Como é o passeio de barco no rio Tejo em Lisboa?

PORTUGAL NA PANDEMIA: eventos podem ser adiados ou cancelados; atrações e estabelecimentos podem funcionar sob horário e regime especiais. Acompanhe aqui as atualizações da Covid-19

Envie este artigo para alguém que você gosta!

Os cruzeiros ao longo do rio Douro e os passeios nos barquinhos moliceiros pela ria de Aveiro são extremamente populares em Portugal. Mas há outros percursos de barco ao longo do país que valem a pena. Ver as cores e a bela luz de Lisboa sob uma outra perspectiva, a partir do rio Tejo, é mais um deles. Confesso, este também passou a ocupar o meu coração.

Artigo atualizado em janeiro de 2019

Eu e o Rafa já fizemos duas vezes o passeio com o YellowBoat. Este não é o único barco que percorre o Tejo em Lisboa. Há outras empresas que fazem passeios pelo rio. Entretanto, a CarrisTur, que promove este passeio, é um “braço” da empresa que gere os transportes públicos da cidade. Portanto, ele também é tido como o passeio oficial da capital e, por isso, naturalmente foi a nossa primeira opção.

A primeira vez que andamos no YellowBoat foi em junho de 2015 (primavera), quando esse passeio despontou na cidade e nós procuramos a CarrisTur para conhecer mais sobre o projeto. A segunda foi em janeiro de 2018 (inverno), já partindo de um convite feito pela própria empresa para que pudéssemos testar ele com um percurso expandido (com parada em Belém, que não havia anteriormente) unido aos ônibus panorâmicos, elétricos clássicos e turísticos, além dos ascensores históricos e o Elevador de Santa Justa.

Veja aqui um roteiro completo para quem deseja utilizar transportes turísticos em Lisboa

Passeio de barco no rio Tejo, em Lisboa

Barco estilo hop on – hop off

Sabe aqueles ônibus turísticos de dois andares em que você pode subir e descer nos principais pontos da cidade? Eles são chamados no mundo todo de hop on – hop off. Em Lisboa, há algumas empresas que fazem esse tipo de transporte. Entretanto, a CarrisTur faz os chamados “tours oficiais”, por ser um braço da empresa Carris (responsável pelos ônibus, ascensores, elétricos e o Elevador de Santa Justa), como já indiquei anteriormente.

Além dos ônibus de dois andares e elétricos turísticos (os bondinhos centenários), há também o YellowBoat, que é um barco hop on – hop off.A ideia segue os moldes do parisiense Batobus, mas com paradas estratégicas na Praça do Comércio e em Belém. Portanto, essa também é uma forma diferente e muito agradável de conectar o centro histórico ao famoso bairro de Belém.

Veja aqui um guia completo para conhecer o bairro de Belém

Mesmo com poucos pontos de embarque/ desembarque, vale a pena e o passeio é muito gostoso – principalmente para os dias mais quentes, pois a brisa do rio é agradabilíssima. Durante o alto outono e inverno, agasalhe-se corretamente para que também possa aproveitar a área exterior do barco.

Mais do que a proposta de um transporte, esse barco oferece uma maneira atraente e relaxante de ver Lisboa. Às pessoas que costumam enjoar no barco, podem ficar tranquilas. O Rafa é desses e, nas duas vezes, ele se sentiu muito bem. 

Por dentro do barco

Nas duas vezes, optamos por embarcar na Praça do Comércio. O serviço começa às 10h da manhã, a partir do Terreiro do Paço. 

O embarque é feito em um portão gradeado, do lado esquerdo de quem olha para o Cais das Colunas. Recomendo que você chegue alguns minutos antes porque será formada uma fila para a entrada no barco. Dessa forma, você poderá escolher onde sentar.

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

São muitos os lugares no barco, tanto na parte superior, como na inferior. Você poderá ir na área aberta, com a brisa do rio Tejo batendo no seu rosto, ou então optar pela parte fechada (e apreciar a vista pela janela), caso esteja ventando bastante.

