de uma das torres está a bandeira de Lisboa

Um outro ponto que torna o Castelo de São Jorge muito interessante é o seu estado de conservação, pois esse também é um dos castelos mais completos de Portugal.

O que ver em Lisboa: Castelo de São Jorge

A longa e impressionante escadaria que se abre para Lisboa

Mas, calma. Não vá embora ainda… Aconselho que, depois de conhecer o Castelo, você também dê uma volta pela vila que está ao seu redor. Há famílias que vivem ali (dizem que o Alceu Valença comprou um apartamento por aqui), além de apartamentos turísticos. Você vai ter uma experiência bem autêntica e  muito especial.

Vila do Castelo de São Jorge

O Castelo não é o único ponto turístico. Você também vai adorar conhecer sua pequena vila de moradias

Tome nota: datas e eventos especiais

Além das visitas tradicionais, o Castelo também têm uma programação temática ao longo de todo o ano. Conhecê-lo durante os “Dias com História”, por exemplo, é uma experiência enriquecedora.

Dentro do calendário dos “Dias com História”, estive duas vezes no Dia Internacional dos Museus – celebrado a 18 de maio. A primeira foi uma espécie de comemoração do nosso primeiro mês vivendo em Lisboa com um casal de amigos. Na outra, levei a minha mãe e a minha avó – para comprovar que esse é, sim, um programa para todas as idades. E, olha, mesmo com seus 80 anos, a Dona Odete fez questão de curtir as várias atividades noturnas, como a falcoaria e as simulações de lutas medievais, durante o evento “Uma Noite no Castelo”, que geralmente acontece no sábado seguinte do Dia Internacional dos Museus, isso se 18 de maio não for no fim de semana. Ah, a entrada no Castelo é gratuita nessa data a partir das 20h30.

Castelo de São Jorge Castelo de São Jorge Castelo de São Jorge

Como o evento segue por noite adentro, saímos de lá por volta de meia noite. Detalhe: nós descemos do Castelo até a Praça dos Restauradores a pé! Pedido da minha avó, que realmente insistiu em fazê-lo. Ok! Ela manda rs.!

Brincadeiras a parte, deixo aqui a dica para visita a qualquer horário: suba com transporte público ou com ajuda dos elevadores. Depois, se você tiver disposição, desça a pé (há diversos caminhos que valem a pena como, por exemplo, pelo bairro de Alfama ou então pela rua principal que o levará para a Sé Catedral e a Igreja de Santo António)

“Dias com História”
(verifique no site do Castelo o horário e o bilhete para cada um dos eventos)

18 de abril – Dia Internacional dos Monumentos e Sítios
18 de maio – Dia Internacional dos Museus (Uma Noite no Castelo geralmente acontece no sábado seguinte)
7 de outubro – Dia Nacional dos Castelos
25 de outubro – Dia da Tomada de Lisboa aos Mouros

Serviço

Castelo de São Jorge
Endereço: Rua de Santa Cruz – Lisboa
Horário (última entrada 30 minutos antes do encerramento)
– 1 de novembro a 28 de fevereiro (fechado dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro), das 09h às 18h
– 1 de março a 31 de outubro (fecha 1 de maio), das 09h às 21h
– Câmera Obscura (sujeito às condições meteorológicas), das 10h às 17h20

Preço do bilhete
Normal: 10€
Pessoas entre 13 e 25 anos: 5€
Pessoas com deficiência: 8,50€
Sênior (maiores de 65 anos): 8,50€
Crianças menores de 12 anos e moradores de Lisboa não pagam
Site: castelodesaojorge.pt

Como chegar de transporte público

– Elétrico 12 (Praça da Fiqueira circular) ou 28 (Martim Moniz – Prazeres): descer no ponto do Miradouro Sta. Luzia ou das Portas do Sol. Aconselho que faça esses trajetos antes das 10h, pois o volume de turistas é menor.

