Veja onde ir num dia de chuva em Lisboa

24

Você programou o seu roteiro em Portugal para bater perna por Lisboa mas, ao acordar para começar as andanças, deu de cara com um céu cinza e aquela chuva que parece não acabar nunca mais. E agora, qual é o plano B? Nada de passar o dia vendo TV no hotel!

Veja onde ir num dia de chuva em Lisboa!

– Faça uma dobradinha Museu da Fundação Calouste Gulbenkian + El Corte Inglés. Ambos ficam bem próximos, junto da estação de Metro São Sebastião. Esse é um museu super interessante e bastante completo que reúne as coleções de seu fundador, o Sr. Calouste Gulbenkian. Tem esculturas, pinturas, arte greco-romana, arte egípcia… É realmente incrível. Ao fim da exposição, você dá uma corridinha ao El Corte Inglés, que é uma mega loja com 11 andares (!) em que você pode já agilizar as compras das lembrancinhas e dos vinhos e azeites, por exemplo, além de almoçar, tomar um lanche ou jantar, dependendo do horário.

Quer um suvenir especial em Portugal? Veja a nossa dica!

– O seu hotel fica na Baixa de Lisboa? Abra o guarda-chuva e siga para o Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros, com entrada gratuita e bastante interessante. Tenha apenas atenção que as visitas são guiadas. Assim, telefone antes ou dê uma passada lá para fazer o agendamento.

livraria_bertrand_mais_antiga_do_mundo_o_que_fazer_em_dia_de_chuva_em_lisboa_cultuga_2

Livraria Bertrand, no Chiado: a mais antiga em atividade no mundo

– Mergulhe de cabeça nas livrarias para conhecer mais sobre os autores portugueses. Para quem está no Chiado, pode aproveitar o trio Fnac (no Armazéns do Chiado), Bertrand (a mais antiga em atividade no mundo, de 1732) e a Ferin (uma das favoritas de Eça de Queirós). Elas ficam bem próximas umas das outras.

– Você tinha programado ir para Belém? Não se preocupe. Essa é realmente uma área mais difícil para explorar com chuva, mas não impossível. Veja os monumentos rapidamente por fora e troque as suas visitas a Torre de Belém e ao Mosteiro dos Jerónimos pelo Museu dos Coches (que tem uma coleção incrível de carruagens, bom para a família toda) e pelo Museu Coleção Berardo. Termine o seu passeio com alguns pastéis de Belém, claro :)

Shoppings: onde fazer compras em Lisboa?

pastel_de_belem_o_que_fazer_em_dia_de_chuva_em_lisboa_cultuga_3

Faça chuva ou faça sol: Pastel de Belém não pode faltar

Onde comer em Lisboa: ótimas sugestões de restaurantes e cafés no centro histórico

– Se você gosta de turismo religioso, hoje é o melhor dia para fazer a via sacra rs. Comece na Igreja de Santo António, a minha favorita, que também tem um pequeno museu logo ao lado. Santo António nasceu em Lisboa e é no local onde se encontra essa igreja que sua família viveu. Aqui, você poderá ver a cripta, onde dizem ter sido o quartinho de Santo António, resistente, inclusive, ao famoso terremoto de 1755. Logo acima está a Sé Catedral que, claro, não pode ficar de fora do seu percurso. Com uma garoa fina, você ainda consegue caminhar pela Baixa até a Igreja de São Domingos, que guarda impressionantes marcas de um incêndio em seu interior. Por fim, suba pelo Ascensor da Glória até a Igreja de São Roque. Além dela ser lindíssima, você pode completar esse passeio com uma visita ao seu importante Museu de Arte Sacra.

igreja_sao_domingos_o_que_fazer_em_dia_de_chuva_em_lisboa_cultuga_1

Igreja de São Domingos guarda marcas em suas paredes de um incêndio da década de 50

– Chuva e atividades culturais sempre combinam bem. Que tal pegar um cineminha ou ir ao teatro? Com um roteiro histórico corrido, nem sempre dá tempo para uma pausa assim. Esse é um excelente plano B, que não precisa de galochas e, certamente, vai ficar ficar na sua memória. Lisboa tem uma vida cultural muito animada, de segunda a segunda. Use a agenda oficial da Câmara para escolher a sala de cinema mais próxima do seu hotel ou para ver quais são as peças de teatro em cartaz.

icon-consultoriaQuer conhecer Lisboa de uma forma diferente? Faça um tour do Cultuga

