Como calcular o custo de vida em Lisboa?

Conhece alguém que vai viajar para Portugal? Envie este artigo!

O custo de vida de uma cidade é bastante relativo. Cada família tem os seus costumes e necessidades. Entretanto, peguei alguns exemplos de valores (atualizados em fevereiro/ 2018) para te dar uma noção do quanto nós gastamos, em média, com serviços e produtos gerais para você calcular o custo de vida em Lisboa.

Como calcular o custo de vida em Lisboa?

Vale lembrar que essa é uma das cidades mais caras de Portugal, mas também uma das capitais mais baratas da União Europeia. Se a sua ideia é morar nos arredores de Lisboa ou em outra parte do país, certamente terá uma somatória mais baixa.

Vamos aos valores médios de algumas coisas que podem te ajudar a fazer as contas:

  • Transporte: 36,70€ (passe navegante urbano válido por 30 dias)
  • Aluguel: 800€ – 1000€ (apartamento de 1 dormitório – T1 – na cidade de Lisboa)
  • Água: 15€ – 20€ (bimestral/ casal/ apartamento pequeno)
  • Luz: 40€ – 75€ (mensal/ casal/ apartamento pequeno/ variável de acordo com a época do ano)
  • Gás: 27€/ botijão (casal/ 1 mês e meio aprox/ o gás encanado é um pouco mais barato)
  • Cinema: 4,80€ – 7€
  • Shows internacionais: 25€ – 60€
  • Café: 0,70€
  • Pãozinho: 0,20€
  • Almoço completo: 10€ – 15€
  • Fast-food: 6€
  • Pacote com Internet, TV e telefone fixo: a partir de 40€/ mês
  • Peito de frango: 7€ (kg)
  • Carne de vaca: 15€ (kg)
  • Tomate: 1,50€ (kg)
  • Arroz: 0,90€ (kg)
  • Batata: 0,90€ (kg)
  • Coca-cola: 1,25€ (1l)
  • Leite: 0,60€ (1l)
  • Cerveja ou refrigerante em cafés: 1,50€
  • Sucos: 2,5€
  • Salário mínimo: 580€ (brutos)

Ainda há mais uma forma de se aproximar do que você precisará gastar mensalmente para se manter em Lisboa. Deixo aqui uma seleção de links em que você poderá encontrar os preços de produtos e serviços e, assim, fazer a sua própria somatória:

Supermercado: www.continente.pt
Alguel/ compra de imóveis: www.imovirtual.com
Celular, Internet e TV: meo.pt, www.vodafone.pt e www.nos.pt
Gás: galpenergia.com
Energia: www.edp.pt
Água: www.epal.pt
Móveis/ decoração: ikea.com
Eletrodomésticos/ eletrônicos: www.worten.pt
Eletrônicos/ livros/ discos: www.fnac.pt
Fast food: www.pizzahut.pt
Cinema: www.ucicinemas.pt
Metrô: www.metrolisboa.pt
Ingressos para shows: ticketline.sapo.pt

* A moeda utilizada em Portugal é o euro (€). Em circulação, há notas de 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 (mais raras e menos aceitas) e moedas de 2, 1, 0,50, 0,20, 0,10, 0,05, 0,02 e 0,01.

Atualização: encontrei um site interessante que faz um comparativo simples sobre o custo de vida de cidades do mundo todo. Simulei o cálculo entre São Paulo e Lisboa e achei coerente. Vale a pena dar uma olhada no Expatistan (em inglês).

Boas escolhas para sua viagem a Portugal

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal com a Real Seguro Viagem e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Utilizamos o Booking para reservas há mas de 15 anos. Apartamentos turísticos, casas típicas rurais e excelentes hotéis com cancelamento gratuito!

Conheça os serviços do Cultuga!

icon-carroTRANSFER E TOURS
Tenha uma viagem a Portugal tranquila com os transfers e tours do Vinícius e sua equipe!

TOURS A PÉ
Conheça Lisboa a pé com os nossos tours históricos e culturais!

icon-tourTOUR DE TUK TUK
Quer ter uma experiência divertida? A Kamila vai te levar em um tour de tuk tuk!

icon-foto

SESSÃO FOTOGRÁFICA
As nossas fotógrafas conhecem os lugares mais bonitos para fazer o seu ensaio fotográfico!

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

250 Comentários

  1. Avatar

    Interessante, estava tentando achar um site em que pudesse reunir algumas informações sobre Portugal, o que, infelizmente, nem sempre tem de maneira bem elaborada. Acabei parando por aqui, e pelo pouco que li, por enquanto, já mostrou ser bem feito, meus parabéns, gostei do que vi.

    Em relação ao assunto, gostaria de saber a respeito de salário. Cheguei a ler certa vez, de que o salário médio de um português chega em torno de 1.000 a 1.200 € aproximadamente, mas como o salário mínimo é de 485€, queria entender se esse mínimo, ele é “voltado” mais para profissionais não qualificados, que não tem uma especialização, curso técnico ou superior ou se mesmo esse tipo de perfil pode chegar a receber um salário não muito diferente disso.

    Muito obrigado!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Thiago!
      Fico feliz que esteja gostando do Cultuga. Seja sempre bem-vindo ao nosso site :)
      Com relação ao salário, infelizmente não posso te ajudar com precisão porque trabalho por conta própria. Entretanto, o que percebo é que diversas áreas recebem por volta de 600 a 800 euros, ao menos aqui em Lisboa. Os salários já foram mais altos mas, com a crise, já ouvi sobre casos de cortes de até 400 euros no fim do mês, infelizmente. Na área de comunicação – que é o meio que mais conheço – já não adianta especializações ou mestrados. A realidade dessa área se aproxima muito do que vemos no Brasil. É desvalorizada e, com a crise, se torna um pouco mais difícil.
      Um grande beijo!

      • Avatar

        Entendi, no meu caso seria, inicialmente, voltado para a área de administração/contabilidade, então a graduação seria imprescindível, acredito eu.

        Realmente não deve ser fácil viver com um salário desse em Lisboa, ainda mais no meu caso, por exemplo, que tenho a pretensão de ir sozinho. Como isso não é algo de imediato, então só resta acompanhar melhor toda essa situação.

        Muito obrigado novamente!

        • Priscila Roque
          Priscila Roque em

          Olá, Thiago!
          Com ou sem graduação, com ou sem especialização, por aqui, não está realmente fácil. O que realmente parece estar em crescimento são algumas apostas da gastronomia e do turismo. Há novos negócios crescendo rapidamente nesses setores e com um grande sucesso. O que conto por experiência própria é que não vale a pena vir sem ter uma segurança, seja um contrato de trabalho firmado ainda no Brasil ou uma poupança que possa garantir o primeiro ano de adaptação. Para viver em Lisboa, não é preciso luxo. Há cultura para se consumir com pouco dinheiro ou de graça, é possível adotar estratégias de compra para gastar menos nos supermercados, uma localização bem estudada da moradia pode evitar que você use sempre o transporte para os serviços que precisa, etc. É possível viver sem dores de cabeça financeiras na capital, mas é preciso estudar bastante o projeto e levar nas malas os planos A, B e C. Boa sorte no seu caminho :)

      • Avatar
        Maria Tereza Peixoto Gondim em

        A d o r e i !!! Patricia, vc não pode imaginar como será útil para mim conversar um pouco com vc, peço a gentileza de me enviar sue e-mail. Ops! pedi demais? Desculpa.

        • Priscila Roque
          Priscila Roque em

          Olá, Maria Tereza!
          Como vai?
          Peço, por favor, que deixe as suas dúvidas nos posts relacionados aqui mesmo no Cultuga, que sempre respondemos. Assim, podemos ajudar também mais pessoas. Infelizmente não podemos atender a todos de maneira personalizada por e-mail.
          Um forte abraço!

        • Avatar

          ola. Estou pensando em me mudar para Lisboa em dois anos e quero procurar apartamento para comprar de dois quartos, que seja em um bairro tranquilo e nao seja caro, um apartamento simples mas que seja comodo. Somos 3 pessoas, poderia me dar uma idéia de preço para comprar? Ou um site que posso ver preços sem imobiliarias, quero morar sem luxo, mas com segurança e comodidade. Obrigada. Meu email: sirleysantos@hotmail.com

  2. Avatar

    Olá Priscila,

    Gostaria de saber se vale a pena ir para Portugal com a família, no caso minha filha de 3 anos, esposa e eu?

    Minha filha consegue matrícula tranquilamente em alguma escala infantil pública?

    Sou formado em Negócios Internacionais e minha esposa em Gestão comercial. Ela possui boas experiências bancárias, será que conseguimos nos encaixar em empregos que nos sustentem no país?

    Obrigado

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Willian!
      Seja bem-vindo ao Cultuga!
      Infelizmente não consigo te ajudar com precisão porque atuo em comunicação e trabalho por conta própria, além de não ter filhos. Entretanto, esteja atento que Portugal está economicamente em crise. Portanto, não há emprego para todos e há, sim, muita dificuldade financeira. Não é fácil encontrar vagas em escolas infantis públicas e mesmo elas, muitas vezes, não são gratuitas. A taxa a ser paga varia de acordo com a renda familiar.
      Para morar em Portugal é preciso um planejamento forte e bem estudado. É possível sustentar uma casa e ser feliz. Entretanto, é preciso garra, amor e estratégia para economizar.
      Boa sorte no seu caminho e um grande beijo!

  3. Avatar

    Olá Priscila! Parabéns pela iniciativa! Está ajudando muito com seus posts. Também preciso de umas dicas! Estou indo para Lisboa em setembro para fazer um estágio na Universidade de Lisboa. Sabe me dizer qual o melhor bairro para morar em Lisboaque seja de fácil a UL? Estou perdida na localização dos imóveis que vejo pela internet….quais são os melhores bairros para morar (acesso fácil a metro, ônibus, etc. )? Tens alguma dica de imobiliária que alugue apartamentos mobiliados para uma temporada de um semestre? Grande beijo!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Priscyla – minha xará :)
      Fico feliz que você esteja gostando da série de posts sobre morar em Lisboa. Vou preparar um post bacana sobre os bairros, pode deixar! Mas já te adianto que os arredores da Cidade Universitária são bem bacanas. Não fica tão perto do centro, mas a cidade é muito pequena. Portanto, se você estiver pertinho do metrô, consegue se locomover facilmente. Para chegar rapidamente a UL, você pode procurar um apartamento no Alvalade (um bairro bem residencial, arborizado e muito bonito) ou próximo aos metros Roma, Entrecampos ou Campo Pequeno. São os melhores bairros daquela região. Telheiras é um bairro mais novo, mas já um pouco afastado. Dali para a parte de cima da cidade já fica mais “longe” – dentro dos padrões de Lisboa. O Campo Grande, particularmente, eu não aconselho para morar. Fora dos arredores da Universidade, você pode procurar perto alguma estação da linha amarela do metro – desde que para “sul”. São elas: Picoas, Saldanha e Rato (localizados entre a Universidade e o centro da cidade). A linha verde do metro eu, particularmente, não aconselho (exceto Alvalade e Roma, como citei). São bairros ainda em revitalização. No seu caso, eu não procuraria perto da linha vermelha – fica um pouco “fora de mão” para você. E a linha azul é a principal da cidade, que pega todo o centro de Lisboa. Nela, você pode procurar desde Alto dos Moinhos até o Terreiro do Paço. Uma dica importante: sempre questione o corretor de imóveis sobre a distância entre o apartamento e o metrô. É bem fácil se locomover de ônibus aqui na cidade, mas o metrô acaba por ser ainda mais fácil e muito rápido. Se você tiver fácil acesso aos supermercados Pingo Doce e Continente também é ideal (o Minipreço é péssimo). Apesar de ter uma lei que regulamenta o contrato de imóveis, é possível explicar ao corretor e ao proprietário a sua situação e, assim, alugar o apartamento por 6 meses. Um dos sites mais famosos de imoveis por aqui é o http://www.imovirtual.com . Fora isso, você também pode procurar um quarto nos sites http://www.easyquarto.com.pt/ e http://www.airbnb.pt/. O site http://www.homeaway.pt/ aluga apartamentos completos por temporada. Também pode ser que você consiga uma boa oportunidade.
      Boa sorte na sua estadia em Lisboa e um grande beijo!

  4. Avatar

    Olá. Sou portuguÊs e gostaria de referir 2 coisas que a nossa querida blogger Priscila não conseguiu esclarecer. Um quarto em Lisboa (com WC e cozinha partilhados) nunca custa menos de 300 euros por mês. Não interessa se é no “centro” porque a ideia de “centro” em Lisboa não funciona. Lisboa tem vários centros com igual importância. O salário médio em Portugal é 700 euros, mas com tendência para baixar. Tomem nota que perto de 20% do salário bruto é retirado imediatamente para impostos. Outra coisa é que a formação académica não é um grande factor de diferenciação em Portugal. Aqui a grande maioria da população mais jovem tem licenciatura ou mestrado. O desemprego toca por igual para todos. Talvez seja mais fácil encontrar emprego para um bom serralheiro do que para um engenheiro. É muito normal, em Lisboa, encontrar um licenciado em Direito como motorista de Táxi ou na caixa de supermercado. Não se admirem em encontrar arquitectos a trabalhar de pedreiros. Tenho um amigo que está a fazer doutorado em ciências sociais e é motorista de ônibus (e vai continuar a ser, porque também não existe emprego para doutorados).
    Neste momento, ou a pessoa tem aptidões para fazer alguma coisa de que o mercado necessita ou então não terá emprego. Conseguir um emprego de acordo com as suas habilitações académicas então é algo de muito excepcional e geralmente só se consegue por corrupção.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Ana Maria. Tudo bem? Seja bem-vinda ao Cultuga!
      Todas as observações e experiências, por aqui, são muito valiosas. Obrigada pela preocupação em contar aos leitores mais sobre a atual realidade portuguesa. Calcular o custo de vida é bastante relativo, como disse no início do texto, em qualquer que seja a cidade, não é? O importante, seja no Brasil ou em Portugal, é ter disposição, objetivos bem traçados e perseverança. Um grande beijo!

    • Avatar

      Caro amigo, o que você quis dizer com “Conseguir um emprego de acordo com as suas habilitações académicas então é algo de muito excepcional e geralmente só se consegue por corrupção”? Poderia explicar melhor?

    • Avatar
      ALexandre Gonçalves em

      Olá colega português, sempre fique intenção de viver em portugal por uns anos. Após ler seu comentário, gostaria de uma opinião sua, sobre minha intenção de ir moral no seu país em 2016, estou disposto a trabalhar como um serralheiro, ja fui aqui no Brasil.Onde aqui hoje sou motorista de carreta. Também tenho oobjetivo de se tornar um motorista de pesados em portugal. Na sua opinião eu conseguiria um emprego no qual estaria trabalhando e estudando pra fazer minha carteira de motorista de pesados, para no futuro conseguir uma vaga? Grato

  5. Avatar

    Olá Priscila !
    Gostaria de saber, se com uma renda de Três mil euros aproximadamente, um casal, com dois filhos adolescente (17 e 13), conseguem viver dignamente em Portugal (na região do Porto), tendo que pagar aluguel (arrendamento)
    Tenho pretensão de ir no início de 2015.
    E outra preocupação é com relação a escola para meus filhos, é fácil conseguir matricula na rede pública?
    Desde de já, muito obrigado!!!
    Ps.: parabéns pela iniciativa e informações.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Wellington!
      Tudo bem? Seja bem-vindo ao Cultuga!
      Infelizmente não sei te responder com precisão, pois não tenho filhos e vivo em Lisboa. De qualquer forma, o custo de vida no Porto é um pouco inferior ao de Lisboa. Portanto, creio que isso já seja um ponto positivo em sua conta final. Para ter uma ideia maior do custo de vida e se esse dinheiro é o suficiente pra manter sua família no Porto, busque informações de cada um dos hábitos de consumo de vocês em Portugal. E com relação as escolas, considere escrever ou telefonar para algumas delas solicitando informações sobre o processo de matrícula.
      Para saber mais sobre água, luz, telefone, internet, TV: https://www.cultuga.com.br/2014/03/como-ligar-agua-luz-gas-telefone-e-tv/
      Como alugar um apto: https://www.cultuga.com.br/2014/01/como-alugar-um-apartamento-em-lisboa/
      Algumas lojas de UD e supermercado: https://www.cultuga.com.br/2014/03/onde-mobiliar-um-apartamento/
      Boa sorte e um grande beijo!

    • Avatar

      Olá Wellington!

      Morei no Porto por seis meses cinco anos atrás…posso te afirmar que, com 3.000 euros mesmo para uma Família de 4 pessoas você vai conseguir ter uma vida confortável.

      O importante é, racionalizar gastos, gostos e costumes…exemplos: aprender andar a pé/bike…usar roupas sem grife…comer bem como todo português, mas sem exageros…usufruir da cultura gratuita que é bem rica em Porto…enfim, levar uma vida européia sem luxos, mas com muita experiencia de valores.

      Abraço!

  6. Avatar

    Olá Priscila, Tubem? se vc puder me tirar umas dúvidas, ficarei muito grato! com um salário de 1500 euros eu vivo razoavelmente bem em Portugal, minha família é só eu e minha esposa e não temos filho, tive uma proposta e estou amadurecendo a idéia, as pessoa reclamam demais acho que não sabem o que é uma crise constante a que vivemos, o problema tupiniquim é cultural e não vai mudar nunca, vc sabe do que estou falando, uma pena! mudando da água pro vinho, me desculpe pelo desabafo! sou residente na Madeira, mas não moro definitivo, aí, minha esposa é portuguesa me apoia mas tem receio com a adaptação ao frio, passamos sempre no mínimo um mês em Portugal mais sempre na maioria das vezes no verão e esse é um dos medos dela, e outra dúvida são as despesas com aluguer e comida, se minha casa tivesse rodinhas eu já estava aí. adoro esse país, não vejo a hora de estar por definitivamente em Portugal (mais exato em Lisboa) agradeço sua orientação,parabéns pelo cultuga, e continue ajudando as pessoas isso é gratificante e te enobrece cada vez mais, e o retorno, é absurdo! abraços, Gama.: RJ.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Carlos!
      tudo bem? Aqui está tudo joia!
      Olha, essa questão do quanto deve ser o salário é muito relativo, pois depende do que almejam e do quanto consomem. Para ter uma vida simples, em uma casa pequena (mas bem localizada), vocês podem viver, sim, com €1500 por mês. Se escolherem viver fora de Lisboa (nos arredores), acabam por poder ter mais algumas “regalias” porque o preço do aluguel passaria a ser mais barato. De qualquer forma, penso que quando colocamos um sonho ou um objetivo em ação, fazemos de tudo para que ele dê certo. Uma mudança é sempre um risco, é sempre o “começar do zero”. Entretanto, com a experiência que tive, digo que é possível se adaptar. Aos poucos você percebe como, quanto e em quê pode gastar.
      Boa sorte e um grande beijo!