– Ônibus 737 (Praça da Figueira – Castelo)

Como chegar a pé

Há também uma alternativa a pé, que não é tão sacrificante (eu prometo!). Se você estiver hospedado perto de uma estação de metro, fora do centro histórico, desça na Baixa-Chiado e deixe a estação pela saída “Rua do Crucifixo”. Siga a Rua da Vitória até o final e você verá o primeiro  elevador público e gratuito, na Rua dos Fanqueiros 170/178. Aperte para subir ao 3ºB.

como-chegar-castelo-sao-jorge-cultuga-1

Essa é a visão que você vai ter ao sair do metro Baixa-Chiado. O elevador do castelo fica nesse edifício indicado pela seta vermelha, bem em frente

Ao sair do elevador, você estará em uma ladeira. Atravesse a rua, siga à esquerda na Rua da Madalena e, depois,  na segunda à direita. Você verá o supermercado Pingo Doce. O segundo elevador fica dentro dele (é um edifício alto, também com um estacionamento). Você vai poupar bastante perna com esse caminho. Vá até o último andar, o 7º.

como-chegar-castelo-sao-jorge-cultuga-2

Ao sair do elevador, é essa a visão que você vai ter. Siga para a esquerda e vire a direita na indicação da seta. Você verá o supermercado Pingo Doce

Saia do elevador e vire à direita (você já vai ver uma placa de sinalização para o Castelo de São Jorge). Suba um pouquinho e pegue à esquerda na Rua Bartolomeu de Gusmão, que logo você irá avistar a muralha do Castelo.

Essa é a visão que você vai ter ao sair do elevador. Siga a placa para o Castelo, a direita

Os elevadores são gratuitos e funcionam todos os dias, das 8h às 21h.

Como chegar ao Castelo de São Jorge - Mapa

Esse é um mapa digitalizado com as indicações para os visitantes chegarem ao Castelo de São Jorge

Quer um suvenir especial em Portugal? Veja a nossa dica!

Organize aqui a sua viagem para Portugal

icon-saude

Faça o Seguro Viagem com a Real Seguro Viagem em 6x sem juros

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro na Rental Cars

icon-hotel

Reserve a sua hospedagem pelo Booking, com cancelamento gratuito

icon-tour

Programe-se e reserve antecipadamente os seus passeios em Lisboa com a GetYourGuide

Serviços do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia durante a sua visita a Lisboa? Faça um tour conosco

icon-foto

Leve um suvenir diferente da sua viagem: faça um ensaio fotográfico

Veja também o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro com muitas dicas, sugestões de rota e outras informações sobre Portugal 🙂

Compartilhe.

Sobre o autor

Rafael Boro

Sou jornalista, tenho 35 anos e, apesar de ter nascido em São Paulo, adotei Lisboa como minha cidade. Gosto de apreciar a gastronomia lusa e, sempre que posso, vou a um café ou a um restaurante que não conheço. Lisboa também me trouxe um time de futebol do coração, o Sporting, mesmo tendo o tênis como o meu principal esporte. Troco fácil os transportes públicos por uma longa caminhada. Na minha playlist de música portuguesa não falta David Fonseca e Tiago Bettencourt.

26 comentários

  1. Avatar

    Priscila e Rafael, parabéns pelo blog! Os posts são ótimos e as dicas estão me ajudando bastante a planejar minha viagem.

    Se puderem me ajudar, gostaria de saber o seguinte: para uma viagem de 12 dias em Portugal, vocês recomendam qual divisão de dias entre Lisboa e Porto? 6 em cada?

    Lisboa e Porto oferecem o Ônibus Tour? Vocês recomendam? Se sim, é interessante fazer esse tour logo no primeiro dia?

    Obrigada, um abraço p/ vocês!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Valéria
      Como vai?
      Agradecemos o seu carinho 🙂
      A divisão vai depender do que você gostaria de fazer e visitar. Tanto em Lisboa como no Porto há muito para se fazer, seja dentro das cidades, seja em bate-volta. Aproveito para indicar dois artigos com sugestões de bate-volta que podem ajudá-la nessa organização:
      Porto – https://www.cultuga.com.br/2014/07/5-cidades-para-fazer-um-bate-volta-a-partir-do-porto/
      Lisboa – https://www.cultuga.com.br/2014/07/5-cidades-para-fazer-um-bate-volta-a-partir-de-lisboa/
      Com relação ao ônibus de turismo, Lisboa e o Porto tem boas opções, sim. Entretanto, como você tem bastante tempo para a viagem, o custo/ benefício pode não ser tão bacana. Lisboa e Porto são cidades relativamente pequenas, com muita coisa que se pode fazer a pé e com acessos fáceis de transporte público (principalmente o metro). Os ônibus de turismo costumo aconselhar para pessoas que: gostam desse serviço e costumam pegar sempre que viajam; quem tem pouco tempo e deseja dar uma passada geral pela cidade; ou para quem não conseguiu se organizar a tempo fazendo um roteirinho do que deseja ver. Eles mostram as principais partes da cidade, mas por vezes você pode passar algum tempo no trânsito, dependendo do horário, ou esperar que ele passe por até 30 minutos parada no ponto (quando com esse tempo já teria seguido de metro, por exemplo). Então vale colocar na balança, sobretudo pelo perfil de viagem que deseja fazer.
      Conte conosco para o que for preciso e seja sempre bem-vinda ao Cultuga!
      Um forte abraço

