Rua Augusta: roteiro das principais lojas e a história da rua mais famosa de Lisboa!

PORTUGAL NA PANDEMIA: acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

A Rua Augusta, em Lisboa, é a principal via comercial do centro histórico da cidade. Por aqui, encontramos lojas de marcas portuguesas e também lojas de marcas internacionais.

Hoje convidamos você para dar uma volta com a gente pela Baixa de Lisboa e ver lojas históricas, conhecer curiosidades, descobrir monumentos – como o Elevador de Santa Justa e o Arco da Rua Augusta – além de fazer uma parada estratégica para provar um delicioso pastel de nata acompanhado de um café na Manteigaria.

Rua Augusta Lisboa

Em uma das pontas da Rua Augusta está o seu famoso e imponente arco

Nesse roteiro pela Rua Augusta, em Lisboa, sugerimos que você comece pela Praça D. Pedro IV (Rossio) e termine na emblemática Praça do Comércio para que possa descobrir tudo o que contaremos por aqui!

Ah, no final deste artigo você poderá assistir ao vídeo que fizemos andando pela Rua Augusta!

Vamos lá?

Rua Augusta: roteiro das principais lojas e a história da rua mais famosa de Lisboa!

Mapa da Rua Augusta – Lisboa

Mapa Rua Augusta Lisboa

A Rua Augusta liga a Praça D. Pedro IV (Rossio) com a Praça do Comércio na Baixa de Lisboa. Imagem: Google Earth

Quando olhamos para o mapa da Rua Augusta percebemos que é uma linha reta. Isso acontece porque a Rua Augusta é uma via planejada.

Portugal sofreu algumas tragédias naturais, mas foi o famoso Terremoto de 1755 que impactou diretamente a capital. Essa área que hoje conhecemos como a Baixa de Lisboa, no centro histórico, ficou totalmente destruída.

Portanto, o plano de reconstrução de Lisboa estabeleceu a Rua Augusta como sua principal artéria.

Assim, desde o século 18 até hoje, a Rua Augusta conecta os lugares mais emblemáticos daqui, como a Praça D. Pedro IV (Rossio), o Elevador de Santa Justa, o Arco da Rua Augusta e a Praça do Comércio.

Como chegar a Rua Augusta

Chegar a Rua Augusta é bem simples, pois ela fica próxima de várias estações do metro de Lisboa – sendo a estação Terreiro do Paço (linha azul), a estação Baixa-Chiado (linhas azul e verde), a estação Restauradores (linha azul) e a estação do Rossio (linha verde) as mais próximas e com bons acessos a pé.

Monumentos de acesso fácil na Rua Augusta

A partir da Rua Augusta você consegue chegar facilmente a alguns lugares interessantes da Baixa de Lisboa e que ajudam a nos contar um pouco mais sobre a história daqui.

Elevador de Santa Justa

Elevador de Santa Justa - Lisboa, Portugal

Elevador de Santa Justa: um dos transportes centenários de Lisboa

A Baixa de Lisboa é um bairro mais comercial onde podemos ver uma série de lojas e escritórios – apesar de hoje em dia já não ser mais o único núcleo comercial da cidade. 

Mas assim era no início do século 20, época em que o Elevador de Santa Justa foi inaugurado.

Na esquina da Rua Augusta com a Rua de Santa Justa você verá essa enorme e emblemática torre de ferro. O Elevador de Santa Justa é histórico e centenário.

Ele fazia o transporte das pessoas, principalmente no pós-expediente. Portanto, depois que os escritórios e lojas fechavam, muitos subiam para o Chiado – um bairro mais cultural, onde estavam os cafés, as livrarias, o cinema, as tabacarias, etc.

No topo dele, a vista para essa área do centro histórico também é muito bonita.

Arco da Rua Augusta

Arco da Rua Augusta Lisboa

Arco visto a partir da Rua Augusta

Praça do Comércio Lisboa

Rua Augusta vista a partir da Praça do Comércio

Em uma das pontas da Rua Augusta está o Arco Triunfal – um símbolo da Baixa de Lisboa.

O Arco da Rua Augusta chama bastante a atenção.

Se você quiser ver a Praça do Comércio e a Rua Augusta do alto, poderá subir no topo e ter uma vista de 360º – no chamado Miradouro do Arco da Rua Augusta.