  7. Avatar

    Olá Priscila,
    Uma dúvida de quem não conhece Portugal e está desorientada! Irei para Lisboa em setembro e estou com muitas dúvidas para escolher o quarto para alugar. Veja se pode me ajudar… iremos eu e meu marido e tenho procurado quartos com banheiro, o que é muito difícil encontrar. Como estudarei durante 5 meses na UNL, dei preferência a quartos ou ´pequenos apartamentos naquela região. Enfim, encontrei um quarto com banheiro em frente à UNL, em Campolide, por 450 euros e todas as despesas incluídas, em contrapartida, encontrei um quarto em padrão um pouco inferior, no Bairro Alto, por 300 euros, com despesas incluídas também. Tendo em vista uma renda mensal de cerca de 1500 euros para o casal, o que você me recomendaria? Você acha que dá para arcar com a diferença no aluguel pelo conforto e pela proximidade com a Universidade, ou acha que ficará difícil viver com o que restará da renda? Outra coisa: quando dizem nesses sites que as contas já estão incluídas, elas serão pagas realmente pelos proprietários? Ficou um pouco confuso… Obrigada!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Anna! Tudo bem?
      No que eu puder ajudar, estou por aqui :)

      Bom, na minha opinião, se o quarto do Bairro Alto atende ao que você procura, é interessante por ser bem central. Como você estará em Lisboa por uma temporada, viver no centro histórico pode ser uma experiência interessante, principalmente para o seu tempo livre. Dessa forma, poderá fazer muita coisa a pé pelos arredores e “viver” mais Lisboa. Apesar de muito antigo (o Bairro Alto tem 500 anos!), há boas moradias por lá. Entretanto, se você procura um bairro mais familiar e sossegado, esse não é mesmo o caminho. O Bairro Alto é calmaria de dia e com grande movimento à noite. É o espaço da boemia, com restaurantes e bares de todos, todos os tipos, para todos todos os gostos. Viver em Campolide seria bom pela universidade e por ser um lugar mais residencial. Creio que valha recorrer, nesse caso, ao perfil de vocês e ao que gostariam de viver na cidade. Uma renda de 1500 euros, usando 300 ou 450 para quarto+banheiro+contas incluídas é impecável. Vocês vão viver com bastante tranquilidade e poderão até usar o tempo livre para conhecer outros lugares do país, pois é bem barato viajar por Portugal e vale a pena.

      Sobre as contas incluídas, é algo que você precisa checar com quem vai alugar o espaço para vocês. Veja quais são os serviços que estão ligados a casa e o que vocês têm direito com essa mensalidade. Mas creio que seja água, luz e gás (se houver) e, talvez, Internet. Você buscou informações de repúblicas/ pensões/ quartos junto a universidade?

      Veja também os sites http://www.easyquarto.com.pt, http://www.airbnb.pt e http://www.homestay.com/br‎. Talvez você consiga algo por esses locais!

      Alguns posts do Cultuga que podem ser úteis:

      500 anos do Bairro Alto:
      https://www.cultuga.com.br/2013/12/os-500-anos-do-bairro-alto-em-lisboa/

      Transportes para viajar por Portugal:
      https://www.cultuga.com.br/2014/04/trem-carro-ou-onibus-o-que-e-melhor-para-viajar-por-portugal/

      Boa sorte e um grande beijo!

  8. Avatar
    Daniel Kauffmann em

    Olá Priscila,

    Temos algumas coisa em comum, sou jornalista e apaixonado pela cultura portuguesa. Minha esposa e filha são portuguesas de nacionalidade com o passaporte em tudo mais. Minha esposa e eu estamos já a mais de um ano planejando em morar em Portugal. Após 4 anos vivendo na Austrália, em uma cidade de 900 mil habitantes fica muito difícil voltar a morar no Rio de Janeiro, onde o transito já está pior que o de SP. Nós moramos em Austrália porque minha esposa tinha recebido uma bolsa de estudos do governo Australiano para realizar um PhD em obesidade e diabetes – minha esposa é endocrinologista -. Foi uma experiência fantástica. Eu tive a oportunidade de fazer um Mestrado em Marketing e minha filha aprendeu inglês “like a native”, pois ela só tinha um anos quando chegamos lá. Minha filha reclama quase todos os dias e pede para voltar a morar na Australia ou no “cold place”, como ela chama Lisboa, tendo em vista que conheceu a cidade em janeiro.

    Andamos vendo empregos para médicos em Portugal mais o salário, comparado com o do Brasil, não é nada atrativo. Vimos que um médico em clinica geral ganha 2.500 euros e um especialista uns 3.500 euros. A minha esposa já conseguiu a equivalência de grau em medicina pela Universidade do Porto e estamos indo a Portugal para tirar a cédula profissional de médico, mas com um salário de 2,500 euros ficamos muito preocupados. Já que aqui, com essa renda pagaria o aluguel de um dois quartos na Barra da Tijuca, sobraria algum para o supermercado e o resto ficaria por conta do cheque especial.

    Em fim, vc tem algum conselho ou algo a dizer sobre essa questão?

    Muito obrigado por sua ajuda.

    Bjs

    Daniel

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Daniel!
      Tudo bem?
      Fico feliz que partilhe também esse amor pela cultura portuguesa! Bom que encontrou o Cultuga :)
      Olha, realmente o mercado de trabalho português não está muito atraente para a maior parte dos profissionais. O país realmente está em crise, não é fácil. Um salário entre 2.500 – 3.500 euros é uma grande conquista (não por merecimento, visto que sua esposa investiu muito tempo e dinheiro em sua formação e especializações) – diante do que encontramos no dia a dia.
      Aconselho que, para ter uma noção maior de valores, coloque na ponta do lápis uma simulação de tudo o que costumam gastar mensalmente em família. Não é díficil fazer essa cotação. Há sites de compras de carro, aluguel de imóveis, serviços e até supermercado que exibe os valores para facilitar a sua somatória. Ao longo dos posts da nossa série “morar” há também links de lojas e serviços para você se familiarizar: https://www.cultuga.com.br/category/morar/
      De coração, a vida que vocês terão em Portugal será certamente bem diferente daquela que tiveram na Austrália ou da que têm no Brasil. Confesso que abri mão de muita coisa para viver bem e feliz em Lisboa. Entretanto, digo que foi nesse lugar que finalmente encontrei a minha paz. E, isso, não tem preço.
      Boa sorte no seu caminho e de sua família. Seja sempre bem-vindo ao Cultuga!

      • Avatar

        Sou português a viver no Canadá e como grande apaixonado pelo meu pais e sempre á procura de notícias encontrei este blog por acaso.
        O meu comentário é apenas para lhe dar os meus sinceros parabéns pela forma simples e honesta das suas respostas.
        De fato e como muito bem diz “viver em paz não tem preço” e eu acrescento que o dinheiro (valores materiais) não é o que mais valor tem na vida.

        Bem haja Priscila

        • Priscila Roque

          Olá, Pereira!
          Tudo bem?
          São comentários como o seu que se tornam um poderoso combustível para continuarmos sempre com o Cultuga ativo! Obrigada pelo carinho :)
          Um grande beijo e um bom fim de semana!

  9. Avatar

    Parabéns pelo site. Realmente espetacular.
    Se puder ajudar tenho uma dúvida. Como turista posso comprar um carro em Portugal? Fiz uma pesquisa e percebi que para conhecer inúmeras cidades e até outros países um carro comprado sai mais barato que alugado. Porém fiquei com esta dúvida. Posso comprar tendo apenas passaporte brasileiro?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Jorge! Tudo bem?
      Agradeço o elogio ao Cultuga. Seja sempre bem-vindo!

      Olha eu realmente nunca ouvi falar em comprar um carro para fazer turismo. Não sei se realmente isso seja possível, principalmente pela documentação e do dinheiro que você terá que desembolsar de uma só vez. Talvez valha a pena pesquisar o tempo que você vai utilizar esse carro. Você pretende morar em Portugal e esse carro seria para passear por outras cidades e países?

      Já aluguei carro algumas vezes por aqui e não tive nenhum problema, não achei tão caro assim, sabe? Se você alugar por mais de uma semana, acaba por ter um bom preço a cada diária. Se no carro você estiver com 3 ou 4 pessoas, é um bom custo/ benefício. Entretanto, viajar de trem e ônibus por Portugal também sai bastante em conta, não é caro, não. Certamente acaba sendo mais em conta do que manter diariamente um carro, com seguro, gasolina, impostos, pedágio e estacionamento. Entre países, há as empresas de aviação low cost (como a EasyJet e a Ryanair) que também facilitam o turismo.

      Espero que tenha ajudado :)
      Um grande beijo!

  10. Avatar

    Olá, Priscila! Parabéns pelo seu blog! É muito útil para quem quer conhecer Portugal e sua cultura! Ainda sobre o custo de vida em Lisboa, gostaria de sua opinião. Em meados de 2015, devo ir passar cerca de dois anos em Lisboa com meu companheiro: eu, fazendo o doutorado na UL, e ele, o mestrado provavelmente na Universidade Católica. Aqui no Brasil, nós costumamos, por exemplo, jantar fora de duas a três vezes na semana e viajamos duas vezes por ano, mais ou menos. Em Lisboa, pretendemos alugar um apartamento de um quarto só (um T1 ou T1+1), de preferência perto de uma estação de metrô, pois não pretendemos comprar carro. Você acha que com uns € 4.000 por mês é possível morar num bom bairro, num T1 de boa localização, jantando fora umas duas vezes por semana e fazendo algumas viagens (tipo uma por mês ou a cada dois meses)? Por motivo de saúde, preciso fazer musculação (por causa de um problema na coluna) com personal trainner. Você tem ideia do custo de academia com personal trainner? Outra coisa: pretendemos, se tudo der certo, levar nossa cadelinha, de pequeno porte e que quase não late. Você sabe se os locatários põem obstáculos à presença de cães nos apartamentos? Obrigado pelas informações. Grande abraço.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Cláudio!
      Seja bem-vindo ao Cultuga. Fico feliz que tenha gostado do nosso conteúdo!
      Creio que vocês conseguem, sim, contemplar essa rotina que gostariam com 4 mil euros por mês. Há muitos lugares interessantes para jantar em Lisboa em que vocês podem gastar entre 15€ e 20€ por pessoa, por exemplo. Para viajar por Portugal, é bem barato de trem ou ônibus e há muito para se ver por aqui. Mesmo em um fim de semana ou três dias que queiram, ainda dá para alugar um carro e conhecer locais mais afastados e com paisagens deslumbrantes. Nos demais países da Europa, há companhias aéreas low cost que fazem o percurso. Portanto, penso que esses dois anos de vocês por aqui poderão ser, sim, bem proveitosos com essa quantia mensal.
      Com relação a academia, não tenho ideia de valores. Mas dê uma procurada no Google como “ginásio em Lisboa” para ter uma noção de como funcionam as academias.
      Com relação a cães, não há muita regra. O que percebo por aqui é que quem faz a regra geralmente é o proprietário, não o prédio. No prédio em que vivo, por exemplo, sei que há 5 cães. Entretanto, no meu contrato de aluguel diz que não posso ter animais de estimação. Como a cachorrinha de vocês é quietinha, penso que não terão problemas. É questão de conversar e se responsabilizar por qualquer dano que possa haver dentro do apartamento (caso seja mobiliado e tenha piso de madeira, por exemplo). Por aqui, muuuuuuita gente tem cães e gatos em casa. Eles costumam ser bem-vindos.
      Boa sorte e um grande beijo!

  11. Avatar

    Olá, Priscila. Parabéns pelo blog!! Bastante útil!! Tenho duas dúvidas com relação a habitação e saúde:
    – Habitação (venda / aluguel) –> O que significa T1, T1+ 1, T2, etc?
    – Saúde –> Como fica a saúde para quem vai morar em Portugal? Aqui no Brasil não podemos depender da saúde pública e, portanto, temos que ter planos de saúde, que são muito caros. Como é em Portugal?

    Obrigado!! João Carlos.

    • Priscila Roque

      Olá, João Carlos!
      Tudo bem? Seja bem-vindo ao Cultuga! Obrigada pelo elogio :)
      Com relação a sua primeira dúvida, o “T” significa o número de quartos que tem uma casa. Portanto, um T1 seria um apartamento de 1 dormitório. O T1+1 seria um apartamento de 1 dormitório + 1 quartinho menor, que no Brasil também chamamos de “quarto de empregada”. Esse post pode te dar mais informações sobre isso: https://www.cultuga.com.br/2014/01/como-alugar-um-apartamento-em-lisboa/
      Sobre a saúde, é bem relativo. A saúde pública já foi melhor pelo que ouço falar, mas mesmo hoje em dia, principalmente para as urgências, os hospitais costumam funcionar bem. O problema é para marcar consultas e fazer longos tratamentos. Dependendo da região que você vive, o atendimento pode não ser tão satisfatório e bastante demorado. Felizmente ainda não precisei desses serviços. Entretanto, optei por fazer um plano de saúde privado para me sentir um pouco mais tranquila até conhecer melhor essa rotina da saúde. O que você deve estar atento é que os planos não são como no Brasil. Em Portugal, as taxas são bem inferiores, mas todos os procedimentos e consultas são pagos. O que muda é que, com o plano, você tem um bom desconto. No caso da saúde pública, também há um custo para tratamentos e atendimentos, mas claro, são bem em conta. Para você ter uma noção de valores, essa é uma das empresas que faz diversos tipos de seguro: http://www.fidelidade.pt
      Espero que tenha ajudado!

      • Avatar

        Muito obrigado, Priscila!!! Ajudou sim e muito!!! Assim como todos os outros posts que eu li em seu blog!! Até a próxima e boa sorte!! :)

  12. Avatar

    Olá Priscila, td bem? Comecei a ler hj alguns posts seus e me serviram bastante na orientação que busco sobre viver em Portugal. No entanto, não sei se ainda não li, ou se deixei passar em branco alguma informação sobre empregos na área da aviação civil, pois sou mecânico de manutenção aeronáutica e gostaria de saber como anda as oportunidades nessa área. Penso em atuar aí, mas precisaria de informações melhores sobre esse campo. Sou casado, minha esposa é professora de inglês e iríamos juntos.

    Pela atenção, obrigado!

    • Priscila Roque

      Olá, Diego!
      Tudo bem? Fico feliz que tenha encontrado muito do que procura no Cultuga!
      Com relação a área de aviação civil, não há mesmo nada no Cultuga. Como atuo em uma área bem distinta da sua, infelizmente não consigo te orientar. Procure por contatos de colegas da sua área em redes sociais e empresas do setor, como no Linkedin, por exemplo. Pode ser que eles possam te dar uma noção melhor do mercado português nessa área.
      Boa sorte!

      • Avatar
        Diego Carvalho em

        Boa noite Priscila, mto obrigado pela pronta resposta. Em tempo gostaria de saber sobre o mercado de educação, pois como tb disse minha esposa é professora e caso fossemos seria bom se ela pudesse encontrar espaço no mercado de trabalho. Estamos nos animando em ir e ajustando da melhor forma possível.
        Paz e bem!

        • Priscila Roque

          Olá, Diego!
          Estamos sempre por aqui :)
          Com relação a áreas específicas, não consigo te informar com precisão. Sou jornalista e atuo como autônoma, com projetos no Brasil e em Portugal. Acabo por ter uma rotina um pouco diferente e distante desse mercado.
          De qualquer forma, é importante que a sua esposa se aproxime de colegas que trabalham por aqui, portugueses ou brasileiros, para saber mais sobre a realidade do país. O que posso adiantar, que vejo nos noticiários, é que os professores da rede pública de ensino não estão sendo valorizados como deveria. Nesse ponto, não aconselharia a área. Mas, foi como disse anteriormente. Como não estou próxima de nenhum professor e não atuo nessa área, não sei ao certo como está esse mercado em outras posições.
          Boa sorte e sejam felizes :)

  13. Avatar

    Boa tarde Priscila,
    Parabéns pelo Cultuga e a disposição para ajudar. Você já disse que vai preparar informações sobre os bairros lisboetas mas tenho umas perguntas: a vida fora de Lisboa é mais barata mas o que significa “fora de Lisboa”? Quais os melhores locais ou bairros “fora de Lisboa”? Há transporte fácil para o centro, digamos, Av da Liberdade perto da praça do Rossio?
    Um abraço e obrigado, Richard

    • Priscila Roque

      Olá, Richard!
      Tudo bem?
      Obrigada pelo elogio ao Cultuga :)
      Sim… Esse post sobre os bairros está no forno. Vamos ver quando consigo finalizar para disponibilizar por aqui!
      Sobre morar fora de Lisboa, seriam as cidades e vilas vizinhas que formam a Grande Lisboa – similar ao que temos na Grande São Paulo, no Brasil. Portanto, incluiria Almada, Amadora, Queluz, Cascais, Barreiro, Oeiras, Loures, Odivelas, Sesimbra, Setubal, para citar algumas. Porém, se você vai estudar ou trabalhar todos os dias em Lisboa, é importante que você more perto dos transportes que façam essa conexão. Alguns têm acesso a Lisboa por ônibus, outros por trem (pelas companhias CP e Fertagus) e alguns também por barco. Para chegar a Av. da Liberdade, creio que você demoraria cerca de 1 hora (alguns locais um pouquinho menos, outros um pouquinho mais).

      Para tentar te ajudar nessa decisão, veja o diagrama da Linha de Sintra (CP): http://www.cp.pt/cp/displayPage.do?vgnextoid=9ee56e29d6b74010VgnVCM1000007b01a8c0RCRD
      Como você precisa chegar nos arredores do Rossio, essa é uma linha que passa por lá. Portanto, a Damaia, a Reboleira, a Amadora e Queluz, por exemplo, poderiam ser zonas que valeriam a pena dar uma olhada em apartamento (desde que você pudesse chegar a estação de trem rapidamente da sua casa).

      Outra opção seria o Fertagus, que atravessa a Ponte 25 de Abril (para o outro lado do Tejo). Veja o diagrama: http://www.fertagus.pt/pt/diagrama-de-rede-fertagus
      Note que esse transporte faz ligação com a estação Sete Rios, em Lisboa. Nesse mesmo local, há o metrô da Linha Azul, que pode te levar para as estações Restauradores ou Avenida, que integram a região da Av. da Liberdade.

      São muitas as opções e todas essas cidades têm ligação fácil (mas não necessariamente rápida) com Lisboa :) Espero que tenha conseguido te explicar um pouquinho sobre essa questão da Grande Lisboa!

      Um grande beijo e boa sorte!

      • Avatar

        Bom dia e obrigado. Ajudou muito e vou iniciar uma busca por imóveis principalmente em Oeiras pois vi pela pesquisa que você postou que a localidade foi muito bem avaliada e possivelmente os preços de imóveis sejam mais econômicos se comparados a Lisboa.
        Mencionei o Rossio como destino em Lisboa pelo fato de ser bem central e estar bem perto da Alfama, Chiado etc.
        Vou lhe contar um segredo: estarei aposentado em meados de 2015, filhos criados e pretendemos, eu e a esposa, Deus permitindo, aproveitar os anos que nos restam nesse país maravilhoso.
        Um beijo e mais uma vez obrigado.
        P.S.: Caso não se importe voltarei a solicitar sua ajuda caso não encontre as respostas de que necessito em suas outras publicações.

        • Priscila Roque

          Olá, Richard!
          Com certeza você e sua esposa terão muitos anos especiais em Portugal! Como é para aproveitar a aposentadoria, veja se não vale a pena buscar algo em Cascais, por exemplo. A cidade faz parte do litoral da Grande Lisboa e oferece um bom transporte para o centro, além de muitas atividades culturais durante o ano. Oeiras é realmente muito perto de Lisboa e há um bom transporte que também serve a cidade. Pode ser uma ótima opção.
          Boa sorte nas buscas! No que o Cultuga puder ajudar, estamos por aqui :)
          Um grande beijo!