  2. Avatar

    Oi Priscila,
    Sou brasileira, baiana moro em Salvador. Estou programando minha primeira viagem à Europa sozinha, estou ansiosa e apreensiva, porém decidida a viajar. Minhas férias será em Jan/17, inverno aí é preciso de dicas de hospedagem para fácil acesso a ônibus e metrô. Quero conhecer Porto, caiscais, Belém, e outras cidades vizinhas. Pensei em ficar hospedada os 17 dias em Lisboa e ir e vir diariamente de ônibus e até comprar alguns passeios para essas cidades. Me dá umas dicas!!! Preciso Tb de um ótimo custo X benefício nessa viagem!!
    Obrigada
    Beijao

  3. Avatar

    Olá, chegarei em Lisboa dia 16 de maio e gostaria de saber como é o clima nesta época do ano.
    Obrigada. Sandra

  4. Avatar
    Ana Silvia em

    Oieee, gostei tanto daqui que volto todos os dias, acho que já li quase tudo…kkkkk
    Queria te fazer mais uma pergunta.
    No mês de novembro estarei aí em Lisboa, já sei que não estarão no horário de verão, minha pergunta é
    Nesta época do ano, qual horário que costuma escurecer??? O comércio funciona até que horário?
    Já que a estação será outono.
    E aí os dias são mais curtos, né?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Ana Silvia
      Como vai?
      Que delícia! Obrigada pelas mensagens 🙂
      Nessa época, o comércio de rua fecha por volta das 18h e fica escuro também por volta das 18h – 18h30. Entretanto, não fica um marasmo, não. Não se preocupe 🙂 Há muitas atividades culturais, restaurantes e cafés. Lisboa tem bastante movimento o ano todo nas ruas, até mesmo durante o inverno.
      Um forte abraço

  5. Avatar

    Oi Pri, tudo bem?
    Esse blog já virou meu vicio, leio todos os dias pra programar minha primeira viagem internacional – Portugal 15 dias *-*
    Vi em um post seu que em Novembro há mt mta chance de chuva. Porém, minha grande dúvida é que tipo de roupa devo levar na mala, vi que devo esquecer vestidos, shorts e etc. Mas devo levar bota sem salto? E um tênis? levarei uma sapatilha caso queira sair a noite (pena não ser necessário o salto :/) kk

  6. Avatar

    Olá! Vou a Portugal com meu filho de 16 anos em janeiro / 2017. Teria alguma dica para adolescentes? Muito obrigada!

    • Rafael Boro

      Olá, Lamia
      Tudo bem?
      O Castelo de São Jorge é um passeio que pode interessar ao seu filho. Se ele gosta de futebol, é possível visitar os estádios do Benfica e do Sporting, em Lisboa, e o do FC Porto. Há também os jogos The Escape Hunt Experience e Lisbon Escape Game, os shoppings El Corte Inglés, Vasco da Gama e Colombo, cinemas, Mercado da Ribeira, o Oceanário e a Telecanine, no bairro Parque das Nações, e passeios de bicicleta na beira do rio Tejo, no bairro de Belém. No Porto tem a Livraria Lello, a Casa da Música, Fundação Serralves e o Mercado Bom Sucesso.
      Lisboa e Porto são as cidades com mais opções no país. 🙂
      Temos um post com dicas e sugestões culturais do mês de janeiro. Ele pode gostar de algo: https://www.cultuga.com.br/2016/01/portugal-em-janeiro/
      Um abraço e boa viagem!

