Onde comer em Lisboa: restaurantes e cafés no centro histórico

23

Todo brasileiro que viaja para Portugal sabe que vai saborear uma boa comida. Porém, há alguns restaurantes que estragam essa experiência: os famosos “pega turistas” – tão comuns no centro histórico das capitais europeias. Para você não cair nessa, fiz uma lista dos lugares que já fui e recomendo. Aqui nesse artigo você vai saber onde comer em Lisboa!

A Baixa, o Chiado, o Bairro Alto e o Cais do Sodré são alguns dos bairros que os turistas mais gostam de passear quando vão ao centro histórico de Lisboa. Além das centenárias praças, dos prédios baixinhos, das lojas históricas e da beleza arrebatadora do rio Tejo, sentar para provar um tradicional prato de bacalhau, por exemplo, faz parte de uma viagem a Portugal.

Entretanto, não vá sentando em qualquer lugar ou aceitando o convite daqueles funcionários que abordam com folhetos ou menus na calçada. Saiba que nem todas as opções de restaurantes no centro histórico de Lisboa são interessantes, principalmente as que estão nas proximidades das quatro principais praças da região: a Praça do Comércio, a dos Restauradores, a da Figueira e a do Rossio.

ALERTA: há muitos restaurantes com preços acima da média de Lisboa e com pouca qualidade na Rua Augusta e na Rua dos Correeiros. Evite almoçar ou jantar nessas artérias do centro histórico. Tem muita coisa boa por perto, e você vai descobrir aqui nesse artigo! 😉

Como não poderia deixar de ser, os pratos de bacalhau são sempre os mais procurados. Mas a gastronomia de Portugal não se resume a só isso. Há, por exemplo, vaca, porco, pato, peixe, frutos do mar, sopa, legumes, frango… Sem contar os maravilhosos pães e doces portugueses 😉

Leve essa lista de onde comer em Lisboa que você vai gostar, além do mais, o seu passeio no centro histórico vai ficar muito mais saboroso!

Onde comer em Lisboa?

Restaurantes e cafés no centro histórico

BAIXA

As ruas da Baixa estão cheias de armadilhas gastronômicas. Fuja dos restaurantes que apresentam menus com fotos de bacalhau, pizza, paella, hambúrguer, ou seja, de tudo um pouco. Além do mais, você vai comer uma comida fraquinha pagando caro.

Centro histórico de Lisboa - Baixa

As minhas indicações vão desde a tasca familiar, passando por um café histórico até o moderninho vintage. Tome nota:

Tasca Zé dos Cornos

Onde comer em Lisboa

A minha escolha na Tasca Zé dos Cornos: o tradicional entrecosto grelhado e o arroz doce

O Zé dos Cornos é daquelas tasca escondidas na Baixa lisboeta, pertinho do bairro da Mouraria. O lugar é bem pequeno e as mesas ficam perto uma das outras, mas esse ambiente é que faz o restaurante ser especial.

Para encontrá-lo, use como referência a Praça da Figueira e a Praça Martim Moniz. Ele fica na delimitação da Baixa com o bairro da Mouraria.

A comida eu nem preciso falar rs… Carnes e peixes grelhados no carvão. Os pratos de porco e a alheira são ótimos também. Ah… o bacalhau não poderia faltar. Você vai voltar para o hotel com aquele cheirinho bom de comida portuguesa!

Tasca Zé dos Cornos
Endereço:
Beco dos Surradores, 5
Horário: segunda a quarta, das 11h40 às 16h30 – quinta a sábado, das 11h40 às 16h e das 19h às 22h – fecha domingo
Preço: média de 13€ por pessoa

O Eurico

Onde comer em Lisboa

Peixe fresco é uma das melhores opções para pedir nos restaurantes de Lisboa. Esse é o Robalo, do Eurico

Mais um restaurante que faz a alegria dos locais durante o almoço – e dos turistas – a hora que for. O menu do Eurico não é fixo, mas tem de tudo um pouco: porco, vaca, peixe fresco, frango e bacalhau. Os pratos são grandes e, dependendo da fome, dá para dividir.

Ele tem três espaços (pequenos) para acolher bem a clientela: uma meia dúzia de mesas na parte de fora e duas salas interiores. Ele também fica no limite entre a Baixa e a Mouraria, bem pertinho no painel Fado Vadio.