  14. Avatar

    Olá Priscila…primeiramente gostaria de parabenizá-la pela iniciativa deste site. É de grande ajuda para que possamos analisar uma possível ida e permanência em Portugal!!
    Tenho um projeto para residir em Bragança (Região Nordeste da Terrinha…rssss); consegui a dupla cidadania e agora aguardo a emissão do passaporte português. Tentei buscar o máximo de informações disponíveis para não errar nesse passo que modificará todo o meu estilo de vida. Porém, mesmo sendo o mais cuidadoso possível, ainda restam algumas dúvidas e gostaria de compartilhá-las contigo para que pudesse me ajudar.
    1) Como sou cidadão português, consigo acesso aos financiamentos de Imóveis/Veículos com certa facilidade? Ou os critérios para aprovação dos mesmos são mais burocráticos do que no Brasil?
    2) Mesmo estando em Portugal, continuarei trabalhando no Brasil, pois minha atual profissão não exige nada além de internet e telefone…portanto, seria como ganhar aqui e gastar aí. Hoje, é possível levar uma vida confortável, com carro próprio e apartamento financiado, com um montante de 3.000 euros?
    3) Minha esposa não tem essa facilidade e precisará de emprego, ou da implantação de um negócio próprio. Visto que Portugal passa por dificuldades financeiras, existe algum tipo de incentivo ao capital estrangeiro? Seria interessante a abertura de comércio?

    Desde já…agradeço o seu tempo e paciência.

    Um grande abraço!!

    • Priscila Roque

      Oi, Raphael!
      tudo bem?
      Fico feliz que o Cultuga tenha sido bacana para as suas pesquisas sobre morar em Portugal :)
      Quando preparei as malas para vir para Lisboa, também tive alguma dificuldade de encontrar tudo o que precisava na web para me ajudar na adaptação. Por isso, acabei por incluir no Cultuga essa categoria. Assim, podemos discutir por aqui esses assuntos e ajudar mais pessoas.
      Sobre as suas questões:
      1. Como cidadão português, você não precisa se preocupar com as burocracias enfrentadas pelos estrangeiros. Entretanto, isso não significa que o processo seja simples. Como não busquei ainda por informações sobre a aquisição de imóveis e veículos por aqui, não tenho uma experiência pessoal para te passar. Mas creio que no site do Deco Proteste (uma espécie de Procon) você consiga compreender melhor como funciona:
      Imóveis (clique em “perguntas frequentes”): http://www.deco.proteste.pt/dinheiro/credito-habitacao/simule-e-poupe/credito-habitacao-melhor-banco
      Automóveis (clique em “como usar”): http://www.deco.proteste.pt/motor/automoveis/simule-e-poupe/financiamento-automovel?ssAction=Input&profile=0
      2. Se você souber levar uma vida econômica (o que é relativamente fácil em Portugal), consegue fazer tudo, sim. Creio que em Bragança você consiga se manter de forma tranquila.
      3. Há, sim, o incentivo da entrada de capital estrangeiro. Entretanto, é preciso checar essa questão na área de comércio que pretendem e se ela está de acordo com os interesses do país. Sei que o investimento mais comum por aqui é na aquisição de imóveis ou abertura de empresas com capital acima de 500 mil euros ou ainda a abertura de 10 postos de trabalho. Dessa forma, o governo concede a autorização de residência permanente. Não sei com relação a impostos, por exemplo. Essa é uma outra área que não domino. Talvez esse site possa te dar algumas ideias e te informar melhor: http://investidor.pt
      Boa sorte e um grande beijo!

  15. Avatar

    Olá Priscila,
    Moro no Brasil, São Paulo , sou casada e tenho 3 filhos, eu d meu marido somos apaixonados por Lisboa e estamos com planos dv morar aí em meados de 2015 , gostaria de saber se os portugueses são acolhedores e fácies de fazer amizades , por que gostamos muito de fazer amigos sempre .
    Obrigado

    • Priscila Roque

      Olá, Beatriz!
      Tudo bem?
      Seja bem-vinda ao Cultuga :)
      Essa questão do acolhimento é bastante relativa. Há quem diga que a população de Lisboa não é assim tão querida e acolhedora. Essa característica seria mais comum no norte de Portugal, em que só falta eles te “pegarem no colo” – como costumam dizer. Entretanto, assim como você, também sou de São Paulo. Sair de uma cidade tão grande e individual para chegar em uma capital, mas bem menor de tamanho, me deu a sensação de acolhimento, sim. Tenho amigos portugueses que cuidam muito de mim e já se transformaram, praticamente, em meus anjos da guarda. Nos supermercados e restaurantes que frequento também fiz amizades e sou recebida com enorme carinho. Portanto, na minha opinião, basta ter o coração aberto para conquistar e ser conquistado. Creio que, por vocês serem apaixonados por Lisboa, não terão dificuldades quanto a isso.
      Boa sorte!
      Um grande beijo

  16. Avatar

    Priscila,

    Grato pelas informações do seu site.

    Util de leitura agradavel e objetivo.

    Teria eu uma pergunta,

    E possivel viver com algum conforto com salario entre 6.500,00 e 8.000,00 euros em Lisboa ?

    Grande abraço e continue com o trabalho diferenciado!

    • Priscila Roque

      Olá, Jair!
      Tudo bem?
      Fico feliz que esteja gostando das informações do Cultuga :)
      Com esse valor, você pode ter uma vida bastante tranquila e confortável em Lisboa. Não sei quais são os seus costumes de consumo, mas diante da realidade da cidade, que é bastante simples e dinâmica, você faz a sua rotina sem qualquer aperto.
      Um grande beijo!

  17. Avatar

    ola pricila! eu e meu esposoe uma criaça de 7 anos, estamos indo morar em lisboa, temos uma renda de mil euros, (aposentadoria) e uma pequena poupança ( 7 mil euros) para adaptaçao, meu esposo e motorista excultivo, pretende trabalhar em lisboa, somos pessoas simples, meu esposo e filho de portugueses tem parentes em leiria, mas por conta do clima prefiro lisboa. vc acha possivel? bjus , obrigada

    • Priscila Roque

      Olá, Nancy!
      Tudo bem?
      Os hábitos de consumo variam de família para família. Há quem possa viver com mil euros mensais tranquilamente levando uma vida simples. Mas não sei o quanto vocês teriam de gastos, sobretudo com a criança. Isso precisa ser estudado e colocado na balança. É importante verificar com atenção todos os links que listei aqui na matéria para fazer as contas de acordo com os hábitos de vocês somado as necessidades da criança.
      Creio que até valeria a pena considerar Leiria. Talvez vocês pudessem viver um pouco mais tranquilos inicialmente. Lisboa é uma das cidades mais caras do país. Apesar do seu esposo poder ter algum mercado como motorista na capital, pelo alto fluxo de pessoas, a região de Leiria também teria procura – penso eu, principalmente pela proximidade com Fátima. E ele conhecendo as principais estradas do país, pode fazer diversos percursos entre cidades, inclusive em Lisboa, sem a necessidade de viver na capital. Por vocês terem parentes por perto, pode ser que essa adaptação também pudesse se tornar mais fácil e segura.
      Boa sorte na escolha e força para as próximas conquistas!
      Um grande beijo

  18. Avatar

    Oiii, tudo bem?
    Me diz uma coisa… Como sobreviver aos gastos com um salário minimo tão baixo?
    Pergunto isso pois moro atualmente em Dublin, um dos maiores salários mínimos da Europa e estou pensando em fazer meu mestrado em Portugal. Mas o salario me assusta um pouco. O que as pessoas costumam fazer para conseguir sobreviver?

    Obrigada por responder.

    • Priscila Roque

      Olá, Paula!
      Tudo bem?
      Essa questão é bastante delicada e não há mágica, né? Assim como no Brasil, que o salário mínimo é baixíssimo e as pessoas se desdobram para poder seguir com suas vidas, aqui acaba por não ser tão diferente nessa fase de crise.
      Entretanto, decidi trocar São Paulo por Lisboa porque, apesar de ganhar menos, vivo em paz. E gasto menos também.
      Se você souber economizar, consegue manter uma boa vida e com bastante tranquilidade. A cidade é muito fácil e se você gostar de andar a pé, consegue fazer muita coisa sem precisar do transporte público. É uma boa forma mensal de economia, pode acreditar :)
      Não sei como é a sua rotina ou os seus hábitos de consumo em Dublin, mas por aqui há promoções semanais em todos os supermercados que valem a pena, há maneiras de economizar na conta de luz mantendo lâmpadas econômicas, lavando a roupa nos horários em que a água e a luz são mais baratas, há diversos programas culturais gratuitos, há uma oferta imensa de parques na cidade para fazer um piquenique, há restaurantes menos turísticos com boa comida e ótimo preço, boas praias a 40min de trem e por um bilhete de 1,80€… Quando a gente tem pouco dinheiro no bolso, precisa descobrir formas de ser feliz gastando pouco. É um exercício diário e, para nós, funciona. E bem!
      Um grande beijo!

  19. Avatar

    Olá Priscila! Gostei do seu site, muitas informações valiosas. Se puder me responda por favor; sendo aposentado e indo morar em Portugal, ao sacar minha aposentadoria na rede bancária é cobrada taxas elevadas como IOF no Brasil por exemplo? Coimbra por ser uma cidade com bastantes estudantes teria um custo de vida mais baixo? Qual a temperatura média nos meses de dezembro e janeiro? Grato!

    • Priscila Roque

      Olá, Marcelo!
      Tudo bem?
      Obrigada pelos elogios ao Cultuga! Fico feliz que ele tenha sido importante para você :)
      Não entendi muito bem a sua pergunta com relação a sacar a aposentadoria. Você diz que sacaria o dinheiro por meio de um banco português, já morando no país? Se for isso, você não tem o IOF, mas infelizmente tem outras taxas de transferência desse dinheiro de um país para outro. Cada banco tem suas próprias normas e taxas. Seria interessante investigar com um gerente como do Banco do Brasil, por exemplo – um banco que exsite nos dois países. Já fiz uma transação entre bancos brasileiro e português. Hoje, usamos com mais frequência o Western Union. Esse local tem lojas em todo o mundo. Vale a pena ir até uma loja no Brasil para checar quais seriam as taxas de acordo com a quantidade que você pretende mandar.
      Coimbra é uma cidade mais barata, sim. Na verdade, entre Lisboa e Porto já há uma boa diferença. Lisboa e algumas cidades do sul do país costumam ter um custo de vida mais alto. Quanto menor a cidade que você procurar, certamente terá um custo de vida bem menor. Se vocês ainda não decidiram ao certo onde gostariam de viver, vejam essa matéria: http://www.cultuga.com.br/2014/02/visitar-e-viver-as-melhores-cidades-portuguesas/ . Braga e Aveiro também podem valer a pena :)
      Com relação a temperatura média em dezembro e janeiro… É a época mais difícil do ano com relação a esse assunto. Em Lisboa, chegamos a ter 4, 5 graus a noite e 10, 12 graus durante o dia. Chove bastante e o tempo não costuma abrir muito. No restante do país há algumas diferenças para menos, mas a média seria essa.
      Um grande beijo e boa sorte!

  20. Avatar

    Saudações Priscila, estou cantada com seus esclarecimentos sobre Portugal, será que posso te ocupar também? Minha dúvida é mais para turismo. Pretendo próximo ano visitar Portugal, mas gostaria De saber qual a cidade melhor? Tem como visitar outras cidades? E hotel, sugestão? lembrando que queremos ver muito pagando pouco,Rsrsrs . Vou com meu marido e filho de 5 anos, por isso não queria ficar amarrada com pacotes turísticos. Obrigada

    • Priscila Roque

      Olá, Kerma!
      Tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado do conteúdo do Cultuga!
      Que bom que você vai visitar Portugal no próximo ano! Tenho certeza que vai gostar bastante :)
      Na aba “viajar” aqui do site você encontra diversas dicas para passear entre cidades e regiões portuguesas: https://www.cultuga.com.br/category/viajar/
      Para ajudá-la a montar um roteiro de acordo com os interesses de sua família, nós também oferecemos o serviço de assessoria com pagamento facilitado. Tiramos todas as suas dúvidas e sugerimos cidades, atrações, restaurantes e hotéis que certamente vai deixar a sua viagem mais livre, organizada e econômica. Para o envio do orçamento sem compromisso e mais informações sobre esse serviço, escreva para nós: contato@cultuga.com.br
      Um grande beijo!

  21. Avatar

    Olá, Priscila…aqui estou, novamente, para encher a sua paciência.
    Com relação ao primeiro post, muito obrigado pelas respostas; os sites informados foram de grande ajuda e mataram 100% das minhas dúvidas. Porém, novos questionamentos surgiram…rssssss. Vou enumerá-los rapidamente e peço, por favor, uma orientação.
    1) A segurança em Portugal, realmente é muito diferenciada, em relação ao Brasil?
    2) O acesso à saúde pública é fácil?
    3) Os postos de empregos estão aumentando, ou o panorama de crise ainda persiste?

    Muito obrigado pela ajuda que tem me dado.

    Abaços!!!

    • Priscila Roque

      Olá, Raphael!
      Tudo bem?
      Magina, não se preocupe. Se eu souber responder, com certeza vou ajudar!
      Vamos as suas perguntas:
      1. Sim, realmente a realidade com relação a segurança é muito diferente do Brasil. Há crimes, claro. Mas sinto que é bem mais fácil lidar com o que acontece em Portugal. O que acontece de mais comum em Lisboa são os batedores de carteira, principalmente nos transportes que fazem trajetos turísticos. Entretanto, isso se resolve com alguma atenção aos bolsos e bolsas. Há também arrombamento de carros em pontos turísticos, quando as pessoas deixam a vista itens de valor. Algo que também é contornável. Assaltos acontecem, mas em número menor e em regiões específicas. De um modo geral, dá para viver em paz e andar com tranquilidade nas ruas.
      2. O acesso a saúde pública depende da região que você vive e do que você precisa. Para consultas e tratamentos, você faz uso do posto de saúde da sua região. Por isso, se você mora em uma região muito populosa, por exemplo, acaba por ter certa dificuldade no acesso. Essa dificuldade está relacionada ao tempo de atendimento e de espera. Porém, os médicos são bons. No hospital, para atendimento de emergência, a saúde pública costuma funcionar muito bem. Para a maioria das consultas, tratamentos, exames ou atendimentos você paga uma taxa, mas costuma ser em conta.
      3. Olha, essa é uma questão mais delicada. Os números mostram que a taxa de desemprego caiu. Porém, isso se deve também pela alta imigração e por aquelas pessoas que já estavam na idade de se aposentar e, desempregadas, acabaram por desistir de procurar um trabalho. De qualquer forma, o panorama da crise ainda persiste, mas eu percebo que o país parece seguir em frente e o discurso da crise entre as pessoas já se tornou mais ameno. Há emprego, mas não há bons salários/ benefícios. Creio que isso só poderá ser reconquistado com um pouco mais de tempo e paciência.
      Boa sorte no seu caminho!
      Um grande beijo

  22. Avatar

    Olá Priscila! Adorei seus comentários.
    Gostaria de um esclarecimento se possível:
    Pretendo me aposentar e meu marido também e mudarmos para Portugal, queria saber se antes de nossa mudança podemos comprar imóvel e deixar alugado, se depois necessito de visto para residir no pais e se é fácil de obter sendo bisneta de português.
    Vi várias dicas de lugares para morar, antes de ir meu filho caçula deve ir pata fazer a universidade, VC acha fácil ele conseguir vaga?
    Já estive morando em Ericeira pois fazia mestrado na PUC em Lisboa e era muito longe o trajeto, melhor ir para o Porto?
    E Setúbal é bom pata morar?
    Devemos ir com uma renda de 4.000,00 euros que acha?
    Desde já obrigado e um grande abraço!

    • Priscila Roque

      Olá, Cynthia!
      Tudo bem?
      Fico feliz que esteja gostando do Cultuga!
      Vamos as suas dúvidas:
      – Com relação a comprar um imóvel em Portugal, creio que você somente poderá fazê-lo se tiver os documentos de cidadã portuguesa, os documentos de cidadão estrangeiro com residência em Portugal ou comprar um imóvel acima de 500 mil euros (nesse último caso, o governo oferece o visto de residência). Se você entrar como brasileira em Portugal, precisa, sim, de um visto para residir. Ele pode ser solicitado antes da sua saída do Brasil via consulado: http://consuladoportugalsp.org.br/vistos/ ou então via SEF, se você já estiver em Portugal como turista: http://www.imigrante.pt/ConcessaoAR.aspx
      – Sobre a cidadania, bisnetos de portugueses nem sempre a conseguem. Cada caso é um caso, pois o direito é dos filhos, netos e cônjuges. Se você tiver o seu pai ou a sua mãe (aquele que for o neto) vivo, talvez consiga fazer a cidadania desse que tem o parentesco e, depois, solicitar a sua. Entretanto, é preciso saber se o seu bisavô não perdeu a nacionalidade portuguesa na época em que esteve no Brasil. Aconselho que você busque informações junto ao consulado. Se você precisar de um advogado especializado para te ajudar nesse processo, entre em contato conosco por e-mail que fazemos uma indicação contato@cultuga.com.br
      – Com relação a vaga, depende da universidade e do curso que o seu filho procura. As melhores universidades do país tem certa concorrência para as vagas. O mesmo acontece com a questão das bolsas de estudo. Ele pode buscar essas informações nos próprios sites das universidades. Geralmente, elas mencionam o número de candidatos por vaga.
      – Com relação a Eiriceira-Lisboa, realmente é um pouco longe para um caminho diário. Mas aí é interessante que vocês procurem uma moradia mais central, de acordo com as atividades que desejam desenvolver por aqui – tanto em Lisboa, como no Porto ou em outra cidade do país. O mesmo vale para Setúbal. Pode ser um bom local para morar, desde que as atividades que pretendam desenvolver sejam em seus arredores. Se vocês tiverem disponibilidade, venham antes para Portugal e fiquem hospedados em um hotel ou em um apartamento de temporada. Dessa forma, poderão conhecer com calma as localidades e verificar o que tem melhor custo/ benefício para a sua família.
      – Os 4 mil euros podem ser suficientes para uma família, mas depende dos hábitos de consumo de vocês e de onde esse dinheiro será empregado. Aqui nesse post aponto diversos sites em que você pode fazer as contas de acordo com a sua família. Faça uma planilha de gastos e coloque tudo na ponta do lápis. Essa é a melhor forma de verificar o quanto vocês podem gastar com o básico. De qualquer forma, há diversas maneiras de economizar no país. Há atividades culturais gratuitas, promoções semanais nos supermercados, hábitos de consumo de água e eletricidade que podem ser moderados… Portanto, se souberem gerenciar o dinheiro, poderão viver bem, certamente!
      Boa sorte nesse novo caminho! Um grande beijo!