O Parque das Nações é um dos bairros ideais para quem procura se abrigar da chuva. Lá você pode visitar o Oceanário, o Pavilhão do Conhecimento (ótimo passeio para fazer com crianças), o moderno Casino Lisboa e o Centro Comercial Vasco da Gama. Lá também ótimo para ficar hospedado em Lisboa, já que é um bairro plano, moderno e perto do aerporto (aproveite e veja o artigo que nós fizemos sobre hospedagem nessa região).  ;)

 

 Faça chuva ou faça sol, o que há de melhor para fazer em Portugal é comer. Portanto, que tal tirar o dia para desfrutar dos atuais sabores de Lisboa – parece uma boa ideia? Coloque a capa de chuva e não deixe de incluir na sua rota os sorvetes artesanais do Santini, os pastéis de nata da Manteigaria e do Nata Lisboa, os petiscos do Mercado da Ribeira, o bolinho de bacalhau com recheio de queijo Serra da Estrela da Casa Portuguesa dos Pastéis de Bacalhau (combinação que os brasileiros adoram), o Pão de Deus da Padaria Portuguesa

Quem disse que não dá para ser feliz em Lisboa também em um dia de chuva? :D

Não sabe por onde começar o planejamento da sua viagem a Portugal? Veja aqui uma seleção com os artigos mais lidos do nosso blog para organizar o seu roteiro.

Viaje tranquilo para Portugal

icon-saude

SEGURO DE VIAGEM
Faça o seguro saúde com a Real Seguro Viagem e pague em 12x SEM JUROS

icon-carro

ALUGUEL DE CARRO
Veja os melhores preços para alugar um carro na Rental Cars

icon-hotel

HOTEL
Reserve o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito

Conheça os serviços exclusivos do Cultuga

icon-consultoria

TRANSFER
Tenha uma chegada tranquila e segura a Portugal. Reserve um transfer

icon-carroCITY TOURS EM PORTUGAL
Quer viajar Portugal de norte a sul? Faça um city tour privativo

icon-foto

SESSÃO FOTOGRÁFICA – LISBOA E PORTO
Tenha fotos lindas da sua viagem! Conheça as nossas Sessões Fotográficas

icon-tour

TOUR A PÉ EM LISBOA
Venha percorrer a nossa Lisboa! Faça um tour a pé com o Cultuga

Compartilhe.

Sobre o autor

Priscila Roque

Sou jornalista especializada em cultura e fotógrafa. Foi preciso passar dos 30 anos para assumir que Lisboa é, realmente, o meu lugar no mundo. Mas a paixão por Portugal começou bem mais cedo, ainda na adolescência, quando descobri alguns músicos locais. Os meus pais são portugueses imigrados no Brasil. Depois de fazer o caminho inverso deles, trocando São Paulo por Lisboa, quero agora, com o Cultuga, diminuir a distância que separa o Brasil de Portugal.

24 comentários

  1. Avatar

    Oieee, gostei tanto daqui que volto todos os dias, acho que já li quase tudo…kkkkk
    Queria te fazer mais uma pergunta.
    No mês de novembro estarei aí em Lisboa, já sei que não estarão no horário de verão, minha pergunta é
    Nesta época do ano, qual horário que costuma escurecer??? O comércio funciona até que horário?
    Já que a estação será outono.

    • Priscila Roque
      Priscila Roque em

      Olá, Ana Silvia
      Como vai?
      Que delícia! Obrigada pelas mensagens :)
      Nessa época, o comércio de rua fecha por volta das 18h e fica escuro também por volta das 18h – 18h30. Entretanto, não fica um marasmo, não. Não se preocupe. Há muitas atividades culturais, restaurantes e cafés. Lisboa tem bastante movimento o ano todo nas ruas, até mesmo durante o inverno.
      Um forte abraço

  2. Avatar
    Selma Figueiredo Paixao em

    Adorei Cultuga, já estive em Lisboa 2 vezes, no verão, amei.. minha duvida e quanto visitar Lisboa e Porto fim de Dezembro/janeiro, período de disponibilidade para meus jovens filhos que não conhecem
    dá pra aproveitar mesmo com frio e possíveis chuvas?

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Selma

      Ficamos felizes que tenha gostado do Cultuga! :)

      O verão é uma época muito gostosa, mas o inverno também tem a sua graça, mesmo com o frio e as chuvas chatas. Você vai ter a oportunidade de ver Lisboa com outra “cara”. Num dia de sol, não deixe de caminhar na Avenida da Liberdade, em Belém e no centro histórico, principalmente junto ao Tejo. Se a chuva aparecer, aproveite para conhecer atrações cobertas, como museus, igrejas e shoppings, e prolongar o almoço ou o jantar. Sempre é bom curtir um boa comida portuguesa!