O Eurico
Endereço:
Largo São Cristóvão, 4
Horário: segunda a sábado, das 10h às 16h e das 19h à 00h – fecha domingo
Preço: média de 10€ por pessoa

João do Grão

onde comer bacalhau lisboa

Esse é o famoso bacalhau assado com grão de bico

Fiz questão de colocar o João do Grão por ser um clássico de muitos viajantes brasileiros que visitam Lisboa. Já perdi a conta de quantos clientes e amigos já falaram: “Me indicaram o João do Grão. Quero ir lá comer”.

É mesmo um dos melhores restaurantes para comer bacalhau na Baixa. O bacalhau com grão de bico e o na brasa estão entre os mais pedidos.

Ele fica em uma rua cheia de restaurantes “pega turistas”, a Rua dos Correeiros. Entretanto, não se preocupe, pois esse é um local bem tradicional, com boa comida, frequentado também por portugueses e com preço justo. É uma boa opção para famílias. Com acesso fácil para quem segue a partir da Praça da Figueira.

João do Grão
Endereço:
Rua dos Correeiros, 222
Horário: todos os dias, das 12h às 15h e das 18h às 22h
Preço: média de 13€ por pessoa

Veja também: 9 tipos de pães portugueses para você experimentar

Solar dos Presuntos

Onde comer em Lisboa

O polvo à lagareiro e o leite creme são as minhas escolhas no Solar dos Presuntos

Há mais de 40 anos que o Solar dos Presuntos presenteia portugueses e estrangeiros com excelentes peixes, frutos do mar (“mariscos”, em Portugal) e os sabores da região do Minho (no norte do país).

Assim como os restaurantes de chefs (que falarei logo mais aqui no artigo, na lista do Chiado), a melhor coisa que você tem que fazer antes ir ao Solar dos Presuntos é reservar uma mesa. Pode ser por telefone ou pelo site.

Tenho uma história curiosa para te contar. Uma vez, um cliente nosso foi jantar no Solar dos Presuntos e viu o português mais famoso do mundo na atualidade: Cristiano Ronaldo 🙂

O jogador estava em uma sala mais reservada jantando com amigos. Pelas fotos espalhadas nas paredes, você vai reparar que não somente ele, mas muitas estrelas nacionais e internacionais, gostam das iguarias do Solar.

Solar dos Presuntos
Endereço:
Rua Portas de Santo Antão, 150
Horário: segunda a sábado, das 12h às 15h30 e 19h às 23h – fecha domingo e feriados
Preço: média de 35€ por pessoa

Hard Rock Cafe Lisboa

Onde comer em Lisboa

Gosto muito do ambiente e dos lanches do Hard Rock Cafe

O Hard Rock Cafe é um clássico dos viajantes. Eu, como gosto de Rock, sou um daqueles que sempre bate o cartão quando estou em viagem. Aqui em Portugal, fui algumas vezes no de Lisboa (que abriu em 2003), e também na unidade do Porto (mais recente, inaugurada em 2016).

Ele está localizado no antigo cinema Condes, construído no início dos anos 1950. Estar em um edifício histórico é uma das coisas que deixa a atmosfera do lugar mais interessante. Sem contar as memorabilias de grandes figuras da música mundial (e também portuguesa).

É também um restaurante bem familiar, excelente para ir com as crianças.

Hard Rock Cafe Lisboa
Endereço:
Av. da Liberdade, 2
Horário: todos os dias, das 11h30 à 01h
Preço: média de 20€ por pessoa

Confeitaria Nacional

Onde comer em Lisboa

A fachada e os sabores da centenária Confeitaria Nacional, na Praça da Figueira

Fundada em 1829, é a confeitaria mais antiga da cidade. Os bolinhos de amêndoas e os doces de ovos são lindos e gostosos. Deixo como sugestão os meus favoritos: o “guardanapo”, o bolo de arroz e a torta (que é como um rocambole).

Os salgados também são bons, principalmente o croquete de carne e o bolinho de bacalhau (chamado de “pastel de bacalhau” em Lisboa). Atenção que os preços dos doces e salgados cobrados no balcão são diferentes dos servidos na mesa.

Se você viaja na época do Natal, não deixe de experimentar o clássico Bolo-Rei, que é a especialidade da casa. Em novembro já é possível comprá-lo inteiro ou em fatia. 😉

Eles ainda têm pratos do dia durante o almoço – carne ou peixe – com menu completo (prato + bebida + sopa ou sobremesa) por 10,90€.