  23. Avatar

    Parabéns Priscila por seu site, muito bom e didático. Estou deixando essa mensagem só para parabenizá-la, há dois anos eu me nacionalizei português por minha ascendência, porém ainda não tive o prazer de conhecer essa terra que muito me encanta. Hoje tenho uma vida de classe média no Brasil, sou casado, temos imóvel, carros, motos, filhas em faculdade e ainda sobra algum para diversão, porém a violência, corrupção (péssimos serviços públicos) e a falta de educação do nosso povo brasileiro tem-me pensado muito em sair daqui.

    Parabéns, sucesso!

    • Priscila Roque

      Olá, Carlos
      Tudo bem?
      Agradeço todo o seu carinho pelo Cultuga!
      Você tem razão. Nós batalhamos uma vida inteira para conquistar um caminho tranquilo e confortável onde vivemos, mas acabamos por colocar tudo isso em questionamento ao lembrarmos da falta de educação, dos serviços públicos e, principalmente, da violência que estamos expostos diariamente.
      Mas, independente disso, coloque Portugal nos seus planos de viagem. Conhecer um pouquinho das raízes é sempre um grande combustível para seguir sempre em frente e entender os valores da nossa família.
      Uma boa semana e um grande beijo

  24. Avatar
    leonardo barbosa em

    Oi Priscila,
    gostaria de tirar uma duvida, estou procurando alguem que possa me ajudar, mas nao acho ahahahahah
    bom, seguinte, minha faculdade esta oferecendo um programa de intercambio para portugal por 6 meses, estao dando bolsas para a faculdade politecnica de porto, mas nao vao ajudar em mais nada… soh vao pagar a faculdade, e como sou bolsista aqui, nao sei se vou ter dinheiro pra ficar la esses 6meses, gostaria de saber se como etudante com uns 300 euros por mes eh possivel viver la numa boa, como mais amigos da faculdade iriam juntos, iriamos dividir um apto… vc sabe tbm se eh possivel um estrangeiro a estudo trabalhar la?
    obrigado

    • Priscila Roque

      Olá, Leonardo!
      Tudo bem? Seja bem-vindo ao Cultuga (:
      Olha, para ser sincera, creio que 300 euros mensais não sejam suficientes para você viver “numa boa”, como disse. O Porto tem boas oportunidades e com bons preços, mas creio que seria bacana se você pudesse juntar um pouco mais. Se você estiver no início da faculdade, verifique se esse intercâmbio pode ser feito em qualquer altura. Assim, economize por mais alguns meses para poder aproveitar a sua estadia em Portugal sem “apertos”. Afinal, essa experiência poderia render não somente o intercâmbio, mas também uma convivência com a cultura local e de seus arredores. Viajar em Portugal é barato e vale a pena. Então, essa seria a minha sugestão!
      Agora, com relação a trabalho, creio que com bolsa não seja possível. Posso estar enganada, mas quando você é bolsista em um intercâmbio, não tem autorização para trabalhar. Entretanto, talvez você possa exercer alguma atividade dentro da própria universidade. Isso, realmente, você só conseguiria confirmar no edital do intercâmbio ou junto ao consulado.
      Boa sorte e uma boa semana!

      • Avatar
        leonardo barbosa em

        hmmmm, ja vi q cm 300 euros soh da pra viver, da pra fazer mais nd, e com certeza n qro perder a oportunidade de sair, viajar e conhecer portugal e outros paises da europa, se possivel ahsuhaushua
        bom, estou no qrto ano ja e estou trabalhando e juntando dinheiro, mas nao sei se vai dar certo, pq ainda tm a passagem q eh beeem cara…
        o que me salvaria seria o trabalho la hahaha mas se n da pra ter ctz q eu va conseguir, vou fazer o q puder por aqui msm, qm sabe da certo =)
        uma outra pergunta, vc sabe ql eh o jeito mais barato de ir pra la? tipo ir pra lisboa e depois pegar um trem para porto ou algo do tipo…
        ahhh muito obrigado por responder minhas perguntas, ja ajudou um bocado,
        gostei do blog =D
        tchau =)

        • Priscila Roque

          Olá, Leonardo!
          Há voos que fazem a conexão do Brasil com o Porto. Para encontrar a maneira mais barata, é preciso pesquisar junto as cias aéreas. Cada época do ano tem um preço diferente e, por vezes, também há promoções. Para voos diretos, seria somente com a TAP. Entretanto, há cias aéreas de outros países que fazem voos com escalas ou conexões no Porto e também podem apresentar bons preços.
          De Lisboa para o Porto, há diversas opções:
          – Ir de trem, via CP (www.cp.pt), comprando a passagem com, ao menos, 5 dias de antecedência (eles oferecem 40% de desconto)
          – De ônibus, via Rede Expressos (www.rede-expressos.pt)
          – De avião, via cias aéreas lowcost RyanAir (www.ryanair.com) ou Easyjet (www.easyjet.com)
          Espero que tenha ajudado :)

  25. Avatar

    Ola,
    gostaria de tirar uma dúvida sobre plano de saúde. Estou indo morar em Lisboa com o PB 4 do Ministério da saúde do Brasil, o que devo fazer ao chegar aí para usar algum serviço médico público de Portugal?
    Há algum plano de saúde que você recomenda?
    obrigado

    • Priscila Roque

      Olá, Guilherme!
      Tudo bem?
      Esse documento você deve apresentar sempre que precisar de atendimento médico em Portugal, seja no posto de saúde ou no hospital. Com o acordo Brasil-Portugal, você poderá fazer uso dos serviços de saúde portugueses e pagará as mesmas taxas que um cidadão português para cada uso – seja como turista, com visto temporário ou como residente. Como não faço o uso dele por aqui, por ser também cidadã portuguesa, não sei te dizer como são os trâmites. Entretanto, pelo que já li sobre o assunto, creio que seja necessário que você continue pagando o INSS no Brasil para que tenha direito ao benefício. Se você for estudar, creio que seja uma opção econômica e impecável. Se você for para trabalhar, será necessário estar inscrito na Segurança Social – que equivale ao INSS no Brasil. Portanto, poderá fazer uso dos serviços públicos de saúde da mesma maneira, por contribuir com a Segurança Social, via contrato de trabalho. Aí o documento do Brasil já não seria mais necessário.
      Aqui, eu uso um plano de saúde privado. Entretanto, ainda não precisei das urgências públicas e nem de atendimento médico. Ainda não tenho uma experiência para te dizer o que vale mais a pena. Também estou em fase de testes :)
      Espero que tenha ajudado!
      Um grande beijo

  26. Avatar

    Boa tarde Priscila.
    Sou de Uberlândia -MG Não sei se conhece rsrs.
    Gostei muito do seu post ta de parabens.
    Gostaria de saber como é para se nacionalizar em portugal pois sou muito leigo no assunto, eu e minha esposa estamos planejando irmos morar ai no começo de 2015.
    E tambem gostaria de saber se há alguma deficiência no mercado de portugal (tipo se precisa de alguma área ou possui menos pessoas em alguma área, penso eu que seja mão de obra) porque trabalho com eventos aqui e minha mulher é bancaria. Desculpe tantas perguntas… Mais se não for demais gostaria de saber se ai possui área para entretenimento como uma boate ou um pub.
    Obrigado desculpe tantas perguntas.

    • Priscila Roque

      Olá, Leonardo!
      Tudo bem?
      Conheço, sim!
      Obrigada pelo elogio ao conteúdo do Cultuga :)
      Para viver em Portugal, não é preciso ter a nacionalidade portuguesa. Você pode viver no país como cidadão estrangeiro legalmente, desde que com todos os documentos em dia e um contrato de trabalho que te ofereça essa possibilidade de obter a autorização de residência. No Portal do Imigrante você pode se informar sobre esse assunto: http://www.imigrante.pt
      A nacionalidade portuguesa é atribuida a filhos e netos de portugueses devido a sua origem. Entretanto, estrangeiros que vivem legalmente em Portugal por mais de 6 anos e indivíduos casados ou em união de fato com um cidadão português por mais de 3 anos também podem fazer essa solicitação se assim o quiserem. Sobre a nacionalidade, você encontra informações detalhadas nesse site: http://www.nacionalidade.sef.pt/
      Como o país está em crise, é difícil identificar as áreas que possuem boas oportunidades de emprego. Entretanto, há um estudo sobre as tendências do ano e qualificações. Talvez possa te ajudar nesse quesito: http://www.apg.pt/downloads/file700_pt.pdf . Há também um post aqui mesmo no Cultuga que também pode te ajudar na pesquisa de vagas, para verificar como está a sua área de atuação no país: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      No blog do site AlertaEmprego (http://blog.alertaemprego.pt/), se você se cadastrar (gratuitamente), também consegue baixar um guia bem interessante sobre o mercado de trabalho português: http://blog.alertaemprego.pt/guia-como-encontrar-emprego/
      Em todas as regiões portuguesas há, sim, diversos locais direcionados ao entretenimento!
      Espero que tenha ajudado!
      Boa sorte!

  27. Avatar

    Olá Priscila! Parabéns por esta iniciativa, este blog está me ajudando muito!! Estou com alguns planos e gostaria de saberse você pode me ajudar.
    Meu namorado e eu estamos pensando em passar um tempo em Lisboa, estou pensando em fazer mestrado na ULISBOA, mas para isso sei que preciso me preparar financeiramente, até porque eu teria que trabalhar lá, para me bancar e pagar as taxas (propinas) do mestrado, já que não estou indo com bolsa de estudo. Pensando nisso, quanto você acha que é necessário, para começar a vida em Lisboa?

    Sei que está difícil para arrumar emprego, por conta da crise, mas você saberia me dizer se o pessoal aí tem problemas em contratar estrangeiros? Minha área é a educação, sou arte educadora social, mas sei que talvez eu precise trabalhar com outra coisa, pelo menos no inicio. Bom, essas são as minhas duas dúvidas!! Desde já agradeço pela atenção!

    • Priscila Roque

      Olá, Greisse!
      Tudo bem?
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Bom, com relação a valores, é um assunto bastante delicado, como disse aqui nesse post. Cada um tem suas necessidades e costumes relacionados ao consumo. Eu não poderia te dar um valor base porque depende de diversos fatores – principalmente sobre o local em que pretende morar (alojamento, apartamento compartilhado, apartamento próprio, etc.). Aqui nesse post você encontra os principais valores e caminhos para simular o seu consumo. Verifique com bastante calma e faça as suas contas de acordo com os seus hábitos.
      Com relação a empregos, realmente não está sendo uma fase fácil, nem tanto pela falta de vagas, mas pela qualidade das mesmas. Não faz muito tempo, por exemplo, uma conhecida me falou sobre uma vaga para arquiteto com mestrado para um salário menor do que 600€. Esse é somente um exemplo “radical” para mostrar que é preciso ter bastante perseverança, paciência e criatividade para driblar a crise. Com relação a empregos para estrangeiros, não há problemas com relação a isso, desde que você se mostre apta para a vaga e tenha todos os seus documentos legais em dia.
      Boa sorte e um grande beijo!

  28. Avatar

    Querida, sou funcionário público e em alguns anos me aposento no Brasil. Tenho avós portugueses e pretendo tirar cidadania portuguesa este ano para ir visitar o país em breve. Meus filhos vão estar em idade de ir para a universidade no mesmo período em que eu me aposento e estou com planos de ir viver em Lisboa e levar meus filhos para estudar por aí.
    Minha renda mensal após me aposentar será de algo em torno de 3 mil euros. Você acredita que uma família com filhos na Universidade consegue viver bem em Lisboa?

    • Priscila Roque

      Olá, Leonardo!
      Tudo bem?
      Seja bem-vindo ao Cultuga!
      Com relação a viver bem em Lisboa com esse valor é algo bastante relativo. Isso vai depender dos hábitos de consumo de toda a sua família, do local que pretendem viver em Lisboa, dos transportes que serão usados, se as faculdades serão públicas ou privadas, etc. Aconselho que liste tudo o que costumam gastar com base nos valores e sites que apontei aqui no post, além de pesquisarem mais a fundo sobre os valores pagos em universidades públicas e privadas, de acordo com os cursos que os seus filhos pretendem fazer. Assim, poderá ter uma ideia do quanto vocês terão de gastos.
      Boas pesquisas!

    • Priscila Roque

      Olá, Leonardo!
      Boa sugestão para um post! Vou anotar a sua dica :)
      Já te adianto que as estações do ano em Lisboa são bem marcadas. Porém, o inverno, apesar de bastante frio, não chega a ter temperaturas negativas e não é tão gelado como na maioria das capitais européias. O verão pode ter picos de 35 ou 37 graus, mas nesse ano, por exemplo, tivemos uma estação bem mais fresquinha. Nas demais cidades de Portugal há, sim, uma diferença grande de temperaturas. Em pontos muito altos, como na Serra da Estrela por exemplo, é possível pegar neve e temperaturas negativas.
      Em nosso post de outono, você já pode ter alguma ideia sobre a atual época do ano por aqui: https://www.cultuga.com.br/2014/09/planejando-a-viagem-o-que-levar-na-mala-para-o-outono-portugues/
      Um grande beijo!

  29. Avatar

    Olá,priscila,eu sou aposentado no Brasil ,recebo 1.400,00 euros por mês,tenho esposa e 2 filhos menores,minha esposa é formada em artes com pós graduação,disponho de quase 100 mil euros para comprar um apartamento em Portugal,você tem alguma informação se seria difícil obter o visto de residência no país? Obrigado pela atenção.

    • Priscila Roque

      Olá, Angelo!
      Cada pedido de visto de residência é analisado separadamente pelo SEF, portanto, não há uma maneira de eu te dizer qual é o grau de dificuldade. Depende, por exemplo, dos documentos que você tem para apresentar e do inspetor que vai cuidar do seu pedido.
      Aconselho que leia com calma e atenção a lei que trata da residência e procure o próprio SEF (mesmo por e-mail), para tirar as suas dúvidas. Eles poderão orientá-lo melhor sobre os passos e o procedimento.
      Boa sorte e um grande beijo!

  30. Avatar

    Oi,Priscila,estive olhando no site (imigrante.pt) e não é dado em euros o montante necessário por pessoa,fala em 100 por cento para a primeira pessoa,cinquenta para a segunda,e,para os filhos respectivamente trinta por cento,porém,não inclui o valor,você saberia? Mais uma vez obrigado.

    • Priscila Roque

      Olá, Angelo!
      Tudo bem?
      Creio que a legislação seja estipulada com base no salário mínimo português, que hoje é de 505 euros. Para dúvidas a respeito da lei e dos procedimentos, é mais seguro você falar diretamente com a SEF, para evitar qualquer problema ou desentendimento futuro no momento em que você for solicitar a residência.
      Boa sorte e um grande beijo!

  31. Avatar

    Estou tirando minha cidadania portuguesa, gostaria de me mudar para Portugal, sou aposentado e ganho aproximadamente 1000 euros por mes de aposentadoria. Será que consigo com esse salário sobreviver em Portugal? Agradeço se voce puder me ajudar.

    • Priscila Roque

      Olá, Eduardo!
      Tudo bem?
      Tudo vai depender dos seus hábitos de consumo. Para isso, aconselho que acesse os sites que indiquei aqui nesse post e faça as contas do que possivelmente irá gastar para ter uma ideia. Fora de Lisboa, possivelmente você terá menos despesas ou um consumo mais baixo em euros.
      Boas pesquisas :)

  32. Avatar

    Olá Priscila, muito boas as informações.

    Tenho uma dúvida, um salário de 8000 reais em uma capital, por exemplo Porto Alegre, seria similar a qual montante de salário em portugal, atualmente?

    Obrigado!!

    • Priscila Roque

      Olá, Marcelo!
      Agradeço o comentário :)
      Não sei se entendi bem a sua dúvida, mas há um site em que você pode comparar os custos de vida entre duas cidades: http://www.expatistan.com/cost-of-living Dessa forma, você conseguiria comparar os gastos comuns em Porto Alegre com aqueles de Lisboa, por exemplo, e perceber melhor o valor do dinheiro em cada local.
      Espero que tenha ajudado!

      • Avatar

        Oi Priscila, eu é que agradeço as informações e sua resposta. :)

        Na verdade, a minha dúvida, é saber se com 3 mil EUROS, eu terei uma vida similar a que viveria no Brasil, ganhando 8.000 reais.

        Eu cheguei a acessar o site que você passou, e aparentemente, me pareceu bastante similar, porém como vi que você saiu do Brasil para morar em Portugual, resolvi fazer a pergunta para ter um ponto de vista de quem já vivenciou os dois lados.

        Desde já, muito obrigado novamente!

        • Priscila Roque

          Olá, Marcelo!
          Penso que esse site possa justamente te oferecer essa questão de custo de vida entre cidades, para saber as equivalências. Outra maneira para entender o valor do dinheiro em Portugal é acessar os links que coloquei aqui no post e fazer as contas, de acordo com aquilo que já costuma consumir atualmente no Brasil. Os hábitos de consumo variam muito entre famílias. Somente fazendo uma pesquisa de acordo com o seu perfil é que conseguirá chegar a uma conclusão mais precisa.
          Com relação as minhas impressões, não são tão comuns, porque eu não buscava em Lisboa uma vida similar a que eu tinha em São Paulo – com relação as finanças e ao conforto. Creio que terá uma noção melhor desse aspecto, se montar uma planilha com os seus gastos mensais e procurar as equivalências principais da cidade que pretende viver.
          Boas pesquisas!

  33. Avatar

    Gostei de seu blog.
    Sou aposentado residente no Brasil. Com casamento desfeito, penso em viver em Lisboa. Tenho condições de adquirir à vista apartamento em torno de 70 metros quadrados. Renda em torno de 4/5 mil euros mensais. Não pretendo trabalhar. Somente ter Lisboa com residência e conhecer bem o país e outros eventualmente. Poderia me sugerir bairro adequado para viver e se a renda mensal permite vida razoável, sem excessos. Estive duas vezes em Lisboa e gostei muito da cidade.
    Grato

    • Priscila Roque

      Olá, Sérgio!
      Seja bem-vindo ao Cultuga :)
      É delicado sugerir um bairro adequado para que você possa viver sem conhecer as suas preferências. De qualquer forma, na minha opinião, a região englobada pelas “Avenidas Novas” é bem interessante. Está próxima ao centro histórico, ao centro comercial, a uma distância curta do aeroporto, há parques por perto, bons centros culturais, etc. Ainda indicaria o Alvalade porque tem bons apartamentos, é um bairro bastante arborizado, calmo e bem familiar. O Campo de Ourique já tem um estilo mais tradicional e um acesso um pouco mais distante do metrô. Mas é um dos favoritos dos lisboetas. É realmente encantador. Enfim, ainda há diversos outros bairros interessantes e nos mais diversos preços na cidade. Acredito que o ideal seja você alugar um apartamento de temporada para ficar durante o primeiro mês e escolher o local do seu apto. com calma. Assim, poderá visitar os seus bairros de interesse e perceber aquele que mais possa te interessar. No site da câmara de Lisboa você pode conhecer as divisões atuais e oficiais da cidade: http://www.cm-lisboa.pt/municipio/juntas-de-freguesia
      Com as dicas desse post você pode fazer as contas, a partir dos seus hábitos de consumo, para perceber se a renda está de acordo com o que deseja. Entretanto, é uma renda bastante alta para a média da cidade. Portanto, creio que você não tenha problema algum com isso.
      Boa sorte e boas escolhas :)

      • Avatar

        Não esperava resposta tão rápida. Agradeço muito sua atenção.
        Quanto a renda, posso dizer que não sou um homem exigente e luxos extravagantes estão bem fora de minhas perspectivas. Somente viajar, se considerar luxo.
        Peço licença para voltar a indagar sobre Portugal.
        Meu abraço
        Sérgio M.