A subida é paga, mas vale a pena. A partir dele, conseguimos perceber essa simetria da Baixa, fruto do planejamento pós Terremoto de 1755.

Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros

Rua Augusta Lisboa

Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros

Todo mundo adora um segredo, ser surpreendido ao longo de uma viagem, conhecer algo que está fora da vista da maior parte das pessoas.

Assim é o Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros – que, apesar do nome, tem uma de suas portas voltadas para a Rua Augusta.

Nesse pequeno núcleo arqueológico mantido pelo banco Millenium bcp você poderá ver ruínas subterrâneas de várias fases da história de Lisboa.

Subterrâneos de Lisboa

Foto: Fundação Millenium bcp – Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros

Em uma visita guiada e gratuita (sempre de segunda a sábado – é necessário agendar), você verá resquícios de mais de 2500 anos de história!

Durante o período da Covid-19 o núcleo está fechado para remodelação. Na época da sua viagem, entre em contato com eles para confirmar a retomada das visitas. A reabertura está prevista para breve.

Rua Augusta: significado do nome

E qual é o significado do nome da Rua Augusta?

A Rua Augusta leva esse nome porque homenageia a “Augusta” figura do rei D. José – que reinava Portugal na época do fatídico Terremoto de 1755.

Augusta, aqui, significa “venerada”, “imponente”, “majestosa”.

A partir da própria Rua Augusta vemos a venerada, portanto augustaestátua equestre do rei no centro da Praça do Comércio emoldurada pela estrutura do Arco Triunfal:

Arco da Rua Augusta Lisboa

Ao fundo, emoldurado pelo arco, está o rei D. José I

Aqui tem boas experiências para sua viagem a Portugal :)

Lojas da Rua Augusta

Estamos na principal rua de comércio popular de Lisboa. Caminhar pela Rua Augusta é também ver o centro histórico de Lisboa pulsar.

A maioria das lojas da Rua Augusta tem como horário de funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 19h. Os restaurantes e cafés costumam abrir antes e fechar depois desse horário.

No verão e também no período doNatal, o comércio pode ter um horário especial para atender a demanda.

Lojas históricas: uma experiência genuína

Caminhar pelo centro histórico de Lisboa é também se deixar envolver pelo comércio histórico. Há diversas lojas antigas que nos revelam hábitos presentes até os dias de hoje.

Na Rua Augusta, podemos encontrar a Casa Macário (Rua Augusta, 272), por exemplo, que vende cafés, vinhos, chás, bolachas e chocolates desde 1913. Uma mercearia com garrafas empoeiradas e que se orgulha do peso dessa história. Não deixe de visitar!

Casa Macário - Lojas Rua Augusta Casa Macário - Lojas Rua Augusta

Um outro lugar que merece a sua atenção por aqui é a Sapataria Lord (Rua Augusta, 199), de 1941. O espetáculo já começa do lado de fora, quando percebemos que sua estrutura chama muito a atenção e se destaca na rua.

Sapataria Lord - Lojas Rua Augusta

A sapataria sempre esteve na mesma família, mas mantém até hoje a atmosfera histórica e a qualidade de seus produtos.

Marcas internacionais: para comprar roupas, acessórios e maquiagem

Lojas Rua Augusta Lisboa

Neste cruzamento da rua Augusta estão a Calzedonia, a Zara e a Intimissimi, por exemplo

A Rua Augusta também reúne diversas lojas internacionais. Entre as mais famosas, estão:

✔ Zara (Rua Augusta, 157)

✔ Benneton (Rua Augusta, 291 – esquina com a Praça D. Pedro IV)

✔ Vans (Rua Augusta, 254)

✔ Kiko Milano (Rua Augusta, 250)

✔ Bershka (Rua Augusta, 71)

✔ Pull & Bear (Rua Augusta, 61)

✔ Stradivarius (Rua Augusta, 97)

✔ Calzedonia (Rua Augusta, 158)

✔ Parfois (Rua Augusta, 146) – marca portuguesa de acessórios presente em mais de 60 países

Além dessas, há mais lojas nas paralelas da rua Augusta, como a Rua da Prata e a Rua do Ouro (Áurea), inclusive com marcas portuguesas.