Confeitaria Nacional
Endereço:
Praça da Figueira, 18-B
Horário: segunda a quinta, das 08h às 20h – sexta e sábado, das 08h às 21h – domingo, das 09h às 21h
Preço: média de 5€ por pessoa/ menu de almoço 10,90€

A Padaria Portuguesa

As dezenas de lojas da Padaria Portuguesa têm boas opções de lanches a qualquer hora do dia

Se você tropeçar na calçada portuguesa, pode ter certeza que você vai cair em uma Padaria Portuguesa rs. Essa rede tem mais de 50 lojas espalhadas por Lisboa.

A variedade de pães e doces é grande, mas o Pão de Deus (um pão doce com cobertura de açúcar e côco) sempre foi e sempre será a estrela maior da marca.

Se a sua reserva de hotel não tem café da manhã, aproveite os menus que esta padaria faz por 2,50€ – servidos durante todo o dia. Os sanduíches e as sopas valem a pena para um lanche ou almoço rápido e econômico.

A Padaria Portuguesa
Endereços na Baixa de Lisboa:
Praça dos Restauradores, 58 e Rua Áurea, 94
Horário: todos os dias, das 07h30 às 20h
Preço: média de 3€ por pessoa

Fábrica Lisboa

Todos os croissants da Fábrica Lisboa são maravilhosos

Um espaço aconchegante, com uma linda decoração portuguesa vintage e que faz um dos melhores croissants de Lisboa. O com Nutella e o de amêndoa são os meus favoritos. Não satisfeito – de tão bom que eles são -, costumo levar ainda para a casa. Assim já garanto o café da manhã rs.

O bolo de chocolate e o cheesecake também são boas pedidas. Há lanches, saladas e até ovos mexidos para o almoço.

Fábrica Lisboa
Endereço:
Rua da Madalena, 121
Horário: todos os dias das 08h às 19h
Preço: média de 4€ por pessoa

DICA: sempre ande com dinheiro em espécie. Infelizmente, muitos restaurantes em Portugal não aceitam cartões. As taxas para ter uma máquina é muito alta e, por vezes, acaba ficando caro para o estabelecimento.

CHIADO

O Chiado é o bairro que eu mais gosto para almoçar ou jantar em Lisboa. Ele tem fácil acesso de transporte público e carro, e há opções para todos os bolsos e paladares.

Centro histórico de Lisboa - Chiado

Se você é fã da boa gastronomia e gosta de ficar hospedado perto de restaurantes renomados e tradicionais, o Chiado é o melhor lugar de Lisboa para isso! 😉

Bairro do Avillez

Onde comer em Lisboa - Chef José Avillez

O ceviche, da Cantina Peruana, e o vitelão em duas cozeduras, da Taberna, duas das propostas do Bairro do Avillez

Esse é um dos grandes projetos do premiado chef português José Avillez – que já possui alguns dos espaços gastronômicos de maior prestígio em Lisboa e um no Porto.

No Bairro do Avillez, há quatro áreas distintas:

  • a Taberna, direcionada para petiscos e pequenos pratos (média de 20€ por pessoa);
  • o Páteo, que tem como especialidade os peixes e mariscos – mas também com opções de carne (média de 35€ por pessoa);
  • a Cantina Peruana, com o foco na culinária do Peru (média de 20€ por pessoa);
  • o Beco – Cabaret Gourmet, um pequeno espaço “escondido” no Bairro com jantar-espetáculo de Cabaret (bilhete com direito a jantar a partir de 100€ por pessoa).

Dessas quatro propostas apresentadas pelo José Avillez, só não fui no Beco. De resto, posso garantir: sempre é um prazer e uma ótima experiência.

Bairro do Avillez
Endereço:
Rua Nova da Trindade, 18
Horário: cada espaço tem um horário diferente de funcionamento (veja no site bairrodoavillez.pt)

Outros restaurantes do chef José Avillez que você pode gostar, também no Chiado: Cantinho do Avillez, Café Lisboa, Mini Bar e Belcanto (2 estrelas Michelin)

Conheça os chefs portugueses que mais gostamos e onde estão os seus restaurantes

Palácio Chiado

Onde comer em Lisboa

O Palácio Chiado é um ótimo lugar para aproveitar do ambiente a comida

Você vai ter a oportunidade conhecer e comer em um palácio erguido no ano de 1781 (imediatamente na Lisboa pós terremoto). O Palácio Chiado abriu as portas em 2016 com uma proposta moderna e diversas opções gastronômicas, entre os afrescos, as esculturas, os vitrais coloridos e seus séculos de história.