        • Priscila Roque

          Olá, Sérgio!
          Viajar por Portugal é muito barato. Há boas oportunidades, principalmente, de trem. Dá para aproveitar bastante o país sem ter que gastar muito :) Para outros países, a TAP também faz voos com preços interessantes e ainda existe a possibilidade de pegar voos de empresas low cost com ótimos valores para a maior parte das capitais europeias.
          Sempre que quiser falar sobre Portugal, o Cultuga está aberto!
          Um bom fim de semana

  34. Avatar

    Olá Priscila, adorei te encontrar!!!
    Eu e meu marido nos aposentamos. Tenho cidadania espanhola, conheço toda Espanha e Portugal, adoraria viver pelo menos 1 ano em Portugal, por favor, diga-me, como posso alugar um ap. em Lisboa?

  35. Avatar

    Primeiramente, parabéns pelo site. Já esclareceu muitas dúvidas que tinha.
    Veja se você pode me ajudar… Sou solteiro e me foi oferecida uma oportunidade de estágio em Lisboa, tendo como contraprestação pelos serviços uma bolsa no valor de 1000 euros.
    Será que esse valor é suficiente para me manter na cidade (aluguel de quarto, alimentação…)?
    Obrigado.

    • Priscila Roque

      Olá, Eduardo
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga.
      É o suficiente, sim! Não se preocupe.
      Para ter um valor final com mais precisão, você pode montar uma planilha com o que costuma gastar mensalmente e buscar os valores equivalentes em Lisboa para chegar a um número final.
      Boa sorte e um ótimo caminho!

  36. Avatar
    Guilherme Müller em

    Boa tarde Priscila!

    Me chamo Guilherme, sou professor de educação física. Pós graduado em atividade física adaptada e saúde. Trabalhei alguns anos com o ensino especial (educação física escolar para pessoas com necessidades especiais, e atualmente estou na Coordenação pedagógica de um Programa do governo federal no interior.
    Bem, primeiramente quero agradecer pelas informações que você está colocando à disposição de todos aqui. Parabéns!!! Excelente trabalho!!!
    Estou me preparando para no próximo ano (junho 2015) ir passar uma temporada em Portugal. Provavelmente irei morar em Lisboa, mais também tenho pensado bastante em Coimbra. Estou estudando ainda as opções de cursos na minha área (Educação Física Adaptada). Tenho algumas dúvidas, se possível, se você puder me ajudar ficarei bastante agradecido.
    Bem, esse ano recebi minha cidadania Alemã e e também meu passaporte, ou seja, tenho dupla cidadania.
    Gostaria de saber se é verdade que posso ter descontos em alugueis, estudos, planos de saúde, transporte, etc..por ser um cidadão europeu?
    Outra dúvida, tenho muita vocação e desejo fazer também cursos e quem sabe, trabalhar na àrea de design de interiores ou decoração e iluminação de ambientes. Caso, você tenha alguma informação sobre esses cursos, Universidades, etc…por favor, me passe os links. Pode ser em Lisboa, Coimbra, Porto. Não tem problema!!! Já conheço um pouco de Lisboa. Passei uma semana há dois anos atras, e fiquei apaixonado, foi amor a primeira visita! Por isso, escolhi viver um tempo em Portugal. Tenho feito algumas economias para passar pelo menos um ano. Conhecer e viver novos horizontes, novas experiências.
    att:
    Guilherme

    • Priscila Roque

      Olá, Guilherme!
      Fico feliz e agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga.
      Vamos as suas dúvidas:
      – Que eu saiba, não há nenhuma forma de desconto para membros da União Europeia em serviços, transporte, saúde, etc. O que acontece é que em muitas universidades o valor das propinas (taxas) são mais altas para alunos estrangeiros e/ ou não membros da União Europeia.
      – Com relação a cursos de design de interiores e decoração, você pode descobrir as universidades que oferecem aqui: http://estudos.universia.net/portugal/
      Boas pesquisas e uma ótima semana :)

  37. Avatar

    Olá Priscila!
    Gostei muito do seu blog e gostaria de lhe fazer algumas perguntinhas…rsrs
    Tenho uma amiga que é casada com português e moram em Montijo,sendo assim estou de planos de ir embora prá lá.A principio,iria sozinha para conseguir emprego e ficaria hospedada na casa dessa amiga.
    Não tenho nenhuma qualificação em alguma área especifica,mas conto com muita experiência em atendimento ao consumidor,vendas,comércio e consultoria.Pretendo ir em Março de 2015 e vc acha que com 3 meses consigo levar meu marido e meu filho de 5 anos?
    Temos apartamento montado no Brasil e carro,pretendemos vender tudo para vivermos por definitivo em Portugal.Temos um padrão de vida médio por aqui,pago 600 reais para manter meu filho na escola por período integral,minha amiga matem a filha dela ai na escola a custo zero e fica o dia todo tbm.
    Vivemos aqui com muito medo da violência e sonhamos em criar nosso filho em uma cidade pequena e pacata,moramos em Montes Claros no interior de MG,cidade com 450 mil hab e cheia de problemas como qualquer outra no Brasil.
    Enfim,nosso projeto é realmente sairmos do Brasil e vejo e Portugal uma certa facildade devido à língua.
    Muito obrigada e grande abraço!

    • Priscila Roque

      Olá, Mávilla!
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Com relação a sua dúvida, por conta da crise, nesse momento não está fácil encontrar vagas de emprego que ofereçam boas condições, infelizmente. Por isso, não sei te dizer se em 3 meses você conseguiria reunir a sua família no país. Isso vai depender do caminho que você traçar e das oportunidades que encontrar.
      Boa sorte boas pesquisas!

  38. Avatar

    Olá,

    Goste muito da matéria! estou querendo me mudar para Lisboa, mas prezo muito pela estabilidade financeira, venho procurando empregos, mas eu gostaria mesmo de saber se há concursos que eu possa fazer, procurei algumas coisas que falavam a respeito, mas nada que me desse uma certeza. Enfim, tem como prestar concurso e conseguir um emprego estável em Lisboa?

  39. Avatar

    Olá Priscila!

    Moro em Fortaleza, Ceará, Brasil. Tenho a pretensão de fazer mestrado em Portugal e levar meu filhinho de 4 anos. Você acha que pode dá certo? Preciso de conselhos de alguém que conhece Portugal. Aguardo resposta. Obrigada e um abraço.

    • Priscila Roque

      Olá, Edilene!
      Tudo bem?
      Creio que você não terá problemas em levar o seu filhinho para sua época de mestrado. Tire as suas dúvidas sobre os vistos e documentos nesse portal: http://www.imigrante.pt/ – mantido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal.
      Boa sorte!

  40. Avatar

    Olá Priscila! Tudo bem?

    Antes de mais nada quero te parabenizar pelo seu Blog, um super informativo para quem pensa em morar, estudar ou fazer tour em Portugal. Olha só, moro em Campina Grande, interior da Paraíba a 2 horas da Capital João Pessoa, sou estudante de doutorado na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), recentemente recebi um convite de um professor da Universidade do Porto para fazer parte do meu doutorado, em Portugal, onde moraria apenas 9 meses na cidade do Porto, porém, tenho muitas dúvidas e insegurança em fazer esse mudança. Andei dando uma olhadinha no custo de vida por lá, mas acho que você poderia me esclarecer bem melhor. A bolsa para me manter no Porto seria de 1300 Euros, mas ai fica a dúvida, será que daria para viver razoavelmente bem?

    • Priscila Roque

      Olá, Verônica!
      Seja bem-vinda ao Cultuga :)
      Dá, sim! Vá com tranquilidade!
      Aqui nesse post, mesmo sendo para Lisboa, você consegue encontrar informações bem similares aos valores praticados no Porto. Faça as contas, de acordo com o que você gasta no Brasil. Entretanto, para você sozinha, creio que você terá problemas.
      Um grande beijo

  41. Avatar
    erli alves pereira em

    olá Priscilla, tudo bem ?,
    Procurando por informaçoes sobre como viver em portugal encontrei seu blog, gostei muito entaõ resolvi lhe pedir um favor,preciso de uma informaçao sobre viajar pelo país de trem .Sou uma jovem senhora de 57 anos ,aposentada , sozinha que adora viajar .Resolvi fazer o caminho portugues para Compostela em maio e depois quero passar 3 meses em viagem de trem por portugal .Peço por favor se vc pode me indicar sobre homestay ou aluguel de quartos em casa de familia e tambem uma media de custo de vida mensal e qual a cidadezinha mais charmosa com bosques no interior , pois e isto que procuro .obrigada

    • Priscila Roque

      Olá, Erli!
      Tudo bem? Aqui está tudo joia :)
      Agradeço o seu comentário aqui no Cultuga! Aproveito para pedir imensas desculpas pela demora da resposta. Estivemos sem Internet por alguns dias e agora estamos colocando “ordem na casa”. Espero que ainda esteja em tempo de ajudá-la!
      Para alugar quartos ou um apartamento de temporada, aconselho esses dois sites (dos quais já tive boas referências): http://www.airbnb.com.br/ e http://www.homeaway.pt/
      Com relação ao custo mensal, creio que o ideal seja acompanhar as dicas desse post e montar uma planilha sua para descobrir o que realmente precisará gastar. Como cada um tem seus hábitos de consumo, apontei alguns sites nesse post que vão ajudá-la a conhecer valores e comparar com o que consome no Brasil.
      Com relação a cidadezinhas, há muitas delas. O que não falta são lugares charmosos. Sintra, por exemplo, te deixaria em um lugar com clima de lugarejo, mas com estrutura de uma cidade grande – além de ser pertinho de Lisboa e ter uma ótima estação de trem. Para lugares mais remotos, veja as aldeias históricas, que ficam no centro do país – como Belmonte e Almeida, por exemplo. Porém, são locais mais afastados, sem acesso por trem. Guimarães, ao norte do país, também é uma cidade maiorzinha, mas com um clima delicioso de interior e fácil acesso de trem. No sul do país tem Tavira, uma das minhas favoritas, e também com acesso de trem. Pesquise também pela região do Alentejo – uma das mais ricas nesse sentido de bosques e clima interiorano.
      Com certeza você terá ótimas experiências no país!
      Se você precisar de um suporte profissional para organização e sugestões de roteiro, deixo também o link dos nossos serviços: https://www.cultuga.com.br/2014/04/assessoria-de-viagem-roteiro-personalizado-portugal/
      Estamos à disposição!
      Um grande beijo e boas festas

  42. Avatar

    Olá Priscila, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo site, sua iniciativa é bem bacana.

    Gostaria de seus conselhos. Estou no início de meu “projeto Portugal”. Desejo morar em Lisboa e frequentar o estádio da luz em todos os jogos, rs.

    Sou engenheiro ambiental, e não tenho conhecidos e oportunidades de emprego em vista. Existe algum local onde possa prospectar vagas de trabalho em Lisboa? Independente da função?

    E outra, como recomenda que eu desenvolva meu projeto? O que devo levar em consideração para ir?

    Atenciosamente,

  43. Avatar

    quando eu fazer 18 anos quero partir para portugal vou fazer um curso de hardware, queria saber se o dinheiro em euro é mas barato que o brasileiro?

  44. Avatar

    Olá Priscila, boa tarde!

    Somo um casal de aposentados, eu italiano e brasileiro, minha esposa austríaca e com RNE Brasil. Estamos planejando passar uns 2 ou 3 anos na Europa. Temos uma filha casada com espanhol que vice em Barcelona, e a família de minha esposa está toda na Alemanha (Hanover). Nós procuramos cidades de porte médio, com um estilo de vida tranquilo (mas não demasiadamente, pois moramos em S. Paulo e estamos acostumados com um pouco de agito) ) e depois de bastante pesquisar, detivemo-nos em Málaga e Lisboa, que tem custos de vida bastante semelhantes. Em Málaga deveríamos fazer um plano de saúde particular, o que não é necessário em Lisboa, em virtude de um acordo Brasil-Portugal que permite que brasileiros sejam atendidos na rede pública. Por outro lado há também um acordo do Conselho de Arquitetura do Brasil com o de Portugal para o reconhecimento expedito, o que não ocorre na Espanha.
    O que me preocupa é que você comenta que o sistema de saúde pública em Portugal não é confiável e seria melhor fazer um plano particular, então isso muda tudo na comparação. Além disso, li que, mesmo com o acordo de reconhecimento de diploma de arquitetura, a burocracia é enorme e exige muita paciência. O que você me diz sobre isso?? Outro detalhe: O Brasil tem um acordo coma Espanha que permite a transferência de proventos de aposentadoria sem taxação, ao passo que a transferência para Portugal ( qualquer que seja o valor) implicará em uma absurda taxação de 25%. Na verdade, a taxação equivale ao custo de um plano de saúde, porém ainda ficaríamos com a vantagem do reconhecimento do diploma e do dioma, pois embora falemos espanhol, nosso português é mil vezes melhor do queo espanhol. . Ouço dizer que talvez essa taxação caia brevemente – você saberia me dizer alguma coisa?
    Agradeceria muito que nos diga o que sabe a respeito dessas questões, uma vez que não conseguimos na net informações a respeito sequer nos sites dos consulados.
    Obrigado, um grande abraço, e…….Feliz Natal!!!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Cyro! Como vai?
      Com relação a saúde pública em Portugal não posso ser tão precisa. (Felizmente) ainda não precisamos dos serviços (tanto público como particular), mas como tenho certo receio de precisar de um apoio mais direcionado, no caso de um acidente, uma doença grave ou gravidez, por exemplo, optamos pelo plano de saúde privado até que nós possamos sentir certa segurança com isso. Entretanto, há quem viva bem, sim, com a saúde pública em Portugal. Não é exemplar, mas o que nós sabemos é que o serviço de urgências funciona muito bem. Entretanto, para outros tratamentos e consultas, dependendo da área que você vive, pode ter uma espera longa.
      Com relação a acordos do Conselho de Arquitetura, não posso opinar por desconhecê-los. Cada área tem suas especificidades. Creio que o ideal seja entrar em contato diretamente com eles para saber ao certo como isso funciona, quanto tempo demora e quais são os documentos necessários.
      A taxa dos 25% realmente existe e é bastante absurda. O projeto para derrubá-la tramita na Câmara. Para acompanhar as novidades, veja por esse link: http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=599488
      Boa sorte e boas pesquisas. Um novo ano de muitas conquistas para vocês :)

  45. Avatar

    Bom dia Priscila, parabéns pelo site.

    Eu sou estudante de arquitetura aqui em são Paulo, estou pensando em ir morar em Lisboa ou cidade do Porto, gostaria de saber se é muito burocrático pra ir estudar em Lisboa e se tem boas faculdade na cidade. E caso você conheça uma de bom custo beneficio, se puder me passar o nome fico muito grato.
    Eu já andei pesquisando mas não intendi muito bem como funciona o pagamento das mensalidades, pois vi que tem uma especie de propina. Poderia me explicar?
    Se você puder me responder por E-mail, ficou muito agradecido.

    Atenciosamente David Lima
    No aguardo de um retorno.
    davidayrton@hotmail.com

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, David!
      Tudo bem?
      Obriada pelo carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Você já verificou se a sua faculdade mantém algum convênio com universidades portuguesas? Se houver essa oportunidade, creio que não seja burocrático, não. Entretanto, se o seu objetivo é transferir o seu curso para Portugal, talvez tenha alguma burocraria maior, sim, mas nada que com um pouco de dedicação, paciência e pesquisa não possa ser feito. Para saber quais são as melhores, você pode pesquisar no ranking das universidades, como esse, por exemplo: http://www.webometrics.info/es/europe_es/portugal Nesse link você também pode saber mais sobre as universidades e os cursos: http://universidades.universia.pt/
      As propinas significam taxas. Mesmo nas universidades públicas, o pagamento das propinas deve ser feito. Dependendo da universidade, ainda há diferença para estudantes portugueses e estrangeiros. Essas informações você encontra no edital da universidade que você escolher, pois cada uma tem suas regras.
      Boas pesquisas e um ótimo ano :)

  46. Avatar

    Pricila, parabéns pelo ótimo blog.
    Vc tem ideia do custo de vida nos arredores de Aveiro?
    1.500 euros, dão para morar, comer, vestir , ter combo de Tv, para um casal com filho de 4 anos? Vida para quem gosta de ficar em casa.
    Vc tem como atualizar os dados do início do blog? Luz/ Gás/ TV etc.

    • Priscila Roque

      Olá, Carapito!
      Como vai?
      Agradeço o carinho por nosso conteúdo :)
      Creio que seja possível, sim! Entretanto, não posso garantir a você porque não vivo em Aveiro, mas em Lisboa. Não sei como está a questão do custo de vida por lá. Entretanto, creio que seja inferior ao de Lisboa.
      Em breve, vamos atualizar todos os dados, sim!
      Boas pesquisas!

  47. Avatar

    Passando para desejar um otimo ano novo e que você continue com esse maravilhoso trabalho de ajudar outras pessoas, principalmente nós brasileiros, a não passar por muitas dificuldades para desbravar esse país.
    Meu projeto é ir morar em Portugal no inicio de 2016, tenho mãe e irmãos morando ai, então estou com os processos mais adiantados.
    Mas mesmo assim visito sempre seu blog para pescar eventuais dicas e sanar duvidas, principalmente com relação ao custo de vida!

    Parabens, abraços!

  48. Avatar

    Neste ano de 2015 estarei aposentada, tenho duas filhas, uma já terminou a faculdade e já trabalha com eventos a outra começará faculdade de engenharia textil este ano. Gostaria muito de ir morar em Lisboa e claro minhas filhas também. Tendo proventos suficiente para nos mantermos seria dificil conseguirmos visto de residencia?

    • Priscila Roque

      Olá, Celia!
      Seja bem-vinda ao Cultuga :)
      Não sei te dizer se dentro dessas condições é possível, pois cada caso é um caso. Aconselho que busque o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ou o Consulado de Portugal no Brasil para saber mais sobre o assunto. Há também boas informações no Portal do Imigrante: http://www.imigrante.pt/
      Boas pesquisas!

  49. Avatar

    ola! seus post estão me ajudando bastante.
    Sou formada em Estética e Cosmética e estou querendo ir para Lisboa em maio, sou casada e tenho uma filha que em maio estará com uns 6 meses, meu esposo é aposentado é nossa renda seria de mais o menos uns 2000 euros vc acha que para inicio, porque pretendemos procurar um serviço conseguiríamos viver bem com uma bebe? Desde de já agradeço

    • Priscila Roque

      Olá, Jenifer!
      Seja bem-vinda ao Cultuga :)
      É difícil opinar sobre a sua questão, pois, como já falamos por aqui, cada família tem gastos e prioridades difefentes. Aconselho que faça uma planilha com os gastos que vocês costumam ter no Brasil e compará-los a partir dos links que indiquei aqui no post. Assim, você poderá ter uma ideia do quanto será necessário para viver no país.
      Com relação a vagas de empregos, postamos algumas dicas por aqui: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      Boas pesquisas!

