Livros de Fernando Pessoa para baixar de graça!

PORTUGAL NA PANDEMIA: eventos podem ser adiados ou cancelados; atrações e estabelecimentos podem funcionar sob horário e regime especiais. Acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Neste artigo você vai conhecer um pouco mais desse enigmático poeta português e terá a oportunidade de acessar uma boa parte da obra de Fernando Pessoa para baixar graça em PDF. 

O poeta português Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em 1888. Desde o seu primeiro poema conhecido, escrito aos 7 anos de idade e dedicado a sua mãe, até a última frase que escreveu na véspera de sua morte, aos 47 anos (quando não sabia o que o amanhã traria), produziu incansavelmente. 

Fernando Pessoa última frase
A última frase escrita por Fernando Pessoa foi em inglês e no leito de um hospital em Lisboa. Em tradução livre: “Eu não sei o que o amanhã trará”

Escritos a mão e a máquina. Muitos. Centenas de autores fictícios criados. Resenhas, poemas, prosas, fragmentos, anotações, correspondências. Em diversos idiomas. O baú de Fernando Pessoa – chamado de arca – continha quase 30 mil papéis quando faleceu, em 1935.

Baú com a obra produzida por Fernando Pessoa ao longo da vida. Ao fundo, sua biblioteca particular (tem curiosidade para saber o que Pessoa leu? No final deste artigo tem uma surpresa para você!).

Ler Fernando Pessoa é perder-se nesse universo próprio. É ter a consciência de que se está entrando em um labirinto, mas com aquela sensação de não querer nunca encontrar a saída. :)

Por aqui, reunimos os principais livros e poemas de Fernando Pessoa disponíveis para download em PDF de graça, de maneira legal, para que possa absorver um pouco desse mundo tão mágico!

Livros de Fernando Pessoa para baixar de graça!

Fernando Pessoa – Mensagem [PDF]

A primeira recomendação desta lista de livros gratuitos de Fernando Pessoa é Mensagem. Ele, assim como algumas das recomendações que vamos fazer aqui, faz parte do acervo do portal Domínio Público.

Este foi o único livro em língua portuguesa publicado por Fernando Pessoa em vida, em 1934.

Em uma carta a Adolfo Casais Monteiro, disse: “Comecei por esse livro as minhas publicações pela simples razão de que foi o primeiro livro que consegui, não sei porquê, ter organizado e pronto. Como estava pronto, incitaram-me a que o publicasse: acedi.”

A obra reúne 44 poemas que trazem como tema central a história de Portugal – um interessante e envolvente olhar pessoano sobre o passado português. Nela, por exemplo, está o clássico Mar Português (Valeu a pena? Tudo vale a pena / Se a alma não é pequena.).

Bernardo Soares – Livro do Desassossego [PDF]

Não poderia faltar nesta lista o Livro do Desassossego, um livro biográfico do semi-heterônimo Bernardo Soares, publicado somente em 1982.

É como um diário íntimo e profundo, tendo a bela cidade de Lisboa como cenário.

Mas por quê semi-heterônimo? Foi Pessoa que revelou à sua maneira: “É um semi-heterónimo porque, não sendo a personalidade a minha, é, não diferente da minha, mas uma simples mutilação dela”.

Fernando Pessoa – O Banqueiro Anarquista [PDF]

Como é que um banqueiro pode ser anarquista?

Este é um conto de 1922 publicado por Fernando Pessoa na estreia da revista Contemporânea. Quase 100 anos depois, muitas foram suas edições e reedições em livros.

Conheça esse personagem interessante imaginado por Fernando Pessoa!

LEIA TAMBÉM:
Frases de Fernando Pessoa sobre viajar
Quem foi Fernando Pessoa?

Conheça Tavira – a vila do heterônimo Álvaro de Campos

Alberto Caeiro – O Guardador de Rebanhos [PDF]

Fernando Pessoa Guardador de Rebanhos
Manuscrito do Guardador de Rebanhos – classificado como Tesouro Nacional e pertencente ao acervo da Biblioteca Nacional

Este é o conjunto de poemas mais conhecido do heterônimo Alberto Caeiro.