São sete espaços de comida à escolha, que vai do bacalhau ao sushi. Dos que eu provei (e aprovei), indico o Meat Bar, com vários tipos de carnes, e o Bacalhau Lisboa. De segunda a sexta, há um menu de almoço (prato do dia + bebida + sobremesa) por 10,90€.

Palácio Chiado
Endereço:
Rua do Alecrim, 70
Horário: segunda a sexta, das 12h à 00h – sábado e domingo, das 12h às 02h
Preço: média de 12€ por pessoa

Cervejaria Trindade

Onde comer em Lisboa

Eu sempre fico salivando quando vejo as minhas fotos da Cervejaria Trindade rs.

Localizado no antigo Convento da Santíssima Trindade, a Cervejaria Trindade preza pela cozinha tradicional portuguesa, como os mariscos, bacalhau e carnes. Os croquetes, as gambas no azeite e alho (que são como pequenos camarões), o Arroz de Marisco e o Bife à Trindade são os meus favoritos. Os diversos painéis de azulejos temáticos vão te fazer voltar no tempo e querer prolongar a refeição.

Por ser um local histórico, bem típico, boa comida e amplo, costumo ir com os amigos ou familiares. Na maioria das vezes não faço reserva, pois o salão é muito grande. Mas se você estiver com bastante gente, aconselho ligar antes.

Cervejaria Trindade
Endereço:
Rua Nova da Trindade, 20C
Horário: domingo a quinta, das 10h à 00h – sexta e sábado, das 10h à 01h
Preço: média de 22€ por pessoa

Tartine

Onde comer em Lisboa

Os doces e os pães da Tartine são ótimos. Pode pedir a bola de berlim que você não vai se arrepender

A Tartine já virou um clássico para nós. Quase sempre, quando bate a fome durante um passeio no Chiado, passamos lá para comer uma tosta, um sanduíche ou algum doce.

O espaço é amplo, aconchegante e tem uma boa variedade de pães e doces (a bola de Berlim de doce de leite e a tartelete de morango são as nossas favoritas). Também são servidos almoços, sanduíches, saladas e brunch.

Tartine
Endereço:
Rua Serpa Pinto, 15-A
Horário: segunda a sexta, das 08h às 20h – fim de semana e feriados, das 10h às 20h
Preço: média de 5€ por pessoa

icon-consultoriaQuer visitar Lisboa de uma forma diferente? Faça um tour do Cultuga

Os hambúrgueres artesanais e a tradicional bifana não poderiam faltar…

Assim como no Brasil, Portugal também teve o boom das hamburguerias artesanais. Eu e a Pri gostamos muito de hambúrguer (quando morávamos em São Paulo, cada um tinha o seu predileto – o meu era o Hobby Hamburguer e o dela, o Chicohamburguer), então essa moda foi boa para a gente rs.

Onde comer em Lisboa

A bifana, do Trevo, e os hambúrgueres do The B Temple e o do To.B To burger or not to burger

The B Temple

Charmoso, atendimento simpático e ótimos hambúrgueres. O The B Temple está no nosso top 3 de hamburguerias lisboetas.

The B Temple
Endereço:
Rua Serpa Pinto, 10
Horário: segunda a sábado, das 12h à 00h – domingo, das 12h às 23h
Preço: média de 13€/ pessoa

To.B To burger or not to burger

Espaço amplo e descontraído. A carne do hambúrguer é do Arquipélago dos Açores – um dos grandes diferenciais. Também servem saladas especiais.

To.B
Endereço:
Rua Capelo, 24 – Contato: (+351) 213 471 046
Horário: todos os dias, das 12h30 às 22h
Preço: média de 12€ por pessoa

Restaurante O Trevo

Local bem simples e tradicional, famoso pela bifana – que é um pão com carne de porco (até o Anthony Bourdain já comeu no Trevo). Mas os croquetes e os pastéis de bacalhau não ficam atrás dessa clássica bifana.

O Trevo
Endereço:
Praça Luís de Camões, 48
Horário: segunda a sábado, das 07h às 22h – fecha domingo
Preço: média de 4€ por pessoa

Pizza também tem espaço na lista (e no estômago)

Se você é daquelas pessoas que não aguenta ficar sem uma boa pizza, fique tranquilo, pois existem ótimas pizzarias em Lisboa.

No Chiado, destaco a Mezzogiorno e a Pizzaria Lisboa. Ambos fazem a típica pizza italiana (massa fininha e individual – não é igual as de São Paulo) e outros pratos tradicionais. A primeira fica em um pátio charmoso com outros restaurantes e cafés a volta, e a segunda faz parte de mais uma aposta bem conseguida do excelente chef José Avillez.