  7. Avatar

    Olá pessoal! Muito obrigado por esse site! Esta nos ajudando muito em nossa primeira viagem a Portugal.
    Vamos ficar 6 dias inteiros hospedados em Lisboa e programei em um desses dias o passeio nos seguintes locais: Mosteiro dos Jerônimos, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos e uma passadinha nos Pastéis de Belém ali perto. Quanto tempo precisamos para esse roteiro? Que locais podemos encaixar nesse dia?

    Obrigado

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Lucas
      Tudo bem? Oba! Obrigada pelo carinho, mesmo 😀
      Belém é um bairro que pode ser feito em meio período (somente com as atrações mais clássicas) ou em dia completo, dependendo do tempo que desejam dedicar as atrações. Se desejarem visitar o Mosteiro, por exemplo, vão demorar entre 1h30 e 2h. Para a Torre, por volta de 1h. Estando por lá, além dos locais que citou, poderá visitar o Museu de Marinha, o CCB ou o Museu dos Coches que também são bastante interessantes. Veja se vocês gostam das propostas. Um outro local que vocês poderão visitar, caso esteja um fim de tarde muito bonito, é a parte superior do MAAT. O MAAT é um museu bem moderno e muito bonito, novíssimo em Lisboa, que fica a beira do Tejo, cerca de 1km do Padrão dos Descobrimentos. Pode ser uma boa também para verem o pôr-do-sol do topo dele, que é gratuito. Se optarem por um percurso enxuto e terminarem o passeio mais cedo, sigam, então, para o Mercado da Ribeira. A Av. Ribeira das Naus, que liga o Mercado da Ribeira a Praça do Comércio, também é um lugar maravilhoso para ver o pôr-do-sol.
      Um grande abraço e uma excelente viagem!

  8. Avatar

    Olá. Quero dar os parabéns pelo seu blog. Estou adorando e anotando todas as suas dicas. São ótimas. E aproveito para tirar uma dúvida. Existem pontos de táxis em Belém, perto de algum atrativo, ou é necessário ligar para alguma empresa, tipo o Uber?
    Muito obrigada.

    • Rafael Boro

      Olá, Solange
      Tudo bom?
      Fico contente que tenha gostado do Cultuga e de todas as dicas! 🙂
      Não há pontos de táxis em Belém, mas é comum passar carros na principal rua do bairro, principalmente em frente aos Pastéis de Belém. Se você tiver o aplicativo do Uber no seu celular e acesso a internet, é possível chamar um carro. O Uber funciona muito bem em Lisboa e o preço é ótimo.
      Um abraço e boa viagem!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Liane
      Tudo bem?
      Como essa área do Castelo é muito antiga, há alguns acessos, pontos de referência e informações que podem não estar bem detalhadas pelo Google. Mas não se preocupe. Percebi que o seu ponto de partida é a Praça Martim Moniz, certo? Basta subir a partir das Escadinhas da Saúde (como está indicado no mapa) e, então, seguir as placas que indicam o sentido do Castelo, é fácil. A entrada efetiva é depois de um portal, a partir de uma pequena rua, por isso causa alguma confusão no mapa. Somente tenha atenção que a subida a pé até o Castelo pode ser cansativa para quem não está acostumado a andar bastante, tem problemas no joelho ou não se sente bem com esforço físico.
      Um grande abraço e um ótimo passeio!

  9. Avatar

    Olá, faço uma conexão em lisboa de 9 horas no dia 28/09/17. Você acha que da pra conhecer o castelo de são jorge e ainda chegar com 2 horas de antecedencia no aeroporto?

    • Rafael Boro

      Olá, Juliana
      Tudo bem?
      Dependendo do horário que você chegar em Lisboa, é possível visitar o Castelo. O aeroporto fica dentro da cidade, então não fica muito longe. Você pode usar um táxi, que te deixa pertinho da entrada, ou transporte público (siga as indicações que estão aqui no post para chegar). Aproveito para indicar um artigo que explica como chegar no centro histórico a partir do aeroporto: https://www.cultuga.com.br/2015/04/como-ir-do-aeroporto-de-lisboa-para-o-centro/ 😉
      Um grande abraço e boa viagem!