Neste livro temos uma leitura fluida, com linguagem simples, mas um sentido complexo, bonito e profundo do autor sobre a vida.

Fernando Pessoa afirmou ter escrito a maior parte dos 49 poemas desta obra no dia 8 de março de 1914, de uma só vez, “numa espécie de êxtase”, de pé, junto a uma cômoda alta, naquele que chamou de Dia Triunfal

Fernando Pessoa Guardador de Rebanhos
Cômoda original do Dia Triunfal em exposição na Casa Museu Fernando Pessoa (nos destaques do Instagram do Cultuga mostramos este e outros objetos dele em vídeo)

Fernando Pessoa – O Marinheiro [PDF]

Este é um texto dramático menos popular de Fernando Pessoa. Entretanto, incluímos aqui porque traz um registro muito interessante dele – “um drama estático em um quadro”, como indicou.

O Marinheiro é uma peça de teatro escrita em 1913, mas nunca representada na presença de Fernando Pessoa.

Na carta enviada a Armando Cortes-Rodrigues disse: “O meu drama estático O Marinheiro está bastante alterado e aperfeiçoado; a forma que você conhece é apenas a primeira e rudimentar. O final, especialmente, está muito melhor. Não ficou, talvez, uma coisa grande, como eu entendo as coisas grandes; mas não é coisa de que eu me envergonhe, nem — creio — me venha a envergonhar.”

Arquivo Pessoa – Obra aberta em PDF

Máquina de Escrever de Fernando Pessoa
Máquina de escrever utilizada por Fernando Pessoa

Deixamos ainda como sugestão a consulta ao fantástico Arquivo Pessoa – com a obra aberta do Fernando Pessoa.

O acervo desse site é bem organizado e riquíssimo, com textos em nome próprio, dos principais heterônimos e das outras dezenas de autores fictícios. Você poderá ler na própria página ou fazer o download de qualquer um dos poemas, textos e cartas em PDF. 

BÔNUS: Quais livros Fernando Pessoa leu?

Livros que Fernando Pessoa leu
A Casa Museu Fernando Pessoa tem em sua exposição permanente a maior parte da biblioteca particular de Fernando Pessoa. No site do Museu os livros estão totalmente digitalizados e disponíveis para consulta livre

Uma última dica imperdível neste artigo é a possibilidade de consultar os livros completos da biblioteca particular de Fernando Pessoa!

Se você deseja ler algum dos livros que Fernando Pessoa leu ou ver as anotações que ele fez em seus livros e as dedicatórias que recebeu, poderá acessar gratuitamente esse acervo digitalizado no site da Casa Museu Fernando Pessoa.

É possível filtrar a pesquisa por autor, nome do livro, data ou tema. 


Envie este artigo para alguém que você gosta!

Apoie o Cultuga ❤

Estamos há 11 anos produzindo conteúdo autêntico sobre a cultura portuguesa e o turismo cultural de Portugal.

Com a pandemia, manter o Cultuga tem sido um desafio. Se você gosta do nosso trabalho e se o nosso conteúdo é útil para você, veja como nos apoiar:

Apoie com o valor que puder via PIX. Chave: contato@cultuga.com.br

 Inscreva-se em nosso canal no YouTube – é gratuito e há sempre novidades

Viaje a Portugal com segurança ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal na Real Seguro Viagem com este link do Cultuga e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Viajar de carro é uma ótima opção para se aproximar da natureza e fazer um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking focados na higienização de seus espaços e evite surpresas frente a imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

TRANSFERS EM PORTUGAL
Conheça o Vinícius e sua equipe! Eles terão enorme carinho em receber você em segurança e tranquilidade no aeroporto.

Sobre o autor

Redação Cultuga

O Cultuga tem como principal objetivo promover a paixão pela cultura portuguesa, pelo turismo cultural de Portugal e fortalecer a conexão entre Portugal e Brasil. No ar desde 2010 e mantido pelo casal de jornalistas luso-brasileiros Priscila Roque e Rafael Boro, residentes em Lisboa.

Deixe um comentário