Onde comer em Lisboa - Pizza

As pizzas da Pizzaria Lisboa, do Chef José Avillez, e da Mezzogiorno são boas sugestões para quem deseja mesclar outros paladares durante a viagem

Mezzogiorno
Endereço: Rua Garrett, 19 (perto dos Armazéns do Chiado)
Horário: segunda a sábado, das 12h30 às 23h – fecha domingo
Preço: média de 13€ por pessoa

Pizzaria Lisboa
Endereço: Rua dos Duques de Bragança, 5-H
Horário: segunda a sexta, das 12h30 às 15h e 19h à 00h – sábado, das 12h30 à 00h – domingo, das 12h30 às 23h
Preço: média de 17€ por pessoa

Aproveite para ver também: Dicas de hospedagem na Baixa e no Chiado

BAIRRO ALTO

O Bairro Alto é um dos lugares mais conhecidos para aproveitar a noite em Lisboa. As ruas estreitas são tomadas por pessoas com copos na mão e uma boa conversa. Mas fique sabendo que nem todas as artérias desse bairro – com mais de 500 anos – ficam intransitáveis.

Centro histórico de Lisboa - Bairro Alto

Se você não quer pegar “trânsito de gente”, chegue mais cedo e aproveite esses três locais que ficam no “começo” e o “fim” do bairro. 😉

Há dezenas de bares, pequenos restaurantes e casas de Fado históricas (eu e a Pri contamos neste artigo como é a experiência de um jantar com Fado em Lisboa).

Restaurante Papo Cheio

Onde comer em Lisboa

Consigo até sentir o cheiro do bacalhau à lagareiro e do bitoque, do Papo Cheio…

Para quem gosta de experiências locais, em restaurantes típicos, frequentados por quem trabalha na região, o Papo Cheio é uma boa escolha. Ele muitas vezes passa despercebido de quem vai ao Miradouro São Pedro de Alcântara a partir do Chiado.

O bitoque (bife de carne com arroz e batata) é a especialidade do Papo Cheio – eu nunca olho o menu, pois sempre peço o bitoque 🙂 Mas não se preocupe, pois também tem bacalhau e peixe fresco.

Restaurante Papo Cheio
Endereço:
Rua de São Pedro de Alcântara, 15
Horário: segunda a sábado, das 11h às 23h – fecha domingo
Preço: média de 10€ por pessoa

O Asiático

Onde comer em Lisboa

Sou fã dos trabalho e dos restaurantes do Chef Kiko Martins

Logo já dá para perceber pelo nome que esse não é um restaurante português: O Asiático. Porém, recomendo vivamente.

Ele é um espaço comandado pelo Chef Kiko Martins (o mesmo de O Talho e de A Cevicheria), um dos jovens chefes portugueses que eu mais gosto. Comer aqui é viajar para a Ásia e levar na mala sabores típicos de Portugal para colocar no prato. Pode acreditar: é uma viagem que dá certo!

O Asiático
Endereço:
Rua da Rosa, 317 (fica pertinho do bairro Príncipe Real, onde está A Cevicheria)
Horário: todos os dias, das 12h às 17h e das 19h à 00h
Preço: média de 25€ por pessoa

Manteigaria

Onde comer em Lisboa - pastel de nata

O seu pastel de nata é com ou sem açúcar e canela? O meu é sempre com 🙂

É um dos meus pasteis de nata favoritos de Lisboa. Os simpáticos funcionários sempre tocam um sino na rua para avisar quando sai pastel quentinho.

Para comer no balcão ou levar um monte para o hotel (ou para o Brasil rs.. Eles duram uns três dias e você pode viajar com eles na bagagem de mão).

A Manteigaria também faz a alegria dos frequentadores do Mercado da Ribeira e do café Delta Q, no centro histórico do Porto. No Chiado, ela está bem no coração do bairro: junto a Praça de Luís de Camões.

Manteigaria
Endereço:
Rua do Loreto, 2 (em frente ao Largo de Camões)
Horário: todos os dias, das 08h à 00h
Preço: 1€ por pastel

Gourmet Experience: um paraíso gastronômico no El Corte Inglés Lisboa

CAIS DO SODRÉ

As ruas do Cais do Sodré são famosas por ter dezenas de bares e discotecas que atraem portugueses e turistas de todas as partes do mundo. Entretanto, há também espaço para quem quer provar sabores de Portugal antes da “noite” começar.