      E uma coisa importante: não deixe de provar as deliciosas castanhas assadas! :)

      O nosso post especial de inverno vai ajudar você se preparar para a viagem: https://www.cultuga.com.br/2015/02/planejando-a-viagem-o-que-levar-na-mala-para-o-inverno-em-portugal/

      Um grande abraço e boa viagem!

  3. Avatar

    Olá Priscila estarei indo para Lisboa visitar em dezembro gostaria de dicas de visitas de lugares gratuitos mesmo no frio pois estarão no inverno me de dicas.

  4. Avatar
    Rômulo Bastos em

    Olá!!!
    Delícia saber notícias desse Portugal lindo. Tô adorando o cultuga. Vcs sabem se comunicar. Bjscarinhosos?
    Agora me conta. No inverno é muito sofrimento o frio/tempo em Lisboa ou dá pra aguentar numa boa. Sou nordestino e, portanto, avesso a mto frio.
    Tô indo pra Portugal e na dúvida: aguento Lisboa ou vou pro Algarve?
    Bjs, bjs

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Rômulo
      Pedimos desculpas pela demora em respondê-lo. Como recebemos muitos comentários, a sua mensagem se misturou com outras. :(
      Agradecemos o carinho com o Cultuga. :)

      O inverno em Portugal pode ser chato para muitos brasileiros, principalmente para aqueles, como você, que passam a maior tempo do ano em cidades quentes. A gente, que vivia em São Paulo, demorou um pouco para acostumar com dias seguidos de frio e chuva em Lisboa durante o inverno, principalmente um período de dezembro e o mês de janeiro. Essa época é mais complicada, mas não deixamos de curtir a cidade ou outras regiões do país.
      Não é preciso ter medo de viajar no frio. O importante é ter a roupa certa (calçados impermeáveis, roupas que protejam da chuva, frio e vento, camisetas e calça “segunda pele”) e um bom guarda-chuva.
      Dê preferência a passeios em lugares cobertos (museus, palácios, shoppings, lojas, espetáculos artísticos) e aproveite bastante os restaurantes. Comer uma boa comida portuguesa é a melhor coisa do inverno. Você vai adorar as sopas, os vinhos, as castalhas assadas e o chocolate quente. :)

      Sobre ir ao Algarve, não é a melhor época para aproveitar a região. Lá é um destino de praia e o gostoso é curtir as paisagens. Mesmo com um inverno um pouquinho mais ameno, o vento na costa é complicado. Além disso, há menos museus e lugares fechados para aproveitar, como em Lisboa, no Porto e em outras cidades do país, por exemplo, Alcobaça e Batalha, que possuem mosteiros lindos e grandes.

      Um grande abraço e tenho certeza que você vai gostar muito de Portugal, mesmo no inverno. ;)

  5. Avatar

    Olá, Priscila! Como vai?
    Estou adorando as dicas do site e pretendo utilizar boa parte delas na minha ida à Lisboa daqui 20 dias :)
    Ficarei apenas 1 semana, porém quero aproveitar ao máximo este tempo. Gostaria de saber se você tem alguma dica sobre lugares para assistir a um show de fado. Procuro algo simples, nada sofisticado, mais tradicional, intimista. Se puder me ajudar, agradeço muitíssimo! Um beijo,

    • Rafael Boro

      Olá, Débora
      Tudo bem?
      Ficamos felizes que esteja gostando das nossas dicas! :)
      Um lugar que gostamos bastante é a Tasca do Chico do Bairro Alto – https://www.facebook.com/atasca.dochico/ Lá tem Fado Vadio, cantado por amadores, segundas e quartas. Como o lugar é muito pequeno e procurado por turistas e portugueses, é preciso fazer reserva, mas somente por telefone. Tenho certeza que você vai adorar. ;)
      Um grande abraço e aproveite muito essa semana por aqui!

  6. Avatar

    Olá,

    Somos de Fortaleza, CE,
    Grupo de três a quatro casais pretendemos passar uns 13 dias em Portugal (Lisboa e arredores e Norte), a previsão é entre os dias 10 e 23 de março. A viagem pode não render bem nessa época ?

    • Rafael Boro

      Olá, Marcos
      Tudo bem?
      Sou suspeito para falar, mas viajar para Portugal é bom em qualquer época. :) Se estiver chovendo, sempre vai haver um programa bom para fazer, como os que a gente indica nesse post. :)
      O período da viagem de vocês é o final do inverno e início da primavera. Nessa época, a temperatura já começa a melhorar. Aproveito para indicar o nosso artigo da série Portugal mês a mês de março. Há boas dicas e sugestões de espetáculos em todo o país: https://www.cultuga.com.br/2016/02/portugal-em-marco/
      Um abraço e boa viagem!