  10. Avatar

    Excelente a vossa postagem sobre o passeio ao castelo. Fui visitar esta semana, sou portuguesa. Subi tudo a pé e andei imenso pelas ruas em volta tentando observar o máximo. É, sem dúvida, cansativo. Tinham-me falado dos elevadores mas ninguém me soubre explicar bem onde estavam! Todavia, eu, teimosa, sempre evito os atalhos e desta vez saiu-me caro: cheguei ao topo bem cansada e fiz um longo descanso antes de me aventurar a subir as escadas para as muralhas! Preço elevado, do ingresso, para quem não é residente ou turista com mais poder de compra do que eu, e outros pontos menos agradáveis que me escuso de referir aqui, apesar de ter sido um passeio agradável!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Belinha
      Tudo bem?
      Que pena que algumas coisas não saíram tão bem no percurso. Sabe que, quando fui ao Castelo pela primeira vez, em 2007, esses elevadores não existiam. E também cheguei ao topo super cansada e não aproveitei tão bem o passeio. Hoje, sabendo não somente esses atalhos, mas também as melhores ruas para subir, já não acho tão desgastante. Mas o gostoso mesmo é usar esses atalhos para subir e, então, descer com calma por Alfama, quando é bastante agradável 🙂
      Um grande abraço

  11. Avatar
    Débora Brun em

    Olá!
    Estarei chegando em Lisboa no dia 03/06/2018 ( domingo) e penso como primeiro passeio ir até o castelo de São Jorge. Estarei hospedada em Alfama, próximo ao Museu do Fado. A caminhada até o castelo é muito íngreme e cansativa partindo deste ponto da cidade? Aproveito para deixar aqui meu agradecimento a vocês pelas dicas valiosas de Portugal. Fiz todo o meu roteiro de viagem ( 20 dias de carro indo até o Porto, passando pelo vale do Rio Douro e descendo até o Alentejo, finalizando em Lisboa) muito baseada em tudo o que vocês aconselharam por aqui!!
    Obrigada
    Débora

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Débora
      Tudo bem?
      Agradecemos o enorme carinho! Muito bom saber que você está usando as nossas dicas e sugestões para programar a sua viagem! 🙂

      Sobre a caminhada até o Castelo, ela é bem íngreme a partir do Museu do Fado, onde você estará hospedada – por volta de 900m. O Castelo de São Jorge está em uma das colinas mais altas de Lisboa. Subir de uma vez pode ser cansativo no primeiro dia de viagem. Entretanto, se você estiver bem disposta, entre pelas ruas estreitas do bairro de Alfama e curta a decoração dos Santos Populares, passando pela Igreja de São Miguel e já perto do Castelo, nos Miradouros Santa Luzia e Portas do Sol (já tem placas indicando o Castelo), além do lindo mural da Amália Rodrigues, a Rainha do Fado. 😉

      Um grande abraço e aproveite muito as férias aqui em Portugal!

  12. Avatar

    Ei gente! Inicialmente, obrigada pelas valiosas dicas.
    Eu e meu marido estamos indo para Lisboa no dia 28/03 e retornaremos no dia 11/04. Pretendemos alugar um carro para rodar por algumas cidades até o Porto.
    No dia 03/04 assistiremos a um show no altice arena.
    Primeira pergunta: para ir ao show vale a pena pegar táxi, Uber ou transfer?
    Segunda pergunta: vocês têm algum roteiro legal para estes 14 dias?
    Muito obrigada e parabéns pelo blog.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Silvana
      Tudo bem?
      Agradecemos tamanho carinho pelo nosso conteúdo. 🙂
      Se vocês estiverem hospedados perto de uma estação, poderão ir de metro até o show. Não pegam trânsito e chegam com tranquilidade. Caso contrário, qualquer uma das opções. Entretanto, dependendo do dia e do horário, lembrem-se de que podem pegar bastante trânsito na ida.
      Sobre roteiros, deixo como sugestão a pesquisa neste índice de artigos, em que damos todas as dicas para que possam organizar um roteiro que vá de encontro ao que desejam conhecer no país. Temos diversos artigos no blog com roteiros completos de diversas cidades: https://www.cultuga.com.br/roteiro-viagem-portugal/
      Um grande abraço e uma excelente viagem!

Deixe um comentário