Centro histórico de Lisboa - Cais do Sodré

O famoso Time Out Mercado da Ribeira e a espaçosa Portugália Cervejaria, que fica a beira do rio Tejo, são as minhas sugestões.

Time Out Mercado da Ribeira

Onde comer em Lisboa - Mercado da Ribeira

O Mercado da Ribeira é perfeito para provar a diversidade da gastronomia portuguesa

O Mercado da Ribeiro é um antigo mercadão inaugurado em 1882. O que você vê hoje é uma remodelação de 2014 – uma parceria da Revista Time Out com a Câmara Municipal de Lisboa.

É uma indicação certeira, já que esta “praça de alimentação” tem uma variedade gastronômica espetacular, com mais de 40 espaços.

As opções que eu mais gosto são as de comida portuguesa, com destaque para os chefs Henrique Sá Pessoa e o Alexandre Silva (ambos têm restaurantes na capital com estrela Michelin), a chef Marlene Vieira, o Café de São Bento, o SEA ME e a Cozinha da Felicidade. Mas tem também petiscos, lanches e doces (a Manteigaria e o Nós é Mais Bolo são perfeitos para uma sobremesa, por exemplo).

O ambiente é bem agradável, descontraído e interessante. Eles ainda promovem cursos livres de culinária o ano todo (você poderá consultar no site quais são as próximas aulas – com opções também para crianças – e fazer a inscrição antecipadamente com o pagamento de uma taxa).

Uma dica importante: o Time Out Market tem “horários de pico” rs. Para comer com mais calma, vá por volta do meio-dia e à tarde, entre 16h e 19h. 😉

Mercado da Ribeira
Endereço:
Av. 24 de Julho, 49 (em frente a estação Cais do Sodré, de onde partem os trens para Cascais)
Horário: domingo a quarta, das 10h à 00h – quinta a sábado, das 10h às 02h
Preço: média de 10€ – 20€ por pessoa

Portugália Cervejaria

Onde comer em Lisboa

As Gambas à Brás e o clássico bife com molho Portugália

Sentar a beira do Rio Tejo para comer uma boa refeição é uma experiência que você poderá ter ao visitar Lisboa. Nos bairros de Belém e de Alcântara, pertinho da Ponte 25 de Abril, são alguns lugares clássicos para isso. Porém, o Cais do Sodré não fica atrás.

Indico uma ida a tradicional Portugália Cervejaria. Lá tem pratos típicos portugueses, como o bacalhau, os frutos do mar (chamados de “mariscos” em Portugal) e um bom bife bovino.

Portugália Cervejaria
Endereço:
Rua da Cintura do Porto de Lisboa (próximo da estação Cais do Sodré)
Horário: domingo a quinta, das 12h à 00h – sexta, sábado e véspera de feriados, das 12h à 01h
Preço: média de 20€ por pessoa

Esse mapa vai ajudar você a escolher um bom café ou restaurante em Lisboa, na Baixa, no Chiado, no Bairro Alto e no Cais do Sodré. 😉 Uma coisa importante que vale destacar, é que todos esses locais tem fácil acesso de metrô por meio das linhas azul ou verde.

Organize AQUI a sua viagem para Portugal!

icon-saude

Parcele o seguro saúde na Real Seguro Viagem em 6x SEM JUROS

icon-carroVeja os melhores preços para alugar um carro

icon-hotel

Reserve o seu hotel no Booking, com cancelamento gratuito

Conheça os serviços exclusivos do Cultuga

icon-tour

Deseja ter a nossa companhia em Lisboa? Faça um tour conosco

icon-consultoria

Reserve um transfer ou city tour com os nossos parceiros em Portugal

icon-foto

Faça um ensaio fotográfico em Lisboa ou no Porto

Veja o índice de artigos do Cultuga para ajudar no planejamento do seu roteiro ❤

Compartilhe.

Sobre o autor

Rafael Boro

Sou jornalista, tenho 34 anos e, apesar de ter nascido em São Paulo, adotei Lisboa como minha cidade. Gosto de apreciar a gastronomia lusa e, sempre que posso, vou a um café ou a um restaurante que não conheço. Lisboa também me trouxe um time de futebol do coração, o Sporting, mesmo tendo o tênis como o meu principal esporte. Troco fácil os transportes públicos por uma longa caminhada. Na minha playlist de música portuguesa não falta David Fonseca e Tiago Bettencourt.

23 comentários

    • Rafael Boro

      Oi, Natalie
      Tudo ótimo e com você?