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Parte superior do barco, com as laterais abertas

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Parte superior com as laterais fechadas e descida ao primeiro piso

Você poderá transitar pelo barco tranquilamente durante o passeio todo e ele é bastante estável. Só dá uma vertigenzinha em seus pontos de parada, que é quando realmente balança mais. Aí o ideal é ficar sentadinho rs.

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Entrada para os banheiros

As partes interiores do barco são bem confortáveis. Há banheiros no piso inferior e também uma pequena lanchonete que vende bebidas, salgadinhos e chocolates.

Como aproveitar melhor o passeio

O trajeto completo do YellowBoat tem duração total de 1h30. A primeira vez que fizemos, na primavera de 2015, o barco parava primeiro em Cacilhas, cerca de 15 minutos após a partida. E só então seguia para Belém, mas sem desembarque. No inverno de 2018, a parada em Cacilhas foi retirada – ficando somente para a alta temporada, sobretudo por ser um destino indicado para o verão com excelentes restaurantes de peixes e frutos do mar por lá – e foram incluídas duas paradas no bairro de Belém, o que facilitou muito para quem deseja fazer essa dobradinha do centro histórico com monumentos, como a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos.

O mais bacana é que o bilhete tem validade para o dia todo. Portanto, você poderá criar um roteiro incluindo os horários do barco no seu percurso.

Na primeira vez (em 2015), optamos por fazer o percurso completo, que terminou por volta das 12h novamente Terreiro do Paço. Seguimos, então, até Cacilhas para almoçar e retornamos no barco das 14h45. Na segunda vez (em 2018), fomos da Praça do Comércio até Belém para passar o dia. Dependendo do mês da sua viagem, você ainda vê um bonito fim de tarde em Lisboa a bordo do barco.

Quer um suvenir especial de Lisboa? Veja a nossa dica!

O que dá para ver do barco?

YellowBoat sai do Terreiro do Paço e segue no sentido do mar. Portanto, do lado direito, vemos a Avenida Ribeira das Naus, as docas em Alcântara, passamos por baixo da Ponte 25 de Abril (aqui, do lado esquerdo, está o Cristo Rei), abre-se, então, a construção contemporânea do MAAT e chegamos aos belíssimos monumentos de Belém – o Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos e a Torre de Belém. Tudo de um ângulo inusitado e diferente, por ser a partir do Tejo.

Por Lisboa ser uma cidade com diversas colinas, além da chamada zona ribeirinha, também podemos ver o Castelo de São Jorge, o Panteão Nacional e o Palácio da Ajuda, por exemplo.

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Abraçados pelo Tejo

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Torre de Belém vista do barco

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Padrão dos Descobrimentos, pronto para navegar

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Por baixo da Ponte 25 de Abril

Passeio de barco pelo rio Tejo em Lisboa

Cristo Rei visto pela janelinha interior

Na ida, o barco passa mais ao centro do rio, com Lisboa a direita. Na volta para o Terreiro do Paço, ele está mais perto de Lisboa, maravilhoso para quem gosta de fotografar.


Envie este artigo para alguém que você gosta!

Este conteúdo foi útil para você? ❤

Estamos há 11 anos produzindo conteúdo autêntico sobre a cultura portuguesa e o turismo cultural de Portugal.

Com a pandemia, manter o Cultuga tem sido um desafio. Se você gosta do nosso trabalho, apoie o Cultuga:

Apoie com o valor que puder via PIX. Chave: contato@cultuga.com.br

 Inscreva-se em nosso canal no YouTube – é gratuito e há sempre novidades

♥ Participe dos nossos tours virtuais sobre Portugal para viajar sem sair de casa

Viaje a Portugal com segurança ✈

icon-saude

SEGURO SAÚDE E VIAGEM
Faça o seu seguro para Portugal na Real Seguro Viagem com este link do Cultuga e ganhe 10% de desconto!