  50. Avatar

    Oi Priscila…
    Seu blog é fantástico e sem dúvida alguma, ajuda em muito quem pretende se mudar para Portugal.
    Eu trabalho há mais de 30 anos com vídeo aqui no Brasil. E como você é fotógrafa, imagino que tenha algum conhecimento sobre esta área por aí.
    Será que você poderia me dar alguns toques, informações, etc.???
    Obrigado.

    • Priscila Roque

      Olá, Renato!
      Tudo bem? Agradeço o seu carinho com o conteúdo do Cultuga!
      Olha, com relação ao mercado de vídeo em Portugal, eu não conheço tão bem, sabe? Mas a impressão que tenho é que o mercado das grandes cidades brasileiras acaba sendo mais forte e com mais oportunidades. Entretanto, é algo que encaro por aqui na fotografia: faço o meu melhor e sempre crio novidades para os meus clientes. Com persistência, criatividade e estudo é possível alcançar o mercado que deseja :)
      Boa sorte no seu caminho!

  51. Avatar

    Bom dia Priscila,

    Sou FÃ de Portugal adoro este País , já vivi ai no período de 2004/2005 , depois voltei para o Brasil e trabalhai mais dois anos atendendo ao mercado Português daqui do Brasil. Voltei algumas vezes Participei de eventos na FIL , agora em Abril 2015 retorno, já comprei minha passagem e pretendo ficar um tempo por ai, mesmo sabendo que empregos não estão fáceis, mas minha área sempre foi comercial e acredito que sempre tem uns cantinho prá gente. Amo Lisboa . Se você puder me ajudar encaminhando para meu e-mail alguns site de trabalho e algum formato de currículo padrão Europa ou Português, agradeço muito. Assisto RTP e SIC diariamente, agradeço pela ajuda. Obrigadíssimo

  52. Avatar

    Oi Priscila, bom dia.

    Tenho uma questão para a qual não consigo uma resposta direta na net. Trata-se do seguinte: transferindo para o domicilio portugues o recebimento de benefícios do INSS brasileiro, ocorre uma taxação (absurda) do governo brasileiro equivalente a 25% dos proventos, independentemente do valor. É diferente de quem permanece aposentado no Brasil onde há limites de isenção e taxações. E para quem mudar, não adianta manter o recebimento no Brasil, pois após 12 meses da saída sem que ocorra regresso, o governo passa a efetuar esse desconto da mesma forma, independentemente de qualquer aviso. Bem, a questão que quero elucidar é referente a taxa de câmbio utilizada para fazer a conversão de Reais para Euros. Pelo que entendi o valor é convertido inicialmente pelo câmbio do dólar valor de venda (ocorrendo assim mais um pequeno “confisco”, e depois esses dólares convertidos em Euros também utilizando-se o cambio valor de venda, configurando mais uma “mordidinha”. Então, na verdade, essa taxação de 25%, que já é assustadora, acaba sendo acrescida de mais uma “garfada”de cerca de 5%, a depender da diferença entre o câmbio de compra e o de venda, e o valor original fica reduzido a cerca de 70% do origina !!!. Então o desconto real seria, não de absurdos 25%, mas sim de absurdos ~ 30% ! Gostaria que você, se tiver essa informação, ou quem estiver lendo e estiver nessa condição pudesse fazer a gentileza de confirmar se é assim mesmo.

    Obrigado
    Abraços
    Cyro

  53. Avatar

    Primeiramente seu blog é fantástico, as perguntas são realmente interessantes e suas respostas então, muito esclarecedoras e sábias. Li a dúvida de todos e sua resposta a todas também. Só tenho a agradecer e como todos aqui, também tenho minhas dúvidas e tenho certeza que você me ajudará no que estiver ao seu alcance. Pois bem: Meu nome é Milene, sou casada e tenho 4 filhos,moro no Brasil e sou descendente de português (pai), já me informei sobre dupla cidadania e já sei qual o caminho, valores etc. Minhas dúvidas são: 1ª) Quero me mudar para Portugal, então queria orientações suas sobre, qual cidade não muito longe do centro mais quentinha para se viver,e mais em conta também, pois estou acostumada com clica quentes, pois moro no litoral de São Paulo e odeio o frio rsrsrs .
    2ª) Me diga em média quantos euros eu precisaria ganhar por mês para sobreviver em Portugal, sem luxo ou desperdícios, lembrando que é para 6 pessoas.
    3ª) Existe algum programa do Governo português que disponibiliza alguma ajuda financeira, ou moradia para imigrantes descendentes que resolvem residir no país, tendo filhos que logo contribuirão para o crescimento e desenvolvimento econômico do país?
    Desde já agradeço pela atenção.
    Até a próxima dúvida rs. Beijos

    • Priscila Roque

      Olá, Milene! Como vai?
      Agradeço o seu carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Com relação as suas dúvidas:
      1. A região com temperaturas mais amenas do país (no continente) é a do Algarve, no sul. Entretanto, é preciso pesquisar com profundidade, pois o local é sazonal para diversas atividades profissionais. Muitas cidades algarvias vivem, principalmente, do turismo e tem suas melhores épocas entre a primavera e o verão. Com relação a não ser “muito longe do centro”, a que você se refere? A região central do país ou das principais cidades de Portugal?
      2. Para calcular a média do seu custo de vida, aconselho que monte uma planilha a partir dos valores e dicas que colocamos aqui no post. Não há um valor base que eu possa te passar, principalmente porque cada família tem seus próprios hábitos de consumo e necessidades.
      3. Creio que direcionado a imigração não (ao menos que eu já tenha ouvido falar). Mas há um projeto do governo do ano passado que tem como objetivo incentivar a natalidade, oferecendo diversos descontos em impostos. Dependendo da faixa etária dos seus filhos, talvez vocês tenham algum benefício nesse sentido. Veja uma matéria sobre o assunto, que pode ajudá-na nas suas pesquisas: http://observador.pt/2014/07/15/comissao-propoe-ao-governo-medidas-por-um-portugal-amigo-das-criancas/
      Boas pesquisas e um ótimo fim de semana :)

  54. Avatar

    Olá Priscila!
    Adorei o blog! Adorei a redação e a forma como as informações são redigidas! Parabéns!!! Trabalho utilíssimo!!!
    Ótimo trabalho!

  55. Avatar

    com 5.000,00 por mês consigo viver em lisboa ou em outra cidade em Portugual? Existe alguma cidade perto de Lisboa que tenha um custo de vida mais baixo?Obrigado…

    • Priscila Roque

      Olá, Paulo!
      Como vai?
      Como 5 mil reais ou euros?
      Com as informações contidas nesse post, você mesmo pode fazer uma tabela para cotar o quanto gastará em média mensalmente de acordo com os seus hábitos de consumo.
      Há diversas regiões nos arredores de Lisboa que podem ter um custo de vida um pouco mais baixo, como Cascais, Queluz, Loures, Amadora, Damaia e Odivelas, por exemplo.
      Boas pesquisas!

  56. Avatar

    Olá boa tarde, moro no Brasil estou com 23 anos e tenho o ensino médio completo, tenho experiências de recepção de hotel, vendas e garcom/barman. Acha que tenho um perfil para trabalhar, estudar e morar em portugal/lisboa?

    • Avatar

      Olá boa tarde, moro no Brasil estou com 23 anos e tenho o ensino médio completo, tenho experiências de recepção de hotel, vendas e garcom/barman. Acha que tenho um perfil para trabalhar, estudar e morar em portugal/lisboa?
      tenho amigo q mandaria uma carta convite pra mim então procuraria emprego estando como turista. Da pra alugar apto estando como turista? Ou preciso primeiro me registrar no emprego e alugar um apto com o cartão cidadão? grato pela atenção desde já Priscila

      • Priscila Roque

        Olá, Diego!
        O ideal era que você buscasse uma vaga ainda no Brasil, para que pudesse sair do país e aplicar o visto de trabalho. Dessa forma, você já poderia entrar em Portugal com tudo o que precisa para organizar a sua vida.
        Não sei te dizer a respeito do aluguel de um apartamento sem o visto de residência. Creio que não seja possível somente com o passaporte, pois seria difícil comprovar ao proprietário que você tem rendimentos e estabilidade para prosseguir com o contrato. Penso que, nesse caso, seja ideal buscar por um apartamento de temporada, um quarto ou um hostel para que você possa ficar inicialmente até se organizar com tudo.
        O seu documento principal será o passaporte. Depois, com o contrato de trabalho certinho, você vai ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para tirar o seu visto de residência por trabalho. Esse documento emitido pelo SEF passará, então, a ser o seu principal. Com ele em mãos, você pode tirar o NIF – que é equivalente ao CPF no Brasil e que você usará para tudo, desde abrir uma conta no banco até a compra de mobiliários para a sua casa.
        Boas pesquisas!

  57. Avatar

    Ola Pricila, gostei das suas informações sobre Portugal. Tirei a minha cidania portuguesa recentemente, sou aposentado e gostaria dr morar em Portugal. A minha duvida e se com um salato de3000 mil reais eo conseguiria viver ai.

    • Priscila Roque

      Olá, Eduardo!
      Como vai?
      A partir das dicas desse post, você pode fazer uma planilha e cotar os seus gastos mensais a partir dos seus hábitos de consumo no Brasil e verificar se esse valor é o suficiente para que você possa se manter em Portugal :)

  58. Avatar

    Priscila, sou formado em ciência da computação com uns 10 anos de experiência, 1600 euros de salário, pagando aluguel, tendo um carro, e tendo uma vida simples, é possível viver? Da pra sobrar algo ou é muito apertado? Isso morando em Lisboa.

    • Priscila Roque

      Olá, Allysson!
      Como vai?
      Aconselho que monte uma planilha usando os dados aqui do post de acordo com os seus hábitos de consumo. Somente dessa forma você poderá saber se esse dinheiro é o suficiente para a vida que pretende levar na capital :)
      Boas pesquisas!

  59. Avatar

    Bom dia Priscila.
    Parabéns pelo blog. Achei ele muito interessante e esclarecedor. Agora tenho uma pergunta. Eu trabalho como autônomo no mercado financeiro brasileiro, ou seja, posso trabalhar pela internet de qualquer lugar do mundo. Será que com esse argumento eu conseguiria um visto de trabalho para permanecer em Portugal?
    Desde já, grato.

  60. Avatar

    Olá Prisicila! Parabéns pelo blog! Já tirei algumas boas dúvidas aqui!

    Meu marido vai no inicio do próximo ano fazer doutorado sanduiche ai em Lisboa por um ano e pretendo ir com ele. Mas estamos com algumas duvidas e gostaria de ver se vc pode ajudar.
    – Ele estudará na Universidade Nova de Lisboa. Quais bairros poderíamos procurar um apto para alugar?
    – Eu sei que isso muda bastante de família para família, mas falando por alto, quanto mais ou menos um casal precisaria para viver ai por mes, sem luxos?
    – Eu poderia trabalhar ai?

    Obrigadão!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Anelise!
      Como vai?
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Sobre as suas dúvidas:
      – Os arredores da Universidade Nova são ótimos. São Sebastião, Saldanha, Sete Rios e Campo Pequeno são os meus preferidos.
      – Com os valores e dicas desse post, montem uma planilha e coloquem na ponta do lápis os custos que costumam ter no Brasil para bater com aqueles em Portugal. Não tenho como dar um valor pois, realmente, isso varia muito de acordo com os hábitos e costumes de cada um.
      – Não posso confirmar sobre a sua questão de trabalho, mas creio que tendo o visto de residência por reagrupamento familiar, em virtude do doutorado do seu marido, você poderá trabalhar, sim. Aconselho que confirme essa questão junto ao SEF: http://www.sef.pt
      Boa sorte e uma ótima semana!

  61. Avatar

    Olá, estou pensando em ir para Portugal, porém preciso me informar sobre muitas coisas …qual o conselho que poderia dar para alguém que quer tentar a vida em Portugal . Quais os prós e os contras para quem não tem tanto dinheiro assim !

  62. Avatar

    Boa tarde Priscila
    estou fazendo planos para eu ir morar ai em Portugal, e gostaria de saber se o pais esta em crise e se os empregos ai estao muito dificil e quanto que esta o salario minimo atualizado?
    eu posso trabalhar de qualquer coisa nao tenho mto problemas com isso
    a principio iria só eu, ai depois que eu me estabilizar iria minha esposa.
    gostaria de saber tbm se o mercado de PET’s é bom por ai.
    e eu iria levar uns 2500 euros vc acha que iria dar pra eu me virar pelo menos ate eu arrumar um emprego?
    Obrigado pela atenção e parabens pelo seu blog

    • Priscila Roque

      Olá, Thiago!
      Como vai?
      Sim, a crise econômica realmente existe no país e não é fácil encontrar boas vagas de emprego, seja para portugueses ou estrangeiros. O salário mínimo é de 505 euros.
      Aconselho que leia o nosso post sobre a procura de empregos. Pode ajudá-lo a descobrir como está a sua área de atuação, bem como os setores que lhe interessam: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      Infelizmente desconheço o setor PET. Creio que o ideal seja procurar por empresas desse setor na internet e formalizar os seus contatos demonstrando o interesse para futuras vagas.
      Com relação ao custo de vida, aconselho que faça uma planilha a partir das informações desse post aqui. Assim, você poderá saber o quanto precisará por mês a partir de seus hábitos de consumo.
      Boas pesquisas!

  63. Avatar
    Mariane Oliveira em

    Ola Priscila!
    Sinceramente, estou amando suas dicas e lendo comentário por comentário para pegar cada dica.
    Me mudarei com um amigo em setembro para Lisboa, estudaremos na Lusófona de Campo Grande e precisamos ter gastos mínimos(vida de estudante é assim, vivendo sem luxos).
    Quais bairros você nos indicaria para moradia com baixo custo e tranquilidade? E os transportes públicos aí, funcionam bem?
    Com aproximadamente 900 euros(para os dois juntos) conseguimos nos virar mensalmente em Lisboa?

    Muitíssimo obrigada,

    Mari

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Mariane!
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga <3
      Peço imensas desculpas pela demora da resposta. Espero que ainda esteja em tempo :)
      Com relação aos bairros, varia bastante. Eu aconselharia algo nos arredores da universidade mesmo. Assim, vocês aproveitariam melhor o tempo - visto que a localização da Lusófona é boa e, estando por perto, poderiam até economizar o transporte público indo a pé. Por vezes, um gasto compensa o outro. Vocês vão alugar apartamento ou quarto? Sobre apê, temos algumas dicas aqui (inclusive com links para que vocês possam cotar os valores de apartamento): https://www.cultuga.com.br/2014/01/como-alugar-um-apartamento-em-lisboa/
      Com relação ao montante, vai depender um pouco de vocês. Aqui nesse post tem alguns valores e sites que podem ajudá-los a ajustar as finanças. Aconselho que façam uma planilha com os hábitos de consumo de vocês para que possam chegar aos valores que terão disponíveis para cada tipo de gasto.
      Um forte abraço e força!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Morgany! Como vai?
      Aqui está tudo bem!
      Creio que seja em Braga. Lisboa, por ser capital, é uma das cidades mais caras do país.
      Um forte abraço.

  64. Avatar
    Octavio Coelho em

    Ola
    Tenho 65 anos, e estou vendendo um imovel no Brasil, e pretendo ir morar em Portugal.
    Tenho vida simples, e gostaria de morar proximo de Lisboa, ou em Lisboa.
    Vc poderia me informar aproximadamente o custo mensal,para uma vida normal.
    Qto pagaria pelo aluguel de 1 imovel dois comodos?
    Em tempo sou portugues e minha companheira brasileira,precisaria da dupla dela,para viver aí???
    Obrigado
    Octavio

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Octavio! Como vai?
      Aqui nesse post você encontra exatamente as informações que procura. Para o valor do imóvel, basta acessar o site que indicamos e fazer uma pesquisa. Para o custo mensal, você pode verificar as informações que aqui constam a partir dos seus hábitos de consumo e fazer as contas.
      Para a sua companheira viver em Portugal, vocês precisarão solicitar a autorização de residência dela por reagrupamento familiar. Você pode verificar os documentos necessários no Portal do Imigrante: http://www.imigrante.pt/PagesPT/DocumentosNecessarios/ConcessaoAR/14Art98N1.aspx
      Um forte abraço!

  65. Avatar
    Junior da Silva em

    Olá Priscila, tudo bem? Então, tenho muitas dúvidas sobre sair do país, pois ainda não tive a oportunidade. Você é uma brasileira que mora em Portugal ou é portuguesa mesmo (rs)? Gostaria de saber como é a parte burocrática para conseguir um visto de trabalho e residência. Se é muito difícil ou não, se eu tenho que começar a solicitar aqui no Brasil ou só quando eu estiver em Portugal? Estou pensando em me mudar para Porto (ou Oporto, não sei o correto) já realizei muitas pesquisas e não entendi muito sobre o assunto do visto. Referente a empregos, é facil arranjar um trabalho após conseguir o visto? Se puder me responder no email seria melhor (juniorcx2k@gmail.com)… Desculpa pelo encomodo. Beijos.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Junior! Como vai? Aqui está tudo bem :)
      Eu sou brasileira, mas tenho cidadania portuguesa porque o meu pai e a minha mãe são portugueses.
      Com relação ao visto de trabalho e residência, você pode tirar as dúvidas no portal do imigrante: http://www.imigrante.pt/PagesPT/ConcessaoAR.aspx
      São muitas as opções de autorização de residência. Vai depender da situação em que você se encaixa.
      A entrada do visto pode ser feita no consulado, ainda no Brasil, se você já estiver com um contrato de trabalho ou para estudos. Temos um post aqui no Cultuga sobre a procura de empregos, e pode ajudá-lo: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      Você precisa do emprego antes da solicitação da autorização de residência. Pois você precisa do contrato para tirar o visto de trabalho.
      Com relação ao Porto, pode ser sem o “O” mesmo :)
      Espero que tenha ajudado! Boas pesquisas!

  66. Avatar

    Cara Priscila,
    Boa tarde! Bem aqui são 18 horas. Bem é o seguinte…preciso ir conversando com alguém sobre um sonho ou melhor um projeto meu. Trabalho para o governo do Brasil. Me aposento em 2019. Estou querendo ir morar em Lisboa. Tenho uma filha adolescente. Bem pretendo ir conhecer Lisboa no final deste ano ou no início de 2016. Por tanto preciso ver como é o mercado imobiliário e etc… Meu salário hoje aqui está em + ou – 2.500 euros. ( o euro em 3,42). Tenho um imóvel. Me aposentando posso viver em Lisboa com 2.500 euros? Imóvel é caro? Custo de vida? Sou de fazer as refeições em casa. Gosto de viajar. mas sou uma pessoa simples…por tanto quero uma boa educação para minha filha. O que você me diz?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Mia! Como vai?
      Aqui nesse post você encontra todas as informações que precisa para as suas dúvidas :)
      Aconselho que abra uma planilha e faça uma lista dos seus hábitos de consumo e o quanto gasta mensalmente. Com base nos links e valores desse post, veja a média equivalente para Lisboa. Aí você encontrará o seu custo de vida na capital.
      O mesmo para apartamentos. Aqui sugerimos um link em que você pode pesquisar imóveis para comprar ou alugar em Lisboa.
      Boas pesquisas!