      Adoramos saber que o post foi selecionado para o #linkódromo! 🙂
      Um grande abraço!

  1. Oi Boa noite,
    Irei ficar hospeda próximo á Praça Marquês de Pombal.
    Onde posso almoçar um delicioso bacalhau por lá?
    Grata,Maria.

    • Rafael Boro

      Olá, Maria
      Tudo bem?

      Há dois restaurantes que gostamos muitos que ficam perto da Praça Marques de Pombal: o Laurentina – O Rei do Bacalhau (cerca de 20 min numa caminhada agradável ou 10 min de metro), com 10 tipos de pratos de bacalhau, e o restaurante As Velhas (cerca de 10 a pé ou 5 de metro), restaurante bem tradicional perto da Av da Liberdade. Voce vai gostar de ambos! 😉

      Um abraço e boa viagem!

  2. Dentre os indicados gostaria de dizer que o restaurante João do grão, foi uma verdadeira decepção para mim. Fui ao restaurante há cerca de um ano e pedi um bacalhau, que veio frio, com uma batata que parecia cozida há muito tempo.Não recomendo pra ninguém.

  3. Olá amigos, tudo bem com vocês? Olha, a lista é boa (come-se muito bem em Lisboa!) mas, se me permitem a opinião, acho que não havia necessidade de incluir um lugar tão incaracterístico como o Hard Rock. O resto é uma questão de gosto pessoal. Grande abraço e espero que a gente se veja em breve,
    Filipe

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Filipe
      Tudo ótimo e com você?

      Lisboa e todo o país têm locais espetaculares para comer!
      Indicamos o Hard Rock porque é um dos lugares que gostamos de frequentar (aqui e em outros países), é ótimo para uma refeição fora de hora e também é amigável para quem viaja com crianças. Além dissso, este edifício é histórico, muito bonito e, para quem gosta de rock, tem a oportunidade de ver memorabílias, inclusive, de artistas portugueses (tem Xutos, Moonspell e Rui Veloso). =D

      Um grande abraço e espero que a gente se veja por aqui ou aí no Porto!

  4. Pedro Henrique Moschetta em

    Oi, pessoal!

    Queria indicar duas tasquinhas que costumava ir com meus amigos quando morava em Lisboa: O Marquês e A Provinciana. Uma está do lado da outra, numa ruela próxima ao Teatro D. Maria. São bem tradicionais, mas geralmente estão lotadas, pois são pequenas. Mas vale a espera! Os pratos variam entre 5 e 7 euros.

    Outro restaurante que gostei muito, apesar de ser mais turístico, foi o Sol Dourado, por causa do bacalhau à moda da casa (que leva o nome do restaurante), preparado com espinafre. O preço foi justo e é bem servido.

    Assim como a Cida, também me decepcionei quando fui ao João do Grão. Pedimos o bacalhau com grão de bico e estava sem gosto, salgado demais, e a batata também bem estranha.

    Abraços.

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Pedro Henrique
      Tudo bem?

      Que belas dicas! Eu já fui em algum dos restaurantes que ficam alí próximo ao Teatro. Não me recordo o nome, mas lembro que estava lotado e a comida era boa. 😉 Muito chato saber que o prato clássico do João do Grão não estava bom. 🙁

      Um abraço e seja sempre bem-vindo ao Cultuga!

  5. Fátima Pereira em

    Olá, boa noite,
    Viajando para a terrinha em abril/2018 e me deliciando com as dicas de onde comer (e outras também) do site e dos comentários. Engordando só de imaginar.
    Tudo devidamente anotado.
    Obrigada.

    • Rafael Boro

      Olá, Fátima
      Tudo bem?
      Muito bom saber que você gostou das nossas dicas e que vai estar aqui em Portugal aproveitanto as belezas e gastronomia! 🙂
      Um grande abraço!

  6. oi, Rafael! Adoro seu site, tem me ajudado muito na organização da minha viagem.
    Ficarei hospedada na alfama (convento do salvador). Quais desses restaurantes ficam mais próximos de lá? Você teria mais algum na própria alfama para me indicar?
    Muito obrigada!
    Érica

    • Rafael Boro

      Olá, Erica
      Tudo bem?
      Fico contente que tenha gostado do Cultuga!
      Os restaurante mais próximos de Alfama são os da Baixa, principalmente o Café Lisboa e o Eurico.
      Aproveito para indicar dois bons restaurantes em Alfama: o Maçã Verde, perto da Estação Santa Apolónia, e a Taberna Sal Grosso.
      Um grande abraço e boa viagem!