  7. Avatar

    estou pesquisando para ir passar natal e réveillon em lisboa. porem estou com medo de pegar muita chuva. ano passado viramos o ano em Roma, tinha o mesmo medo, mas ao contrario, fiquei 15 dias la, mas só choveu em um dia. foi fantástico. Será que o clima em lisboa é o mesmo??

  8. Avatar

    Oi, o site de vocês é incrível, estou com viagem marcada para agosto e a cada dia leio uma postagem melhor do que a outra. já estou bolando o meu roteiro com marido e filho de 05 anos com base nas informações de vocês. Em outro blog li que é “costume” pedir água da torneira nos restaurantes, e como vocês não mencionam nada aqui resolvi perguntar: procede esta informação?

    • Rafael Boro

      Olá, Ana
      Como vai?
      Agradecemos o carinho com o nosso trabalho! :)

      Não é costume pedir água da torneira nos restaurantes ou servir uma jarra aqui em Portugal, como nos Estados Unidos, por exemplo. Há garrafas de água no menu de todos os restaurantes do país. O que eu já fiz algumas vezes (e também já vi portugueses fazendo) é pedir um copo de água após consumuir algo em cafés e padarias. Pode ser que seja uma política de algum restaurante que a pessoa do blog que você leu foi.
      Um grande abraço e seja sempre bem-vinda ao Cultuga! ;)

      • Avatar
        Erica Fogaça em

        Olá Rafael e Priscila,

        Muito interessante todas as informações que descreveram no Cultuga!

        Porém, tenho uma pergunta com relação a trabalho, pois estou com a intenção de ir perto da virada do ano. Irei para casa de uma tia, em Lisboa.
        Sou formada em gastronomia, e gostaria de saber como funcionam os restaurantes durante o inverno, já que tem tantas chuvas assim como vocês falaram? Isso me preocupa, já que preciso encontrar um emprego enquanto estiver em Portugal.
        Pretendo ficar até o final da primavera.
        Obrigada pela atenção.
        Abraços!

        • Rafael Boro

          Olá, Erica
          Tudo bom?

          Fico feliz que tenha gostado do Cultuga! :)

          Neste artigo damos sugestões para dias de chuva, não significa que Lisboa seja uma cidade chuvosa, muito pelo contrário, o sol é bastante presente por aqui – há mais possibilidades de chuva em dezembro, janeiro e feveiro. Pode ficar tranquila, pois, independente do clima, a rotina dos restaurantes e do comério é normal no inverno. ;)

          Um abraço e boa viagem!

  9. Avatar

    Anotando várias dicas de seu blog para que eu possa curtir Portugal em dez.18 e janeiro.19. Se tiver alguma novidade para este ano, agradeço a dica.
    Obrigada

    • Rafael Boro

      Olá, Re
      Tudo bem?

      Que bom saber que vocês está anotando as nossas dicas! :)

      Iremos atualizar o conteúdo de Natal e Ano Novo assim que a programação oficial e os grandes eventos forem divulgados!

      Um grande abraço e boa viagem!

  10. Avatar

    Olá
    Gostei muito tb do conteúdo e sigo há algum, parabéns!!. Se puderem responder : onde passar o Réveillon para um casal e uma criança ? Vi que há restaurantes legais como Zambeze, mas 165€ / pessoa é caro! de quais miradouros( estaremos perto do de portas do sol) se poderia ver os fogos da Pça do comércio? Recomendam Algum restaurante onde comer bem perto das portas do sol, e graca, no dia 31/12?
    Agradecida

    • Rafael Boro

      Olá, Claudia
      Tudo bem?
      Agradecemos o carinho com o Cultuga! :)

      Por ser uma festa que vai noite à fora, os locais que fazem celebrações de Ano Novo dificilmente focam em famílias com crianças. Os restaurantes que possuem vista para a Praça do Comércio, como o Zambeze, cobram caro por terem um espaço privilegiado.

      Os melhores miradouros para ver os fogos da Praça do Comércio são o Sophia de Mello Breyner Andresen, Senhora do Monte (ambos na Graça), São Pedro de Alcântara (Bairro Alto) e Parque Eduardo VII (Avenidas Novas, mas fica a 2,5km da Praça do Comércio).

      Além do Pitéu da Graça (um restaurante clássico do bairro – não sei se abre no dia 31 de dezembro), não conheço nenhum restaurante de destaque na Graça e perto das Portas do Sol.

      Aqui nesse post indicamos algumas opções de locais para o Reveillon, a maioria são restaurantes de hotel. Porém, longe da Graça: https://www.cultuga.com.br/2015/12/dicas-natal-ano-novo-lisboa/

      Um grande abraço e boa viagem! ;)

Deixe um comentário