  67. Avatar
    Márcia Gismenes em

    Bom Dia Priscila! Tudo bem? Sou farmacêutica, mas trabalho com artesanato já há uns 10 anos confeccionando bonecas.
    Tenho clientes em Portugal e bastante procura pelo meu trabalho em várias regiões desse país. Sou apaixonada por Portugal e principalmente por Almada. Meu marido trabalha por conta tb na área de informatica e tem emprego fixo remoto aqui no Brasil, podendo se mudar para outo país. Tenho 2 filhos que iriam conosco em idade escolar. Gostaria de saber se é fácil alugar um imóvel e ficar por aí. Preciso passar por algum processo? Somos aceitos facilmente aí no país? Aguardo uma resposta e desde já agradeço sua atenção.
    abraços

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Márcia! Como vai?
      Tudo certo por aqui!
      Sobre alugar imóvel, nós contamos a nossa experiência aqui: https://www.cultuga.com.br/2014/01/como-alugar-um-apartamento-em-lisboa/
      Vocês têm cidadania portuguesa? Se tiverem, o procedimento burocrático é mais simples. Caso contrário, precisarão de uma autorização de residência para viver em Portugal. Para verificar em qual situação vocês se encaixam, veja no Portal do Imigrante: http://www.imigrante.pt/PagesPT/ConcessaoAR.aspx
      Sobre aceitação, é uma questão delicada. Ser imigrante não é fácil em nenhum lugar do mundo, não é? Mas tenho uma filosofia pessoal que funciona muito bem. Vim aberta, de coração, para fazer uma imersão na cultura portuguesa – a minha verdadeira paixão. Nunca tive nenhum problema relacionado a isso. Me sinto totalmente acolhida, respeitada e as pessoas que conheço por aqui adoram o Cultuga :)
      Boas pesquisas!

  68. Avatar

    Ola, pode me ajudar? Estou pensando em cursar um periodo de ensino superior em Setubal, num programa de estudantes. Quando seria o gasto mais ou menos por mes? Setubal eh uma boa ideia se eu quiser me hospedar em Lisboa? Tens dicas de onde estudar enfermagem em um lugar melhor? Aguardo

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Juliana! Como vai?
      Sobre cursos universitários, você pode verificar mais informações no site Universia: http://www.universia.pt/
      De Lisboa a Setúbal são cerca de 50km. Caso o seu curso seja de segunda a sexta, por exemplo, é preciso pensar se esse tempo entre a sua moradia e a universidade e os custos de transporte vão valer a pena. Pessoalmente, penso que só valha a pena encarar essa distância se for 2x por semana, por exemplo.
      Com relação ao custo de vida, são diversas as variáveis, sobretudo para estudantes. Depende do alojamento que procura (se quarto sozinha ou para dividir, apartamento completo, hostel, etc.), dos seus hábitos de consumo, do transporte que precisará usar… Aconselho que abra uma planilha e faça uma lista com tudo o que precisará. Esse post pode ajudá-la a encontrar os valores para ter uma ideia de preços.
      Boas pesquisas!

  69. Avatar
    Pedro Henrique em

    ola! gostaria de saber se o esporte ai no portugal e valorizado, pois sou professor de judô. estou querendo ir para ai no inicio de 2016 para atuar na minha area so que fico com medo de nao ser valorizado o esporte ai.o que vc acha?

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Pedro! Como vai?
      Não sei te dizer com relação a essa questão, pois não é a minha área de atuação. Não sei como funciona profissionalmente. Entretanto, percebo que a midia cobre diversos esportes e valoriza, sim, os seus campeões das mais diversas modalidades.
      Boa sorte!

  70. Avatar

    Olá Priscila,

    parabéns pelos posts e divulgação de ótimos conteúdos sobre Portugal, em especial Lisboa.
    Li muitos dos primeiros e dos últimos posts, ainda pretendo ler todos e encontrar outras dúvidas minhas…rsrs…. mas já me animei em te escrever.

    Sou brasileiro, tenho 40 anos, e penso em investir em negócios em Portugal e me estabelecer aí.
    Li aqui sobre áreas como gastronomia e turismo e nelas estão os meus principais interesses.

    Gostaria de orientações sobre a imigração para ser um gestor de negócios ( ainda vou procurar o imigrante.pt e o consulado de Portugal )
    E eu estou vendo a aquisição de um hostel ( trespasse), ou formação de um novo.
    Você vê quais bairros em Lisboa e que outras cidades ou lugarejos podem ser bons para um negócio com hostel ?
    E outra dúvida…como está o mercado com food truck em Lisboa ? É possível solicitar uma licença para trabalhar ? Tem lugares públicos para estacionar ou apenas feiras, eventos e lugares particulares ?

    Agradeço. Obrigado. Abs e Bjs Tiago :)

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Tiago! Como vai?
      Agradeço o carinho pelo conteúdo do Cultuga :)
      Fizemos um post sobre um novo site do governo português bem interessante para os novos imigrantes. Creio que vá te ajudar muito: https://www.cultuga.com.br/2015/06/tire-todas-as-suas-duvidas-sobre-morar-em-portugal/
      Com relação aos bairros e cidades para abrir um hostel, varia muito da sua proposta, se para turistas, estudantes e qual o perfil e budget de quem pretende atingir. Nesse ponto, penso que você tenha que verificar pessoalmente para compreender melhor o mercado, sobretudo aquele que está dentro do seu ideal.
      O mesmo digo sobre food truck. Há alguns, mas não é uma febre como no Brasil. Nesse site que indicamos do governo português eles poderão informá-lo sobre a questão burocrática e te oferecer um parecer oficial sobre tudo isso.
      Um forte abraço!

  71. Avatar

    Obrigado Priscila, são ótimas dicas. Parabéns !!!
    Já entrei em contato com o Portal das Migrações, acm.gov.pt
    Conseguindo informações relevantes vou compartilhar aqui.
    Outras dúvidas, mais do dia a dia e adaptação em Lisboa:
    Existem clubes recreativos para prática de esportes e hobbys, como vôlei, basquete, tennis, natação…em fim… lugares para socializar e fazer amigos através do esporte ?
    Se existir, como se faz o ingresso para participar do clube e se tem taxas, qual é o valor ?
    Tem alguma restrição a estrangeiros ou tem boa receptividade e são amigáveis ?
    Outro tema:
    É comum, morando em Lisboa, fazer viagens de final de semana ou feriados de carro por Portugal ?
    No verão para as praias e no inverno para as montanhas ?
    Quais são os principais destinos ?
    E viagens assim tem qual custo médio, você saberia dizer ?
    Mais uma vez, obrigado, e parabéns !!!!
    Muita saúde, paz e felicidade. Caloroso abraço brasileiro. Tiago :)

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Tiago! Como vai?
      Com relação aos clubes, existe sim. Há locais para a prática de esportes públicos e particulares. Cada um tem o seu próprio valor. Depende do que vai usar, a frequência, etc. O ideal é buscar pela região que você vai viver.
      Sobre receptividade, há muitos imigrantes em Portugal. Então a convivência é bastante comum, sobretudo nas grandes cidades. Na minha opinião, o importante, sempre, é ser cortês, gentil e respeitar a cultura local. Dessa forma, você sempre será bem recebido, em qualquer local que seja – e não somente em Portugal :)
      Sobre as viagens, sim. Os portugueses viajam sempre, sobretudo nas férias de verão. Os principais destinos variam bastante. O país todo é riquíssimo culturalmente. Você pode dar uma navegada aqui no Cultuga para conhecer um pouco mais sobre o turismo de Portugal. Temos bastante material sobre.
      Com relação aos custos, depende do seu hábito… Se vai de transporte público, se vai de carro, se vai viajar pela região que vive, se vai para mais longe…
      Boas pesquisas e força por aí!

  72. Avatar

    Como vai, Priscila? Descobri o seu site por acaso. Eu e minha família estamos pensando firmemente em sair do Brasil e morar em outro país. Estivemos em Lisboa e adoramos. Evidente que temos várias dúvidas, que gostaria que comentasse na medida do possível. Estou aposentado pelo Banco Central do Brasil e sei que se mudar minha residência para outro país terei o meu salário de aposentadoria transformado para Euro e enviado para o Exterior. Minha esposa é médica endoscopista. Minha enteada tem 16 anos e gostaria de fazer medicina. Meu enteado tem 12 anos e está no ensino fundamental. Temos renda equivalente a uma família de classe média alta. Pergunto: Como mantermos uma qualidade de vida equivalente morando em Lisboa? Que oportunidades minha esposa terá no ramo da medicina (como validar seu diploma por aí) e como minha enteada poderá ter a chance de estudar medicina em Portugal? Agradeço desde já o que nos puder dizer a respeito. Abraço

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Mauro! Tudo bem por aqui, e por aí?
      Realmente são questões bastante pessoais. Infelizmente não consigo orientá-los. Aconselho que procure o Alto Comissariado para as Migrações, mantido pelo Governo de Portugal: http://www.acm.gov.pt
      Boa sorte :)

  73. Avatar
    CLODOMIR ASSIS ARAUJO em

    Parabéns pela colaboração que presta a todos aqueles que desejam saber mais sobre Portugal!
    Sou aposentado pelo Ministério Público do Pará, e sou advogado com sociedade de advogados com dois de meus filhos. Meu interesse será levar minha aposentadoria para Portugal.
    Estou bastante interessado em passar uma boa temporada em Portugal, pois tenho uma filha de seis anos e desejo vê-la tendo uma boa educação, ao mesmo tempo em que me sinto muito preocupado com a insegurança que se vive no Brasil. Estou estudando no seu site e em outros para poder decidir aonde será o melhor local para morar. Tenho alguns amigos que já estão por ai, tanto brasileiro como portugueses.
    Sucesso!

  74. Avatar

    Oi Priscilla, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo site! A cada nova pesquisa no google que dou sobre novas duvidas, termino sempre por aqui mais uma vez..realmente cada detalhe sendo coberto. Muito obrigado, tem ajudado MUITO nosso planejamento.
    Minha esposa tem passporte portugues, e após alguns anos juntando dinheiro, resolvemos tentar a vida em Lisboa por um período. A única questão que não encontrei abordado no seu site, e desculpe pois um tema delicado talvez pra abordar em forum, é quanto à transferência de recursos monetários. Pois diferente de viagens mais curtas, as quantias são bem diferentes (principalmente na questão do aluguel, em que deu a dica de pagar adiantado um período maior por falta de documentos num primeiro instante).
    Sair com dinheiro em espécie, acaba tendo um limite muito baixo, e super arriscado o transpote. Cartões pré-pagos também não me parecem uma boa pelas taxas de cambio e taxas em geral. Vi bancos que abrem contas internacionais (como o HSBC), mas ainda estou buscando as opções pra chegar num esquema realmente bacana, tentando fugir ao máximo do IOF abusivo.
    Teria algumas dicas nesse sentido? De experiência própria, com o perfil de quem esta tentando essa mudança mesmo por um período maior? (Entendo perfeitamente se não for o local adequado pra esse assunto :) )

    Em todo caso mais uma vez muito obrigado pelas dicas todas, e parabéns pelo site!
    abraço

    • Priscila Roque

      Olá, Renato
      Agradeço o carinho :)
      Infelizmente não há como escapar das altas taxas. Creio que o mais seguro para grandes valores seja mesmo chegar em Portugal, abrir uma conta, e então fazer a transferência de um banco brasileiro para o português.
      Um forte abraço e boa sorte

  75. Avatar

    Ah! desculpe, só um adendo que me lembrei:
    Como você, continuaríamos a ter clientes no Brasil, portanto seria bacana algo que facilitasse com as menores taxas possíveis essas transferências mais regulares, não só a quantia com a qual sairíamos daqui. :)
    Obrigado

    • Priscila Roque

      Olá, Renato
      Para um longo prazo, não sei te informar. Sobretudo porque depende do tipo de firma que você tem aberta e onde vai descontar os seus impostos.
      Como o nosso objetivo é ficar em Portugal, fomos, pouco a pouco, transferindo a firma e as formas de pagamento para Portugal. Se for algo temporário, creio que valha fazer mesmo transferências entre bancos ou até mesmo via Western Union.
      Um forte abraço

  76. Avatar
    vinicius q gomes em

    Olá Priscila,
    Obrigado pelas informações. Partirei para Lisboa semana que vem e tenho ficado muito apreensivo quanto ao custo de vida, por causa da disparada do euro no último mês.
    Se o euro se mantiver nesse patamar -mais ou menos- meu salário brasileiro(vou continuar recebendo) vai equivaler a 900E(espero que pare de cair!). Você acha que nesse momento e com esse valor mensal conseguirei viver com tranquilidade?
    Um abraço,
    Vinícius

    • Priscila Roque

      Olá, Vinicius
      Como vai? Agradeço o carinho.
      Você pode usar as dicas aqui desse post para fazer as contas. O ideal é montar uma planilha e colocar lado a lado os seus hábitos de consumo para perceber o quanto precisará em euros para se manter no país.
      Boas pesquisas

  77. Avatar
    Inácia Silveira em

    Olá, Priscila!
    Sou aposentada e gostaria de passar um bom tempo (um ano ou mais) em Portugal.
    Meu problema é como alugar um flat mobiliado num lugar seguro e bem servido. Existe algum serviço confiável em que possa alugar ainda aqui no Brasil? Pois tenho que ter um endereço certo e comprovado.
    Obrigada,
    Inácia

  78. Avatar
    JOSE CARLOS FREITAS em

    Olá Priscila, parabéns pelo trabalho. Suas dicas são muito boas. Ando pensando em sair do Brasil. Gostaria de ter mais informações sobre doutorado e Escola para crianças de 13 anos. Tem como nos ajudar indicando sites para que possamos fazer esse trabalho de pesquisa ?

    Mais uma vez parabéns pelo trabalho !

    Abs.

    José Carlos

  79. Avatar

    Priscila, boa tarde!

    Muito obrigado pelas dicas são de extrema importância.

    Tenho muita vontade de ir morar e trabalhar em Portugal, atualmente atuo como Gerente em uma empresa com salário médio de R$7.000,00. Sou formado em Administração com ênfase em marketing e pós graduado em Gestão pela FGV, porém acredito que minha formação não é válida em Portugal.

    Gostaria de saber como a crise está afetando o mercado de trabalho e se os brasileiros são bem aceitos em processos seletivos.

    Um grande abraço,

    Fernando

    • Priscila Roque

      Olá, Luis Fernando
      Como vai?
      Estrangeiros, de um modo geral, em qualquer que seja o lugar no mundo – e não somente em Portugal, precisam mostrar seu diferencial profissional (ainda mais) para se destacar no mercado. Senão, claramente o empregador, entre uma oferta de trabalho para um nacional ou um estrangeiro de mesmo nível profissional, ficará com o local por uma simples questão cultural e burocrática. Para saber mais sobre a crise, aconselho que leia os sites portugueses de notícias, como o Público, o Expresso e o Observador. Mais algumas dicas sobre emprego em Portugal, você pode dar uma olhada no nosso post: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      Boas pesquisas e boa sorte!

  80. Avatar

    Boa tarde, Priscila. Depois de ver que você responde com tamanha simpatia a tantas (centenas? milhares?) solicitações de leitores, fico até envergonhado em colocar mais uma aqui…
    Imagino que boa parte das passoas que sonham em deixar o Brasil vejam Portugal como uma das opções mais interessantes. E dessas, a maioria deve sonhar com Lisboa. No meu caso, que já deixei São Paulo há muito tempo e vivi em localidades pequenas, de vocacão mais turística, Lisboa seria a útima opção!
    Para quem tem Parati, Petrópolis ou o sul da ilha de Florianópolis como bons exemplos de lugares relativamente pequenos para morar no Brasil, quais localidades você indicaria em Portugal? Não dependeria de vagas de emprego, pois sou designer gráfico freelancer e pretendo levar comigo meus clientes do Brasil, além de investir em um negócio jornalístico de turismo local (revista, site, guia, etc).
    Andei lendo um pouco sobre Almada e Cacilha, mas me pareceu muito perto de Lisboa…
    Muito obrigado!

  81. Avatar
    Marcilio Vila Real em

    Olá Priscila, tudo bem com você?
    Priscila eu viajei para a európa no ano de 2005 mais precisamente Zurick na suiça.
    Mas o meu objetivo era a cidade de lisboa. Trabalhei por um curto período onde eu conheci
    um português muito legal e simpático que me ofereceu um trabalho na espanha no ramo da construção civíl.
    foi onde eu permaneci por um período de um ano na cidade de Valência. Vc conhece?
    Bom foi uma época muito boa.
    O que eu gostaria de saber de é o seguinte.
    Como está para viver hoje em lisboa? Quanto a trabalho informal para pessoas ilegais?
    ou seja: Que não possuem cidadania e nem documentação?
    Fazem dez anos e muito tempo e muitas coisas mudaram desde então. Vc pode por gentileza
    me ajudar nas informações?
    Com um valor de Cinco mil euros da para se virar por um período suficiente para eu me estabilizar?
    Muito obrigado por tudo e desejo a vc e seus familiares muita prosperidade e vida longa repleta de conquistas. M.V.R

    • Priscila Roque

      Olá, Marcilio
      Infelizmente não posso ajudá-lo, sobretudo por não ter conhecimento na sua área de atuação. Entretanto, aconselho que investigue mais a fundo as possibilidades de organizar toda a sua documentação para viajar legalmente a Portugal. Dessa forma, você poderá viver com mais segurança, tendo seus direitos e deveres reconhecidos.
      Você pode pegar algumas boas dicas sobre emprego nesse post: https://www.cultuga.com.br/2014/06/como-procurar-emprego-em-portugal/
      Sobre a autorização de residência, você poderá ver no Portal do Imigrante: http://www.imigrante.pt/PagesPT/ConcessaoAR.aspx
      Para calcular o custo de vida, aqui mesmo nesse artigo indico diversas fontes para que você possa contabilizar os seus gastos a partir dos seus hábitos de consumo.
      Boa sorte e boas pesquisas!

  82. Avatar

    Oi Priscila,
    A dúvida que tenho é em relação ao sistema de saúde em Portugal. O sistema público, como funciona? É eficiente ou tem de ter plano de saúde? E os planos de saúde? São caros como aqui no Brasil?
    Grato e parabéns pelo site.

    • Priscila Roque

      Olá, José
      Como vai?
      Agradeço o seu contato e carinho.
      O sistema de saúde público é mais efetivo do que o brasileiro, com certeza. Entretanto, varia um pouco, de acordo com a região em que você vive. Há bons médicos e bons hospitais. Entretanto, por vezes, o que pode haver é uma longa espera. Com relação aos planos de saúde privados, eles têm outros valores e também funcionam diferente do Brasil. Nem todos cobrem qualquer necessidade do paciente. Por vezes, é participativo. O plano banca a maior parte de uma internação ou tratamento, por exemplo, enquanto o cliente paga uma pequena parte. O sistema público também não é gratuito, mas os valores, claro, são bem inferiores.
      Como cada pessoa busca por necessidades diferentes, sobretudo se já tem uma doença pré existente, por exemplo, aconselho que verifique pessoalmente, tanto hospitais públicos na região em que deseja viver, como a visita a seguradoras, para conhecer os planos de acordo com o que você precisa e a sua idade.
      Boas pesquisas!