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Viajar de carro é uma ótima opção para se aproximar da natureza e fazer um roteiro ao seu ritmo. Na RentalCars você recebe o orçamento de aluguel de carro das empresas mais conhecidas de Portugal.

icon-hotel

HOTÉIS E APARTAMENTOS
Encontre hotéis no Booking focados na higienização de seus espaços e evite surpresas frente a imprevistos com a opção de cancelamento gratuito!

TRANSFERS EM PORTUGAL
Conheça o Vinícius e sua equipe! Eles terão enorme carinho em receber você em segurança e tranquilidade no aeroporto.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Tenho Lisboa como o meu lugar no mundo, o meu refúgio, a minha casa. Mas é também em Portugal, este país vivo e com tanto para contar, que me sinto completa. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, assumi como missão do Cultuga diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

12 Comentários

  1. Avatar

    Olá, Priscila! Amei seu site! Sou filha de português falecido, e esse ano, depois de uma espera de muitos anos, finalmente conhecerei Portugal. Mas estou deveras preocupada por ir em dezembro. Será que aproveitarei o país, mesmo no inverno???? Diga que sim, por favor…rs…
    Minha viagem começará pelo Porto, com uma visita obrigatória a Vilarinho de Negrões, onde mora minha tia, que não conheço. Serão 10 dias de Porto e mais 12 em Lisboa, incluindo Natal e Ano Novo.
    O que acha? Será que escolhi uma época ruim para conhecer o país?
    <3

  2. Avatar
    Glaucia Silva Leite em

    Olá, parabenizo-a pelo site. Aliás o primeiro em tantos que descreve com linda simplicidade os detalhes de Portugal.
    Viajaremos meu marido e eu no início de março, poderia nos orientar sobre roupas, passeios, locais de fado ?
    Gostaria de conhecer a Lisboa verdadeira, não de turistas.
    Muitíssimo obrigada.

    • Priscila Roque

      Olá, Glaucia
      Tudo bem? Agradeço o seu carinho :)

      Que delícia! Temos um post que vai ajudá-la bastante: https://www.cultuga.com.br/2016/02/portugal-em-marco/ (perto da data, vamos atualizar a agenda cultural).

      Sobre locais para Fado, eu adoro muitos (estou devendo um post aqui no Cultuga sobre o assunto rs.). O Fado é muito representativo e emblemático para Lisboa, mas a apresentação dele, hoje, é também turística – sobretudo depois de ter se tornado patrimônio da humanidade pela UNESCO. Mas isso não tira o seu valor (muito pelo contrário), quando feito por pessoas que o apresentam com alma, amor e empenho, para propagar sua história. Sou suspeita para falar, pois sou apaixonada por Fado. Assim, indico a Adega Machado, que é um restaurante tradicional, com fácil acesso no Bairro Alto, boa comida e que mantém um corpo de músicos incríveis comandados pelo fadista Marco Rodrigues. Um outro lugar que apresenta uma proposta diferente é a Tasca do Chico – também no Bairro Alto – essa com mais petiscos, bem pequena e super simples (você divide a mesa com outras pessoas, inclusive. É bastante informal).

      Para passeios, temos algumas sugestões aqui: https://www.cultuga.com.br/category/regioes-de-portugal/lisboa/

      Seja sempre bem-vinda e uma excelente viagem a vocês :)

  3. Avatar

    Olá Pri… Amei esse post e bem atualizado (jan 2019) . Quero muito fazer esse passeio de barco pelo rio Tejo e tb ir a Cacilhas. Ia fazer separdo mas com seu post, poderei usar o yellowboat . A dúvida é se pode comprar na hora e se é vendido ali mesmo na Praça do Comércio onde se pega o barco.

    • Rafael Boro

      Olá, Marcia
      Tudo bem?

      Que bom que gostou do post!

      O passeio de barco é bem bonito! Dá para comprar na hora no quiosque que tem na Praça do Comércio e o pertinho da entrada do barco! ;)

      Um grande abraço e até breve!

Deixe um comentário