Para quem deseja aproveitar para fazer compras em Lisboa, principalmente aqui na região do centro histórico, não deixe de visitar ainda os Armazéns do Chiado e a Rua Garrett – com outras tantas marcas conhecidas.

Lojas para comprar lembrancinhas

Lojas Rua Augusta Lisboa

Um dos times de futebol mais famosos de Lisboa – o Sporting – tem uma loja oficial aqui na Rua Augusta

Se você quer levar algo genuíno de Portugal ou comprar presentes e lembrancinhas diferentes, deixo aqui as nossas sugestões pessoais na Rua Augusta:

✔ Typografia (Rua Augusta, 93) – camisetas com boa malha e design português

✔ Loja Verde – Sporting (Rua Augusta, 249) – um dos principais times de futebol de Lisboa

✔ Madeira House (Rua Augusta, 130) – artesanato de várias partes de Portugal

✔ Pedemeia (Rua Augusta, 245) – marca portuguesa tradicional de meias

Onde comer na Rua Augusta

Manteigaria Rua Augusta Lisboa

O seu pastel de nata é com ou sem açúcar e canela? :)

Ao longo de toda a Rua Augusta você vai encontrar uma série de cafés e restaurantes.

Para almoço e jantar, nós não recomendamos comer por aqui. Como esses restaurantes ficam na via principal, acabam por ter um preço mais alto e não compensam na qualidade da comida servida.

Para isso, veja as nossas sugestões alternativas de onde comer no centro histórico de Lisboa.

Mas para tomar um café ou um sorvete, vale muito a pena!

✔ Manteigaria (Rua Augusta, 195) – perfeito para um pastel de nata e um café expresso

✔ Fábrica da Nata (Rua Augusta, 275) – bom lugar para sentar e comer um pastel de nata ou fazer um lanche

✔ Amorino (Rua Augusta, 209)  – sorveteria francesa com excelentes opções de sabores, principalmente com chocolate

Hotéis na Rua Augusta e arredores

Hotéis na Rua Augusta Lisboa

O Pestana CR7 Lisboa fica a 90m da Rua Augusta

Se você gosta de se hospedar no centro histórico para ficar bem perto de tudo, a Baixa acaba por ser uma opção interessante em Lisboa por ser totalmente plana e bem perto de várias estações de metro.

Especificamente na Rua Augusta, aquela que também é a rua mais famosa de Lisboa, há alguns lugares interessantes – seja para hotéis, apartamentos turísticos e também hostels.

Veja onde se hospedar no centro histórico de Lisboa com as nossas recomendações das melhores ruas e hotéis nessa região.

Curiosidades sobre a Rua Augusta – Lisboa

Tranquilidade e a luz da manhã

Rua Augusta Lisboa

Visitar a Rua Augusta antes das 10h da manhã é também poder ver a rotina mais genuína deste lugar, sem um volume alto de turistas.

Com as lojas fechadas, vemos aqui o abastecimento dos estoques, pessoas fazendo exercício, a chegada dos funcionários e uma luz inspiradora que, pouco a pouco, ilumina a Rua Augusta.

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa no Café Martinho da Arcada

Fernando Pessoa no Café Martinho da Arcada, na Praça do Comércio

Andar pela Rua Augusta também é sentir um dos lisboetas mais ilustres da história: Fernando Pessoa.

É como se a gente estivesse sempre muito perto de encontrá-lo por aqui a qualquer momento.

Fernando Pessoa passou boa parte da sua vida adulta andando pela Baixa de Lisboa durante o horário de expediente. Ele trabalhou como freelancer nesta região, em vários escritórios.

Na pausa do seu trabalho, ia ao bar ou ao café para bebericar alguma coisa.

Se você prestar a atenção em seu passeio pela Baixa de Lisboa, verá que diversos edifícios possuem uma pequena placa na porta que marca que Fernando Pessoa esteve por ali.

Fernando Pessoa na Baixa de Lisboa

Na Baixa de Lisboa podemos ver diversas placas que marcam alguns dos escritórios em que passou Fernando Pessoa

Galerias Romanas

Como já disse por aqui, Lisboa tem um segredo subterrâneo que nem todo mundo sabe. Por baixo da Rua Augusta (e não só), há uma série de ruínas romanas preservadas.