  83. Avatar

    Olá Priscila, como vai?
    Sou arquiteta e moro no Rio de Janeiro. Diante do momento econômico brasileiro venho pensando em migrar para Portugal. O seu blog foi o primeiro que encontrei que fala abertamente sobre as dificuldades e as facilidades de trilhar este caminho. Obrigada

  84. Avatar

    Ola Priscila, Parabéns pelo blog……
    Também sou apaixonado por Portugal em especial lisboa, estou tirando minha cidadania , com minha esposa e filha de 3 anos.
    Gostaria de saber se 5.000 euros mês da para viver bem em lisboa , uma vida tranquila sem extravagância

    Obrigado e mais uma vez parabéns…….

    • Priscila Roque

      Olá, Augusto
      Como vai?
      Peço desculpas pela demora da resposta. Espero que ainda esteja em tempo :)
      Dá, sim. Aqui no post você encontra todas as ferramentas para tirar uma média do custo de vida, de acordo com os seus hábitos de consumo.
      Um forte abraço!

  85. Avatar
    Marcelo Nicoletti em

    Bom dia,

    Estou concorrendo a uma vaga pela empresa que trabalho para ir para Portugal.

    5 mil euros é muita coisa para Portugal? Cargo – gerente de vendas sênior de TI

    • Priscila Roque

      Olá, Marcelo
      Com as dicas desse artigo você poderá verificar o rendimento desse valor de acordo com o seu estilo de vida e hábitos de consumo.
      Um forte abraço

    • Priscila Roque

      Olá, Thainá
      Acabamos de atualizar os valores. De qualquer forma, há também os links aqui indicados para que você possa consultar serviços e produtos.
      Um forte abraço

  86. Avatar
    Flávio Peruggia em

    Olá Priscila!

    Penso em morar em Lisboa, estive olhando oportunidades de emprego para mim e apurei que posso receber entre 35 e 45 mil euros (ano). Não sei se é muito, pouco ou suficiente, já que a última vez que estive na cidade foi em 2011. Sou casado e tenho 1 filha de 4 anos. No Brasil tenho recebimentos que somam 45 mil euros na cotação de hoje. São valores brutos.
    Tenho 2 perguntas:
    1. 40 mil euros é um bom salário para uma família com 3 pessoa?
    2. Vale a pena imigrar?

    A minha esposa e a minha filha são portuguesas, então isso me dá uma certa facilidade.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Flávio
      Como vai?
      Sobre as suas dúvidas:
      1. Você poderá usar as dicas desse post para verificar se o valor é compatível aos seus hábitos de consumo. O que é um bom salário para uma família, pode não ser para outra. Aconselho que monte uma planilha com os seus gastos no Brasil e verifique os valores equivalentes em Portugal para pesar se esse valor é o ideal para vocês.
      2. Indico a leitura dos nossos artigos na categoria “morar”: https://www.cultuga.com.br/category/morar/ . Essa é uma pergunta que você deve responder para si mesmo após pesquisar e estudar bastante sobre o assunto – principalmente por ter sua esposa e filha envolvidas na mudança.
      Um forte abraço

  87. Avatar

    Olá Priscila. Tudo bem?
    Sempre tive vontade de conhecer Portugal, e sim uma aventura de morar em Portugal.

    Gostaria de saber se você pode me ajudar como que está na área de cabeleireiro em Portugal?
    Se é uma área que falta bastante, ouvi dizer que cabeleireiros Brasileiros fazem muito sucesso em Portugal.

    Obrigado
    Aguardo sua resposta.

  88. Avatar

    Olá, td bem?
    Eu estava querendo passar 1 semana em Portugal e queria ajuda para ara saber mais ou menos quenatos posso estar levando (dinheiro) para passar essa semana de um jeito bem simples.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Letícia
      Como vai?
      Essa questão vai depender do que você vai fazer durante essa semana em Portugal. Quais cidades vai visitar, que tipo de atrações deseja fazer, onde vai se hospedar, que tipo de refeições têm em mente para o período. Temos uma série de artigos que pode ajudá-la nessa organização, principalmente para otimizar o seu orçamento: https://www.cultuga.com.br/category/portugal-gastando-pouco/
      Um forte abraço e uma excelente viagem!

  89. Avatar

    Olá Priscila!

    Vamos nos mudar para Lisboa no próximo mês, estamos considerando arrendar um apartamento nos arredores de Lisboa devido ao menor custo (queremos pagar em média 600 euros em um T3), não muito longe da região de Portela, onde será nosso local de trabalho, qual lugar você recomendaria considerando que somos uma família de 4 pessoas, sendo dois filhos em idade escolar do 1º Ciclo Básico Recomenda as escolas publicas? Teremos uma renda média liquida de 2.700 euros. Já fiz muitas pesquisas na internet sobre moradia, escolas, custo de vida, etc, mas ainda restam muitas dúvidas!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Mariana
      Como vai?
      Realmente é uma questão delicada e eu não tenho embasamento e vivência nesse sentido, sobretudo nos arredores de Lisboa, para te orientar, pois temos toda a nossa vida focada no centro de Lisboa e no turismo de Portugal.
      Um forte abraço

  90. Avatar

    Olá Priscila,

    Tudo bem?

    Primeiramente, parabéns pelo site, não sabe o quanto ajuda com as informações que trás em seus post!!
    Bom, irei dentre de alguns dia para Lisboa, irei cursar um período de minha faculdade na universidade de Lisboa, o famoso intercâmbio, rs. Já tenho quarto com as taxas de aguá, internet, luz, gás e etc inclusos, porém, devido a instabilidade do euro e a desvalorização do real, gostaria de trabalhar para complementar minha renda. Saberia me falar um pouco sobre trabalhos sem registros, se há muito dificuldade ou se estudantes conseguem trabalho com mais facilidade.

    Desde já agradeço!!
    Beijos!

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Tays
      Como vai? Por aqui está tudo certo!
      Agradeço o seu carinho
      Para que não atue de forma ilegal em Portugal, pense na possibilidade de trabalhar remotamente para clientes no Brasil ou em alguma atividade vinculada a universidade.
      Um abraço

  91. Avatar

    Olá, srta Priscila! Tudo bem como você? Comigo, vou bem. Entrei no seu blog sem querer, após fazer a pesquisa pelo Google sobre o custo de vida no país onde
    se fala português. Bom, resido no momento numa cidade praiana (Rio das Ostras/RJ) próxima à nacional de Petróleo (Macaé, Rio de Janeiro) onde trabalho numa
    estatal. Pretendo me aposentar daqui a uns 7 anos, portanto ultimamente andei pesquisando uns lugares bons para viver na aposentadoria…
    Visitei virtualmente as cidades latino-americanas Panamá, Colômbia, Chile e Uruguai… Boas cidades as citadas. Aí um dia, conversei com um colega daqui (da
    mesma estatal) e sugeriu que vejamos as cidades européias com opções para aposentadoria. Surgiu Lisboa, a capital lusitana, e fiquei interessado em saber
    como é o lugar. Então, vasculhei os lugares graças à ajuda da Wikipedia… Apontei o distrito de Faro, onde há praias mas por ser próxima ao Marrocos e a
    cidade espanhola Sevilha e o estreito de Gibraltar. Visitei alguns lugares do distrito e fiquei abismado… Muito aconchegantes através do GoogleMaps
    (fotos e ruas)… Não posso postar tantas perguntas para responder a tantas perguntas… (risos) Só algumas. Pode ser? Muito bem. Visitei um site sobre o
    custo de vida do Portugal (http://www.eurodicas.com.br/custo-de-vida-em-portugal/), as imobiliárias, lojas de automóveis, conveniências, escolas, …
    As perguntas são:
    – No site imigrante.pt, onde todas as informações podem ser encontradas também no Consulado Português no Brasil para tirar dúvidas?
    – Existem uns ramos de trabalho, como fotógrafo de festas e casórios, food truck de culinária ?
    – Existe algum empecilho ao aposentado com deficência auditiva para trabalhar em solo português?
    Agradeço a atenção. Perdoe-me se pus muitas letras para lê-las no seu blog. E desejo muito sucesso no seu blog! :-)
    Namastê.

    • Priscila Roque

      Olá, Fábio
      Como vai? Tudo certo por aqui!
      Infelizmente não sei como ajudá-lo, pois somos profissionais da área do turismo em Portugal, não da imigração. Os nossos artigos sobre imigração são somente para dividir a experiência que tivemos e tentarmos ajudar de alguma forma aquelas pessoas que estão passando pelo mesmo momento.
      Assim, fizemos uma lista com muitos órgãos portugueses que podem auxiliar os nossos leitores, assim como foi conosco: https://www.cultuga.com.br/2015/12/65-sites-essenciais-vai-morar-portugal/
      Sobre os ramos de trabalho, há profissionais dessas áreas, sim! E sobre a questão da deficiência auditiva, se não for um problema para a área que deseja desenvolver, certamente não haverá restrições. O que você precisa verificar é se o visto direcionado ao aposentado permite o trabalho.
      Um forte abraço

  92. Avatar

    Oi, Pricila
    Como vai?
    Meu nome e Arnaldo,
    Acabei de me aposentar, e estamos com planos de morar em Portugal, porem tenho algumas duvidas a respeito de valoras e custo de vida, sendo assim gostaria de lhe perguntar, se com um rendimento de 1.800 Euros seria possível viver com tranquilidade em Portugal, pois se ouve falar muitas coisas, uma vez sim e outra não da. portanto minha amiga você teria alguma dica para mim.
    Aguardo.
    Grato, e até outro dia.
    Um abraço.

    • Priscila Roque

      Olá, Arnaldo
      Tudo bem?
      Portugal, apesar de pequeno, é um país com alguma diferença econômica. Por isso, um valor de renda na capital será tão diferente do interior, ou de uma cidade bem turística para outra com menos expressão. Aqui nesse artigo, fazemos algumas indicações – mesmo que antigas, que podem já te dar uma base a partir dos seus hábitos de consumo. O ideal é colocar mesmo na ponta do lápis os seus gastos no Brasil e parear com os de Portugal ou das cidades que pretende viver para então constatar como adequar a renda.
      Um forte abraço!

  93. Avatar

    Boa tarde Priscila,

    Sou casado e tenho um filho, estou pensando em Lisboa como opção para mudar de vida, trabalho no Transporte a 20 anos, sou Motorista Carreteiro, o que você sugere, onde morar, sabe dizer como anda este segmento por aí.

  94. Avatar

    Ola Priscila !!!!!
    Gostaria de saber os melhores bairros de Lisboa para se viver. Bairros arborizados, seguros, com comércio e transporte público. O que são as nomenclaturas T1, T2, … que tem nos apartamentos anunciados ….
    obrigada por sua até casa !!!!

  95. Avatar
    Gabriela Marques de Sá Storino em

    Olá Priscila,
    Sou da área de Tecnologia da Informação e tenho muito interesse em mudar para Portugal. Estou em processo de dupla cidadania pois meu pai já tem. Tenho feito entrevistas e talvez haja uma oportunidade na minha área para Lisboa. Estava verificando o custo de vida aqui pelo Cutulga e parece que com um salário de 2500€ pode-se viver bem. Tenho marido e filha. Estou certa? Se alugar moradia nas proximidades de Lisboa é mais barato? Quão mais barato seria? Em um primeiro momento iria sozinha.
    Grata

  96. Avatar

    Sou analista de sistemas e fui aprovado em uma pós pela NovaIMS em Lisboa para estudar em Fevereiro. Tenho visto muitas oportunidades em minha área ai em Portugal, porém as perguntas que as empresas sempre me fazem é a questão do visto, escolhi a pós por ser somente dois dias na semana (sexta de 18:30 a 22:30 e sábado de 9:00 a 13:30) com isso não impedindo de trabalhar. Tendo eu, minha esposa(que é da área de estética), filhos de 13 e 7 anos menores, qual o custo necessário para se manter com renda liquida ? Parabéns pelo Blog

    • Rafael Boro

      Olá, Fabio
      Tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado do Cultuga!
      Aqui nesse post tem todos os valores médios que você calcular de acordo com os seus hábitos.
      Abraço!

  97. Avatar

    Oi, tudo bom? Meu nome é Jorge, sou espanhol, moro em Madri. Estou vendo a possibilidade de deixar a Espanha e ir morar em Portugal, ja que voltar ao Brasil acho complicado com toda essa pilantragem que há no Brasil, né?. Estou vendo a possibilidade de Portugal. Gostaria de saber quais sao as perspectivas que eu teria morando em Lisboa ou Porto. Eu teria uma renda mensal de aproximadamente uns 3.600 euros por mês. É possivel morar com certas comodidades aí uma pessoa so? Muito obrigado.

    • Rafael Boro

      Olá, Jorge
      Tudo bom e com você?
      A renda de 3.600 euros é boa para uma pessoa viver em Lisboa ou no Porto. De qualquer forma, aqui nesse post tem todos os valores médios que você calcular de acordo com os seus hábitos para saber se é confortável.
      Abraço

  98. Avatar
    Suzana F. B. Resende em

    Priscila,
    Gosto muito do site de vcs por causa do conteúdo bem elaborado e sempre de grande valia para nos viajantes. Parabéns pra vcs!
    Estou querendo comprar um imóvel no Porto (como segunda moradia), e vc poderia me falar se eu consigo pagar, daqui do Brasil, as taxas mensais de condomínio, energia elétrica e água e outras ref. ao apartamento?!
    Agradeço sua atenção!
    Suzana

    • Priscila Roque

      Olá, Suzana
      Tudo bem?
      Agradeço o carinho pelo nosso conteúdo :)
      Se você tiver uma conta bancária aberta em Portugal, consegue fazer todos os pagamentos via Internet, sim! Todas as contas podem ser enviadas ao seu e-mail, com as referências. Aí basta acessar a sua conta portuguesa pela Internet para efetuar os pagamentos com as referências de cada uma.
      Um grande abraço

  99. Avatar

    Olá,

    sou italiano e recebi uma proposta pra trabalhar em Lisboa com um salario mensal de 570€ neto, uns 496 liquidos, mais subsidio alimentaçao e trasnporte de cerca 223€ total que nao da para se considerar sendo que seria o almoço de cada dia e o transporte, mais 150 de bonus mensal. Ha tambem outras duas mensalidades, 496€ ferias e fim de ano. Nao considerando estas duas mensalidades essencialmente para morar e viver em Lisboa teria 649€ a disposiçao. Tirando uns 500 por um apartamento pequeno ficariam 149 euros pra comida e internet. Querendo consideras as duas mensalidades seriam uns 229 euros pra conseguir “viver” um mes. Me parece quase uma loucura impossivel, ou nao?
    Muito obrigado e agradeço se podem me responder.

    • Avatar

      Perdoem sou o Marco, o italiano, o salario mensal base seria de 570€ brutos nao neto… dai que sendo solteiro e sem filhos chegaria aos 496 netos. Mais uma vez obrigado.

    • Priscila Roque

      Olá, Marco
      Tudo bem?
      Hoje em dia, esse é um valor muito baixo para conseguir se manter em Lisboa. Tenha atenção a isso e pesquise com mais atenção o custo de vida da cidade, sobretudo na questão do aluguel de quartos ou de apartamento. Coloque na balança também a situação atual ao qual se encontra e se esse risco realmente valeria a pena.
      Um grande abraço

      • Avatar

        Olá Priscila, muito obrigado por responder, realmente nao tem jeito. As empresas pretendendo pessoas que falem idiomas a um nivel nativo, alem de ter que executar diferentes tarefas, e depois propor esses salarios que considerando o preço atual do aluguel e da vida ai sao absurdos. Absurdos, talvez fazia sentido ha 10 anos, isso é gerar pobreza. Nao entendo como se possa encontrar o ponto de equilibrio, so indo morar em 10 num apartamento talvez. O curioso foi que tambem na oferta tem a health insurance, pra mim e para a familia haha Se tivesse familia daria pra morar felizmente na rua. Bah!
        Abraço, perdoem a amargura e parabens pelo blog.
        Ciao

        Abraços e obrigado.

  100. Avatar

    Olá Priscila, primeiramente parabéns pelo seu site!!! Estou planejando ir morar em Portugal daqui a dois anos. Minha esposa estará se aposentando com uma renda de aproximadamente 3000 euros e ela tem cidadania portuguesa por ser filha de portugueses. Eu sou profissional liberal aqui no Brasil e aceitaria um trabalho mais simples para apenas ocupar o tempo ocioso, já que pela minha intensa pesquisa, o valor da aposentadoria da minha esposa dá para viver com conforto em Portugal.
    Como é a relação entre portugueses e brasileiros? Somos bem aceitos ou somos vistos como “roubadores de empregos”?
    Outra questão é como receber o salário em Portugal e em euros, sendo depositado aqui no Brasil?
    Muito obrigado…

    • Rafael Boro

      Olá, Leonardo
      Tudo bom?
      Agradecemos o carinho com o nosso trabalho!
      Vejo a relação entre portugueses e brasileiros saudável. As novelas, as músicas e algumas comidas são frequentes no dia a dia dos portugueses, sem contar os que têm família no Brasil ou já viveram lá. Particularmente, não vejo essa questão de “roubadores de emprego”. É importante respeitar a cultura e os costumes do país que você escolheu para viver, isso vale para qualquer lugar e para qualquer nacionalidade. Entretanto, tenho em mente que com respeito, esforço, dedicação e profissionalismo, você chega a qualquer lugar e conquista o seu espaço.
      Sobre receber o salário depositado no Brasil, não sei te responder, pois temos empresa aberta somente em Portugal. Tente tirar essa dúvida com o seu banco.
      Um abraço!

  101. Avatar
    paula monteiro em

    Bom dia. Eu sou a Paula e tenho algumas dúvidas. Certa vez me disseram que o salário mínimo de Portugal daria pra bancar as necessidades básicas do indivíduo como: moradia, alimentação, transporte etc. Mas pelo que vejo nos comentários aqui, não é bem assim. Ou seja, uma pessoa que atualmente, 2018, receba um salário de 1000 euros, não teria como pagar o aluguel, txs de luz, gás, água, alimentação e as demais despesas básicas de sobrevivência. Ou estou enganada?

  102. Avatar

    Olá Priscila.
    Andando por aqui… me deparei com esse site e com suas dicas e conselhos de como viver em Portugal. Parabéns!!!! Muito bom!!!!! Sou brasileira,mineira, tricordiana e professora.Me aposento próximo e gostaria de viver nesse país. Em cidades próximas da capital e que sejam praianas, vc tem alguma dica?
    Obrigada
    Guida

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Guida
      Tudo bem?
      Agradeço a sua mensagem e tamanho carinho pelo Cultuga.
      Creio que não possa te ajudar nesse sentido. Eu e o Rafa sempre vivemos no centro de Lisboa. Apesar de conhecermos profundamente o país, por viajarmos e estudarmos constantemente o território e a história, a nossa referência é cultural e não de rotina, do dia a dia. Algo que sempre recomendamos a quem nos pergunta sobre locais para viver é tentar vir antes de férias para Portugal e percorrer alguns dos locais que tem em mente para conversar com as pessoas e visitar bairros, estruturas públicas, etc. Somente dessa forma, poderá ter uma referência mais concreta daquilo que procura. Uma outra sugestão é procurar por grupos no Facebook de brasileiros que vivem em Portugal e conversar com aqueles que vivem em cidades praianas para conhecer suas percepções. :)
      Um grande abraço!

Deixe um comentário