  7. Sandra Simeao em

    Olá Rafael, tudo bem?
    Viajei só de ler… mas em 21 de abril estarei indo para Terra Santa, via Portugal, e ficarei 11 horas, chegaremos as 11:30 e embarcaremos para Tel Aviv às 22:10hs… O que vc sugeria par conhecer unindo util ao agradavél… fazer um passeio, almoçar e retornar para o aeroporto…
    Att
    Sandra simeão

    • Rafael Boro

      Olá, Sandra
      Tudo bem e com você?

      Se você gosta de história e de uma linda vista, minha sugestão é visitar o Castelo de São Jorge. Foi na colina do Castelo que nasceu Lisboa: https://www.cultuga.com.br/2016/02/o-que-fazer-em-lisboa-castelo-de-sao-jorge/
      Aconselho que usem um táxi ou Uber para chegar mais rápido e confortável na ida e na volta. Assim, vocês vão aproveitar mais.
      Para almoçar, indico o Eurico, que fica perto do Castelo. Se perceberem que o estão com um tempo mais flexisível, vão almoçar no Chiado. Qualquer das opções que estão indicadas aqui no artigo são boas. 😉

      São poucas horas em Lisboa, mas tenho certeza que você vai aproveitá-las muito! 🙂
      Um grande abraço e boa viagem!

  8. Olá Rafael e Priscila! Parabéns pelo trabalho! Muito obrigado por dedicar o tempo de vocês a transmitir a cultura deste lugar, está sendo realmente muito útil para mim!
    Sou brasileiro, neto de portugueses e pretendo abrir um café/bar/restaurante em Lisboa. Para isso, vou a Lisboa em maio/18 para fazer uma breve pesquisa de mercado, algo que me dê informações sobre lugares, costumes e etc. Busco abrir o negócio em uma região com bastante transito de pessoas a pé, algo como Av. Paulista ou Av. Faria lima (fica mais fácil explicar assim, já que moraram em São Paulo). Lugares onde encontramos centros comerciais, financeiros e empresas, próximos ao transporte publico. Tenho encontrado muita dificuldade para encontrar um bairro em lisboa que tenha características semelhantes, não sei se estou procurando de forma errada ou se realmente não existe lugares com tais características. Acredito que nenhuma pesquisa será tão eficiente sem o conhecimento de vocês, será que poderiam me indicar lugares para complementar a minha pesquisa, por gentileza? Ficaria eternamente grato!

    Muito Obrigado
    Victor

    • Rafael Boro

      Olá, Victor
      Tudo bem?
      Agradecemos o carinho com o Cultuga!
      Os bairros aqui em Lisboa que mais poderiam se aproximar as regiões da Av. Paulista e da Faria Lima seriam as Avenidas Novas (a Av. da República, a Fontes Pereira de Melo e a 5 de Outubro são algumas bem interessantes) e o Parque das Nações. As duas tem transportes públicos, hotéis, escritórios, bancos e residências. 😉
      Um grande abraço e boa sorte!

  9. Parabéns pelas matérias!
    Eu e meu marido ganhamos de nossos filhos uma viagem para Lisboa . Realizando o sonho do meu marido que é de conhecer a terrina dos avós dele. Estou completamente perdida pois somos marinheiros de primeira viagem. Vamos nos hospedar no Stay Hotel Torres Vedras -centro o que voce me diz? Estamos escolhendo certo ou voce me indica outro?

    • Rafael Boro
      Rafael Boro em

      Olá, Carminha
      Tudo bem?
      Ficamos felizes que tenha gostado das matérias! 🙂

      Torres Vedras (fica entre Lisboa e Óbidos) não é uma cidade muito procurada para o turismo. Sendo a primeira vez de vocês aqui em Portugal, indico que fiquem hospedados em Lisboa uma parte da viagem. Dependendo do tempo em que terão de férias, vocês podem dividir o roteiro entre Lisboa, região centro (Óbidos, Alcobaça, Batalha, por exemplo) e Porto.
      Deixo aqui algumas sugestões de bons hotéis em Lisboa: https://www.cultuga.com.br/tag/hoteis-em-lisboa/

      Aproveito também para indicar uma série de artigos que ajudarão você a preparar a viagem: https://www.cultuga.com.br/roteiro-viagem-portugal/

      Um grande abraço e aproveitem muito essa viagem tão especial! 🙂

Deixe um comentário