Galerias Romanas Baixa de Lisboa

Uma das descidas para as Galerias Romanas está em uma travessa da Rua Augusta

Galerias Romanas Baixa de Lisboa

Visita aos criptopórticos das Galerias Romanas na Baixa de Lisboa

Na época do Império Romano, Lisboa (chamada de Olissipo) era uma importante produtora de uma pasta de peixe usada na alimentação chamada garum.

Essa pasta era feita em tanques que levavam camadas de peixe, de sal e de ervas aromáticas para ser produzida.

No subterrâneo da Baixa de Lisboa há diversos desses tanques – chamados de Cetárias – e também antigas estruturas que davam sustentação aos edifícios romanos – chamados de Criptopórticos.

Há um passeio para conhecer mais dessas estruturas. Entretanto, são abertos somente uma ou duas vezes por ano.

Para breve, está planejada a inauguração de um núcleo na Baixa de Lisboa com acesso permanente aos visitantes o ano todo.

O mesmo vale para o Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros, que também tem ruínas visíveis desta fase (fechado para remodelação durante a pandemia, mas em breve deve reabrir).

Decoração de Natal na Rua Augusta

Natal Rua Augusta de Lisboa

Ao longo de todo o mês de dezembro Lisboa recebe uma bonita decoração de Natal – principalmente na área histórica.

A Rua Augusta é um dos espaços que sempre recebe essa decoração feita de forma especial, por ser a principal rua da Baixa de Lisboa.

Artistas de rua

Uma das características da Rua Augusta são os artistas de rua.

Entre os mais clássicos que vemos por aqui estão estátuas vivas, músicos e dançarinos. Entretanto, também é comum vemos apresentações de grupos musicais de estudantes universitários (chamados de tunas) ao longo do ano.

Calçada portuguesa

Rua Augusta Lisboa

Quando andamos por aqui é impossível não prestar atenção na bonita calçada portuguesa que reveste o piso de toda a Rua Augusta.

No início da manhã vemos também, com nitidez, uma das características típicas da calçada portuguesa em Lisboa: além de ser um revestimento, também pode marcar o nome da loja e o número.

Na Rua Augusta de hoje não passam carros

Rua Augusta antigamente

Assim era a Rua Augusta em 1963. Imagem do fotógrafo Armando Maia Serôdio pertencente ao acervo do Arquivo Municipal de Lisboa (AML)

Desde 1984 não passam carros na Rua Augusta. A rua foi fechada para a passagem exclusiva de pedestres.

Por isso, vemos calçada portuguesa também no centro da rua, não somente nas laterais.

Transportes centenários

Rua Augusta Lisboa

Além de vermos o Elevador de Santa Justa a partir da Rua Augusta (quando ela cruza com a Rua de Santa Justa) também podemos ver o famoso bondinho de Lisboa circulando por aqui.

A principal via que o elétrico atravessa a Rua Augusta é já perto da Praça do Comércio, na Rua da Conceição. É certo que você vai vê-lo passar e rende uma foto muito bonita em vários ângulos!

Roteiro na Rua Augusta em vídeo

Você sabia que o Cultuga tem um canal no YouTube? Por lá, também mostramos muito de Portugal!

Assista a este vídeo especial que fizemos na Baixa de Lisboa. Demos uma volta no início da manhã, com uma Rua Augusta mais calma e cheia de inspiração!

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Portugal perto de você ❤

Há 11 anos produzimos conteúdo autêntico sobre cultura portuguesa e turismo cultural de Portugal!

 YOUTUBE
Inscreva-se
em nosso canal no YouTube – há sempre novidades!

NEWSLETTER
Cadastre-se na nossa newsletter
 e receba atualizações por e-mail

Viaje a Portugal com tranquilidade ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE
Faça o seguro para Portugal na Real Seguro Viagem. Você ganha 10% de desconto!

icon-carro

ALUGAR CARRO
Viaje de carro com um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking e proteja-se de imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

SESSÃO FOTOGRÁFICA
Eternize a sua viagem a Portugal com um ensaio fotográfico!

TOURS E TRANSFERS
Conheça o trabalho do Vinícius! Ele e sua equipe vão receber você com carinho e conforto!

Sobre o autor

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

Deixe um comentário